Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

sábado, 3 de dezembro de 2011

Blusa de crochê japonesa


"Sua missão, Agente R, se você resolver aceitá-la, é fazer uma blusa de crochê japonesa, traduzindo o trabalho para o janelês, criando gráfico de mãe, com fotos e esquemas que a tornem absolutamente fácil e dentro da capacidade de qualquer iniciante na arte do crochê. Então, você deverá sair com essa blusa, disfarçada de mulher chique, de modo que ninguém perceba que você é uma comedora de arroz com feijão. Esta mensagem se auto-destruirá em 5 segundos!".

Ah, Major Monograma, a missão precisa ser um desafio de verdade da próxima vez. Agora, é fazer como as madames: vestir a blusa com uma calça preta (prá ficar mais magra...), um salto mais ou menos (que salto alto não é mais prá mim...), colocar nas orelhas um belo brinco com marcassitas (ouro não é minha praia) e andar por aí olhando todo mundo de cima, torcendo o nariz como se tudo e todos estivessem com cheiro de fralda suja.
Missão cumprida. 
Melhor ainda se eu for a um restaurante chique, pedir o que tiver de mais caro no cardápio, receber um prato lindo com uma colher de comida no centro dele, enfeitada com um galho de salsa e um arabesco de molho, sair de lá com cara de satisfeita e correr prá casa, prá encher a barriga de biscoito de polvilho e coca-cola... (O quê? Tá pensando que não é assim? Depois elas vomitam tudo, fazem lipoaspiração!). Ah, chega! O máximo que eu aguento é na roupa: na hora de comer, prefiro o chinês perto de casa, com boa comida à vontade, quantos pedaços de pudim de leite eu puder comer, todas as rodelas de abacaxi douradas e doces que eu aguentar, por um preço que não leva ninguém à falência...
(Gráfico de Mãe:)

Foto das peças prontas, antes de montar a blusa:


Explicação de como fazer as tiras:

Bom, agora vamos à blusa:

- é uma blusa de motivos, que você faz aos pouquinhos e depois emenda tudo: mais fácil, impossível. Se você trabalha fora, faz um pouquinho de cada vez, numa paradinha pro almoço, em casa assistindo TV - quando você menos esperar, tem todos os motivos e é só montar a blusa;

- a minha é manequim 46; se você quiser fazer menor, tem que ir montando a sua aos poucos (faça as costas primeiro), tirando 1 a duas tiras centrais (uma vermelha e uma preta);

- faça mais curta que você economiza linha - a minha eu fiz mais compridinha e deu preguiça de desmanchar prá encurtar...

- prá minha usei 1 novelo de Anne vermelha, 2 de Anne salmão e 2 de Anne preta. Se você fizer em um comprimento menor, talvez consiga fazer só com 1 salmão (que acabou na metade da primeira manga), mas a linha preta vai precisar porque tem os arremates do pescoço, das mangas e da barra. Mesmo assim, contabilizando-se a 7 reais o novelo, esta blusa custou a bagatela de R$35,00 (TRINTA E CINCO REAIS POR ESSA BELEZURA? É, parece que outra Missão Impossível deu certo...);

- costurar a frente nas costas e pregar as mangas na blusa você faz com a linha salmão e com correntinhas de crochê, acompanhando os desníveis formados pelos círculos e pelas partes retas. Às vezes você une um ao outro com 4 correntinhas, às vezes, com 2, às vezes só com ponto baixíssimo. É só prestar atenção que fica direitinho;

- na hora de fazer o decote, o acabamento das mangas e da barra eu fui fazendo 3 correntinhas, prendia com um pt. baixíssimo, mais 3 correntinhas, mais um ponto baixíssimo e assim por diante. Quando a frente fica terminada, o decote fica muito embaixo: tem que ir fechando com o acabamento em pontos baixíssimos, antes de fazer os lequinhos. Se você quiser ter menos trabalho, comece o decote mais para cima, fazendo a tira central mais comprida (assim como as do lado dela, sucessivamente). Vai gastar mais linha, mas vai ficar mais fechadinha;

- Mesmo sendo rendada, você pode usar só com sutiã cor de pele por baixo que não fica vulgar, devido ao colorido da blusa.

