Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Parecia que não ia dar em nada...

Às vezes é assim: você tem uma coisa e ela não cumpre satisfatoriamente seu papel...

Como o pé de jabuticaba que veio com a minha casa, quando a comprei: dois metros e meio de altura, verde, bonita e totalmente estéril de frutos... A antiga dona da casa, Dona Olívia, disse que o pé já tinha 9 anos e nunca tinha dado frutas. 

Minha amiga Neusa foi me visitar com o marido, um homem que entendia um pouco de tudo e mais outro pouco e ele me garantiu que a árvore nunca ia frutificar, pois era "macho". 

"Vixe!" - pensei. "Eu nem sabia as árvores também as árvores eram meninas e meninos!!!"... 

Fiquei triste.

O "Marildo" quis dar fim no pé prá plantar outra coisa, mas eu pedi prá deixar - afinal de contas, sempre tinha passarinhos morando nele... 

E valeu a pena. Não sei se o pé de jabuticaba enganou direitinho o marido da minha amiga ou se resolveu mudar de sexo, em agradecimento por permanecer plantado no meu quintal, mas o fato é que, de uns dez anos prá cá, não falhou uma vez: vai chegando final de setembro e já fica carregadinho (e minha vizinha do lado, que me odeia de paixão porque eu não a aposentei assim, por puro nepotismo e consideração pela vizinhança, se farta delas, mandando o genro se dependurar no meu muro prá pegar...). Um dia desses ela recebeu uma visita e ofereceu o licor feito com elas - e ainda comentou em alto e bom tom que era do pé da "chata da vizinha" (= Eu). 

Bom, me serve de consolo que o meu licor com certeza é mil vezes melhor do que o dela...

Duas semanas atrás Tia Joanita me ligou dizendo que era época de jabuticaba, que eu devia me entupir delas porque previne o câncer, rejuvenesce, etc, etc... - e eu falei: "Nossa, tia! Parece que a senhora adivinhou! Meu irmão tá agora mesmo dependurado na escadinha pegando as jabuticabas do pé - já me deu um saco cheio... Assim que eu tiver feito a geleia eu levo aí..."

E sábado agora, sem avisar nem nada, apareci na porta dela com um pote de geleia e uma garrafa de licor - e a melhor coisa do mundo é ver a cara  dela, descendo as escadas devagar por causa dos joelhos ruins, mas com cara de criança prá quem o Natal chegou mais cedo: Abriu o pote e pegou uma colherona da geleia e, antes de eu falar prá ir devagar porque era muito doce, ela meteu na boca e ficou se deliciando... Daí pôs numa xicrinha o licor e disse que tava nota dez "como tudo o que você faz, Dona Rosa!" Então ela ficou dizendo pro Marildo que ele é um sortudo, que foi o que casou melhor, que eu valho ouro - e ser assim, elogiada do fundo do coração por alguém que te ama, não tem dinheiro que pague...

A geleia é mesmo deliciosa: a cor é linda, o sabor é incomparável - pois não existe fruta como essa (vale a pena esperar o ano todo por ela...). 

É a mais brasileira das frutas: imagine os portugueses, quando aqui chegaram, ao se depararem com essas pequenas e negras uvas que nascem solitárias, mas agrupadas, coladas no tronco da árvore? Diferente de tudo...

Prá fazer a geleia é assim:
Depois de lavar e desinfetar as frutinhas, esprema o conteúdo delas (o caroço e a geleinha que fica em volta ) numa panela. Põe umas duas colheres (sopa) de açúcar) e leva pro fogo.

O açúcar faz soltar água - assim fica mais fácil bater no liquidificador (que é o próximo passo). Leva isso pro liquidificador, põe mais um pouco de água e bate bem. Coa. Volta o líquido pro liquidificador e agora bate com as cascas, prá desmanchar bem - parece um purê roxo. Devolve pro fogo:

Fica assim, rosado - uma cor linda demais. Acrescenta açúcar e prova - tem que ficar doce, mas não melado demais, pois vai secar e vai ficando mais doce com o cozimento. Se quiser pode usar adoçante de baixa caloria, mas só se estiver escrito que é "Forno e Fogão".

Deixa no fogo prá ir apurando a geleia - tá vendo como vai mudando a cor?

Depois de 3 horas em fogo baixo, mexendo de vez em quando, fica assim - a espuma de bater no liquidificador não some, só fica assim, parecendo uma nata mais clara e deliciosa...

Textura deliciosa, cor que dá água na boca...

Um quilo e meio de frutas inteiras rendeu 3 potinhos de geleia, mais esse meio vidro - todos encaminhados prá parentada (menos o vidro, que ficou prá mim). "Mas só esse tiquinho, Dona Rosa?" É que eu tenho mais frutinha na geladeira, é só fazer de novo...

Se eu deixasse mais tempo no fogo ia virar doce de cortar, igual marmelada ou goiabada...

Uma pontinha de pão italiano cheia de geleia...

