Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Mais uma camisa feminina







Mais uma idéia de camisa, feita prás bambinas com um tiquinho de pano e toneladas de amor. É um algodão xadrez, comprei 1,5 m e ficou muito linda e quentinha (não para o dia de hoje, que tá horrível de frio, mas "praqueles" dias que, mesmo sendo inverno, tem cara de primavera, com uma camisetinha por baixo...). Comprei lá no Varejão Chaves, em Guarulhos, 6 merrécas o metro: gastei 9,00 reais nessa belezura. É grosso, tem lycra, é supermacio (nem dá prá acreditar no preço! Só tinha essa cor, verde bandeira e ocre...). O cordãozinho do capuz eu fiz torcendo fios de Anne; não ficou delicadinho? Repararam no detalhe do bolso? Paguei 30 centavos esse bordadinho, lá no Bom Retiro...

Sei que muita gente não vai com a cara do meu blog porque eu frizo muito o preço das coisas, falo sempre em como eu pago barato por tudo que eu faço... Primeiro: nem tudo que é caro é bom. Já comprei roupa de grife e devolvi, porque era" trabalho de porco", só tinha aparência e preço, qualidade que é bom = nada. Segundo: todos nós já temos passagem comprada, só não sabemos o dia da viagem. Vale a pena se esfolar prá conseguir ser um pouquinho melhor do que os outros por questão de preço, exibir etiqueta, arrotar grandeza, se tudo (inclusive nós...) vai acabar no pó? A bagagem que a gente leva não cabe em malas de grife, closets... Um grande homem, que foi apóstolo de Jesus depois que ele se foi de volta para o Pai, um dia disse que tinha aprendido a contentar-se com pouco... Se Paulo - que tinha tanto merecimento - pensava assim, que dizer do resto de nós, não é? Acho que todo mundo merece ser feliz, mas a felicidade não tem que ser pesada em ouro...

Bom, filosofias à parte, a camisa custou barata, mas foi muito bem feita: por dentro e por fora fiz com capricho de mãe. Bem arrematada, caimento bom, fruto de boa vontade e experiência, que são coisas que estão ao alcance de todos...

Difícil de fazer? Que nada! Já falei: descomplica! Prá que fazer punho, só dá trabalho... Gola, então?! Se der - e for prá garota usar - bota um capuz, que elas adoram... Se o pano der, bolso canguru é um charme e esquenta as mãozinhas lindas: minhas bonequinhas merecem...

Vai lá no Cortando e Costurando prá ver o vídeo de como fazer camisa, pega no meu blog o atalho pros moldes que eu escaneei: é imprimir, colar o quebra-cabeça dos moldes, cortar a camisa e sair esbanjando beleza e talento!

Bons trabalhos!

3 comentários:

  1. LINDA, ADOREIIIII, EU QUERO UMA!!!!!
    BJOS ANJO
    SONIA BARROS
    http://artssoniabarros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Tem nada que reclamar não! É ótimo saber que dá pra fazer coisas belíssimas pagando pouco. Eu adoro seu blog!

    ResponderExcluir
  3. Receber elogios é sempre bom, mas de gente cheia de talento é melhor ainda... Obrigada, do fundo do coração!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...