Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Tear feito de um toco de árvore

Hoje é dia de tecer... em tear! Achei este site, http://www.mamamoontime.com, onde a mulher ensina a fazer um tear rabo de rato com um pedaço cortado de um galho de árvore. Olhem só que vocês vão gostar:
 Primeiro vocês escolhem um bom pedaço de madeira, que seja macia mas resistente. Fazem um furo com furadeira, bem no centro, com diâmetro de 1,5 cm. Façam, ao redor desse furo, com uma broca mais fina, quatro furos menores, para encaixar os pinos (que você pode fazer com galhos finos dessa mesma planta, só que descascados e lixados; deverão ser todos da mesma espessura, então, talvez, seja melhor usar palitos de churrasco...). Depois é só encher os buraquinhos dos pinos com cola branca, esperar uns 10, 15 minutos de secagem e encaixar os pinos. Do lado de fora a mulher deixou rústico - que ficou lindo - mas pouco prático, pois determinados fios podem se enganchar na casquinha da planta... Mas, faça como gostar...
 Comece o seu tricô dando um nó e deixando uns 10 cm de fio para poder puxar pelo centro do tear.


 Depois de dado o nó, é só ir contornando os pinos...
 Dê a volta em todos.
 Agora, faça tudo de novo - cada pino tem que ter duas voltas de fio.
 A mulher passa o fio de baixo por sobre o de cima, deixando o fio de baixo cair para o buraco central. Ela faz isso usando os dedos - mas é melhor usar uma agulha de crochê, um prego grande ou uma agulha de tear (eu, particularmente prefiro a agulha de crochê, pois o ganchinho evita que se derrube o ponto sem querer...).



 Enquanto vai tecendo, vá puxando o que já foi tecido pelo centro do tear, através daqueles 10 cm que você deixou no começo. Não puxe forte demais para não estragar o tear, deixar o pinos moles ou tortos...
Quando você já teceu o tanto que queria, é hora de arrematar. 
 Solte o fio do pino mais perto da sobra do fio para arremate e passe esse fio por dentro da argola. 
 Vá fazendo isso sucessivamente para cada pino.
 No final, você fica com somente uma argola e um fio. Passando o fio por dentro da argola, está arrematado seu trabalho.
 Você vai ficar com um cordão mais ou menos assim - variando em comprimento (é óbvio!) porque você vai fazer do tamanho que quiser e em espessura - de acordo com a quantidade de pinos e a distância entre eles. 
 Se você quiser, para arrematar melhor, pode prender o último ponto com agulha de tapeçaria.
Aqui vão algumas amostras de pontos e espessuras, de acordo com a quantidade de pinos:
  • É mais fácil trabalhar nas mãos do que trabalhar com duas agulhas. Os movimentos não são tão repetitivos e, portanto, produzem menos dor nos pulsos.
  • A coordenação entre as mãos não precisa ser tão boa. Até mesmo crianças podem pegar um tear e com um algumas tentativas, eles podem fazer tricô logo de cara
  • Adultos mais velhos, que perderam a destreza das mãos, podem continuar fazendo artesanato, pois o  tear é muito fácil de manusear.
  • Uma tricoteira de primeira viagem será capaz de ver claramente como um tecido de malha se forma através de voltas de linha e laçadas.
  • Por ser menos propenso a cair pontos, a pessoa iniciante não fica desestimulada ou frustrada. Consegue-se diminuir ou aumentar pontos de modo muito fácil, pois pode-se ver claramente quando um pino  tem uma volta em falta ou uma volta a mais...
Agora, só prá deixar vocês babando: lembra quando eu fiz um tear com um pote de maionese industrial? Tá bem AQUI. Pois bem... Com um tear circular daqueles você pode fazer uma boina - ou touca - super linda. É só assistir essa mulher fazendo, se inspirar, jogar fora a maionese, descartar aquele baldinho de limpeza, comprar cola quente e uns palitos de churrasco e fazer (ainda pra este Natal) uma coisa linda destas:


E aqui tem como arrematá-lo:


Bom final de semanaaaaaaaaa!


2 comentários:

  1. Bom dia ROSA!
    Deixa eu te explicar uma coisa.Você pode fazer a boina na agulha reta, sem problema nenhum.Eu fiz na circular, somente para poder gravar o vídeo.
    Porque eu trabalho com a agulha embaixo do braço, e não daria certo a gravação,entendeu.Tenho certeza que agora vc consegue.
    Deus te abençoe!
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, agora você iluminou meu dia! Assim, sim... Beijos e obrigada, minha querida!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...