E por cima aquele patê de queijo branco Tirolês, prá deixar todo mundo de água na boca...

E depois eu ensino a fazer o licor...


22 comentários:

  1. Maldade pura!!! Você só nos faz ficar com água na boca! Que delícia! É simples de fazer e feito em casa não tem preço que pague. Na casa da minha filha tem 2 pés de jabuticaba, mas não dá tempo de fazer doce porque a concorrência entre duas crianças e os passarinhos é grande. Os meninos gostam tanto da jabuticaba que se não ficar "de olho" neles, eles comem até verdes ainda. São pés pequenos ainda, mas durante o ano frutificam várias vezes. São deliciosas.
    É como sempre falo para você: "Dá vontade de morder o monitor". E aquele pão italiano com geleia e patê que queijo, hummmmm!
    Beijos, beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe que eu adoro ter pé de fruta no quintal porque fica cheio de passarinho? O dia todo as maritaquinhas fazem barulho, os bem te vis vem se alimentar de insetinhos e adoçar a boca nas cerejas e nas jabuticabas e mangas...

      Uma hora dessas vê se os netinhos guardam uma bacia de jabuticabas prá avó faer geleia - eles também vão adorar.

      Beijão, Ligia querida!

      Excluir
  2. me conta onde moras, pois eu também vou me dependurar no teu muro kkk brincadeirinha. bjs. adorei o post

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, você não ia precisar se dependurar, podia entrar e pegar direto do pé...

      Beijão!

      Excluir
  3. Rosa

    O bom é que você "mata a cobra e mostra o pau" (rsrsrs)
    Obrigada pela receita deliciosa.

    OBS.: Deixei resposta p/vc lá no meu blog ref. a blusa básica que fiz e tb no da saia.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fui lá ler tua resposta, Fatinha querida - você, como sempre, é um doce. Eu é que agradeço por tanta gentileza.

      Beijão!

      Excluir
  4. Poxa vida!! eu queria ter uma vizinha chata como você!! (hehehe).
    Vem mudar para o lado da minha casa, vem?!!?? diz que vem!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu gosto de morar aqui, é só duas quadras de distância da casa da minha mãezinha...

      Excluir
  5. Ai Rosa, desculpe, estou morta de inveja, você tem uma jaboticabeira em casa! Êta mulher abençoada!
    Meu sonho de consumo é ter uma casinha com jardim e muitas árvores…quem sabe um dia…
    A geléia é maravilhosa, mas tem que ser orgânica como a sua.
    Bjs querida e obrigada pelo carinho, já estou bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ontem eu fiz a geleia de novo - só que, desta vez, usei adoçante. Também ficou maravilhosa e dessa posso comer à vontade...

      Se Deus quiser você um dia vai realizar teu sonho, Doutora querida. Vai ter um quintal bem grande, cheio de pé de fruta.

      Beijão!

      Excluir
  6. Que maravilha, valeu a espera, acho linda essa árvore a mais bela, aproveite esse privilégio. bJÔ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É linda mesmo e nesta época do ano atrai passarinho de montão, escuto cantoria o dia todo...

      Beijos e obrigada, Joseane querida!

      Excluir
  7. Será que um pé de jabuticaba...faria um sucesso na minha horta?
    Por certo não! Mas um dia que volte ao Brasil...vou trazer um pé...
    e quem sabe...possa ter uma árvore semelhante à sua...e faça uma geleia bem parecida!
    Tenha um BOM DIA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que aí em Portugal, em lojas de plantas, eles não trazem mudas? Se tiver, peça uma muda enxertada, que produz frutos em menos tempo... Você ia adorar a geleia...

      Beijão, Maria da Graça querida!

      Excluir
  8. Sabe qual o meu fruto preferido?
    Goiaba.
    Não há por aqui...e a que há...não é vermelhinha no seu interior!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No quintal da minha mãe tem pé de goiaba, tá velhinho mas ainda dá frutas... Eu gosto das duas, da branca e da vermelha, são deliciosas.

      Beijão.

      Excluir
  9. Ola Rosa, que receita legal, que historia interessante. Eu sempre fico muito contente quando leio seus posts, eu sempre sei que vem histórias legais, experiências interessantes. É muito bom, bom mesmo!!! Obrigada por compartilhar tudo isso conosco, amo tudo isso de paixão!! bjssssssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Débora querida, fico feliz que você se divirta com o blog.

      Beijão, minha querida!

      Excluir
  10. E como é bom ir tirando do pé e comendo na mesma hora...se der pra sentar na árvore é muito melhor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! A fruta madura no pé tem outro sabor...

      Excluir
  11. CONVITE
    Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
    Eu também tenho um, só que muito simples.
    Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
    Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
    Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
    E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
    Força, Paz, Amizade e Alegria
    Para você, um abraço do Brasil.
    www.josemariacosta.com


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo convite, José Maria. Já fui lá conhecer teu blog.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...