Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

segunda-feira, 12 de maio de 2014

De oncinha



Vou ser sincera: não sou fã. Essa é a única peça de roupa que eu tive na vida com estampa de animal e eu explico o porquê: não tem a ver comigo.

Tá, eu sei que tem gente que adora, acha sexy, mas não combina comigo. Nem quando nova eu jamais fui o tipo de mulher que faria um homem virar prá trás prá me olhar quando eu passo na rua - sempre fui do tipo caseira, bem comportada, simples arroz com feijão.

Mas tinha esse tecido no Varejão Chaves, tava baratinho (5 reais o metro) e quando eu peguei o paninho na mão ele era tão fininho, tão fofinho e delicado, escorregava entre os dedos como água, que eu não resisti: comprei um pedaço de 1,20m e com o molde de blusa de malha do site CORTANDO E COSTURANDO (clica no nome que vai direto pro molde, tamanho M, facílimo de fazer e maravilhosamente GRÁTIS, pronto prá imprimir e já sair costurando um monte) fiz essa gostosura.

Todinha no overlock, com exceção das barras, que fiz na Janome 2008 usando agulha dupla. 

Ficou uma blusinha fresca, levinha e charmosa - toda minha, pois minhas meninas também não gostam de Animal Print - arroz com feijão igual à mãe, essas duas...

E não é que até ficou lindinha em mim?

Daí, usando o mesmo molde, eu ainda fiz uma azul prá uma cunhada, uma bege prá outra e um vestido bege e preto prá outra (cada malha tem um caimento diferente, mas ficaram todas muito boas) - molde versátil dá nisso, é mil e uma utilidades... 




Eis o porquê do tecido ser tão barato: reparem que a parte de cima tem cor lisa, a parte de baixo, a gola e as viras das mangas tem um animal print bem levinho, em tom nude: Metade do pano não foi pintado, não tinha estampa... Mas eu remediei a situação colocando o recorte preto - deu um charme extra no vestido, parece até proposital - eu não perdi nada e ainda obtive desconto no preço por causa do defeito - hê, hê, hê, eu sou tão espertinha...


As cunhadas adoraram.

(Por acaso alguém reparou que o tecido azul e o bege são os mesmos que eu usei prá fazer cuecas nesta postagem AQUI? Pois é: se você sabe como aproveitar um bom pedaço de pano, rende muita coisa...).

Imprime o molde, recorta e cola, corta em malha (tem que ser malha) e costura prá você um montão delas, uma de cada cor - antes do inverno chegar e você ter que esconder o corpinho com toneladas de panos...

Ah, uma tristeza: o Varejão Chaves (onde eu comprei esses tecidos) que tinha sido aberto aqui perto da minha casa, na Av. São Miguel, fechou. A penúltima vez que fui lá, há mais ou menos um mês, comprei um montão de tecidos, todos bem baratinho e a moça me pediu prá voltar mais vezes, que o movimento tava fraco, tava ameaçando fechar. Voltei na semana seguinte, comprei mais umas coisas e hoje, quando minha mãezinha foi lá, o lugar já estava fechado, com placa prá alugar...

18 comentários:

  1. Muy prácticas y cómodos. Te quedaron muy bien
    Saludos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, mas é minha filha, uma das minhas "modelos"... Mas obrigada. Beijos!

      Excluir
  2. Rosinha fofa, ficaram lindas as blusas e o vestido também, mulher
    prática e decidida, gostei, beijos amiga

    ResponderExcluir
  3. Oi Rosa, eu também não curto estampas de animais, não sei, comigo não vai…e também não consigo entender o que as mulheres acham de sexy nessas estampas, mistério….rsrsrs
    As suas peças ficaram lindas, você faz maravilhas com os paninhos!
    Bjs e ótima semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Doutora querida! Realmente, nessas horas, tenho muito orgulho de mim...

      Beijos!

      Excluir
  4. Ficaram muito lindas todas as peças, Rosa!! esse modelo de blusa, com as pontas das laterais caidinhas, fica bem em malhas assim, bem molinhas, né!
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficam mesmo, pois não faz volume apesar de levar mais pano... Beijos, Luci querida, e obrigada!

      Excluir
  5. Peças práticas que disfarçam as gordurinhas...como eu gosto!
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ficam lindas em qualquer biotipo de mulher, tanto nas mais cheinhas quanto nas magrelas igual minhas filhotas... Beijos, Maria da Graça querida!

      Excluir
  6. Rosinha, eu sabia que havia uma coisinha em que não coincidíamos. Achei! É o estampado oncinha! Gosto muito!
    As blusinhas ficaram um must!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E essas estampas combinam muito bem com você, Nina querida! Beijos!

      Excluir
  7. Rosinha, linda, obrigada!
    Fiquei tão feliz com o teu comentário!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Que postagem inspiradora!!!
    Uma pena eu não ter overçock...

    E sabe, Rosa? Eu também não sou fã das estampas de oncinha. Eu ganhei um vestido, do meu marido. Usei algumas vezes para não me desfazer do presente. Mas depois de um tempo, passei adiante. Minha irmã ficou maravilhosa nele.
    No dia das mães, a minha sogra quis me presentear com outro. Fui bem sincera com ela, e disse que o vestido era lindo, mas que eu não o usaria. E Pronto, resolvido. Ela ficou com o vestido e me deu uma caixinha de música, que é uma máquina de costura. Amei!!!
    Adorei as blusas. São cortadas no viés, né?!

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é que é bom nos tecidos de malha: não precisa cortar no viés prá ter esse caimento molinho... Foram cortadas normalmente, no fio mesmo. Fico feliz que você gostou, Lia querida.

      Beijos!

      Excluir
  9. QUE LINDAS COSTURAS, BLUSAS E VESTIDOS. AMEI TUDO!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...