Repara só a blusa de onde eu tirei a inspiração e o ponto:
É feita com linha mais fina, então tem mais tiras e cada tira tem mais círculos. Também tem um acinturado, mas eu não fiz na minha: de complicada já basta a vida...


Agora, dicas importantíssimas:

(I) Quer economizar mais ainda? Faz o entremeio em zig zag em Cléa 1000 salmão, só que, ao invés de fazer sempre 4 correntinhas, você faz 7 (que fica do mesmo tamanho).

(II) Trabalha na área médica, é fisioterapeuta, enfermeira, dentista? Faz toda branca, que fica maravilhosa. Aí, faz as tiras com bolinhas em Anne branca e os entremeios em Cléa 1000 branca - vai ficar lindíssima e super econômica (duas Annes e uma Cléa).

(III) Faz branca pro Revellion: usa Anne Brilho Ouro ou Prata nas tiras, Anne simples ou Cléa 1000 pros entremeios - você vai arrasar...

(IV) Não é branquela como eu, mas quer dar um efeito "nude" nos entremeios? Procura um tom de linha que se aproxime mais da sua pele - isso é que é bom nas linhas da Círculo: tem cor que não acaba mais...

(V) Ainda vou fazer prá mim: Anne Brilho Prata na cor preta para as tirinhas, Cléa 1000 cinza escuro nos entremeios - acho que vai ficar demais...

Ufa! Escrevi prá caramba! Você conseguiu ler até aqui? Convenhamos: eu não fui prolixa, tudo que eu falei era de suma importância para o destino da humanidade... E se você conseguiu ler até aqui e seus olhos não caíram de tédio, merece um selinho como este:

Bons crochétis!!!


(Gostou? Então dá um [+1] aí prá mim, que não paga nada...)



7 comentários:

  1. És fantástica menina, simplesmente fantástica.
    Que Deus te conserve sempre assim.
    Um beijo grande direto do RS.
    Zélia

    ResponderExcluir
  2. QUE COISA LINDA, VC TEM MÃOS DE FADA...

    ResponderExcluir
  3. Obrigada! Beijo pra vocês também!

    ResponderExcluir
  4. Que lindo seu jardim Rosa!
    Tem blusa pra todos os gostos, mas todas
    tem o teu toque tão delicado, dedicação tão
    visivel que quebra as barreiras do limite.
    Onde estás Rosa delicada, dedicada, detalista
    e sofisticada? Está na perfeição de tuas mãos que Deus te ilumine sempre.Te desejo felicidades!
    De alguém que não encontra o fio da meada...

    ResponderExcluir
  5. Ai, a Rosa já não é mais tão delicada - tá ficado velha - mas continua dedicada e detalhista. Sofisticada? Não, só uma comedora de arroz com feijão que gosta do que é bonito... Felicidades prá você também!

    ResponderExcluir
  6. Nossa, sua visita me encantou, pq tenho o mesmo sentimento pela obra que fiz, ai penso, vou lá, ver o cantinho dessa pessoinha super sensível, que me tocou o coração, e me deparo com uma bela estrategista e cumpridora de desafios, e que desafio!!!!!
    Amei essa blusa e salvei tudo, tb quero andar pelas ruas com meu narigão empinadão, orgulhosa de uma peça dessa. Menina, cê ta com tudo e tá prosa, com toda razão. Parabénssssss!!!
    Obrigadinha pela visita e por ter gostado do meu tapete
    bjins e tchau tchau
    Inez Barbosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, fiquei vermelha... É um prazer receber sua visita e também conhecer seu blog, que é lindo. Adorei tudo. Beijos.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...