Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

terça-feira, 5 de abril de 2011

Tem um casaco xadrez na minha janela!!!!








Alguém aí poderia estar dizendo: "Ah, dona Rosa, eu queria muito fazer um casaco bonito para quando o inverno chegar, mas não sei fazer tricô, me atrapalho com aquelas duas agulhas, e nem sei fazer nenhum ponto trabalhado em crochê...". Ou, às vezes, nem sabe fazer crochê... Bom, prá começar, a internet é maravilhosa: se você procurar, com certeza vai achar no Youtube algum vídeo que te ensine a fazer ponto alto e correntinhas de crochê, que é tudo que se precisa para fazer esse casaco simplesmente maravilhoso, superfácil de fazer e que todo mundo vai achar que te deu um trabalhão, que é um ponto supercomplicado, e que na verdade é feito só com correntinhas e pontos altos e uma boa dose de paciência. Então, meu bem, coragem, mãos à obra, compra as lãs e uma agulhinha e magicamente transforme esses fios sem vida em um casaco que vai fazer você sentir orgulho de si mesma... Ah, pode ser lã de novelo também, tipo família, molet, mas aí você tem que adequar a receita, fazendo sua amostrinha, mas é método "tentativa e erro", uma hora dá certo, não desanima... Eu mesma fiz o esquema no paint, não ficou lá essas coisas mas acho que dá prá entender.
Casaco de Crochê Xadrez
O ponto usado nesse casaco é o mesmo dessa receita da pingouin:
200 gramas de lã cristal azul marinho, 150 gramas de lã cristal vermelha, 200 gramas de lã cristal verde militar, agulha de crochê nº 3. (as quantidades de lã são aproximadas, visto que fiz com restos de cones. Pode variar também de acordo com a "mão" da crocheteira, fazendo pontos mais largos ou mais apertados. O casaco que eu fiz veste bem em manequins 40 até 44).
Abreviações: correntinhas = corr.; ponto alto = p.a.
Frentes: 74 corr. + 4 corr. para virar, fazer um p.a., 1 corr. até acabar a carreira. Fazer: 4 carreiras azul marinho, 2 vermelhas, 4 carreiras verdes, sucessivamente, até chegar na cava, a 42 cm do começo (carreira 51). Aí arrematar 3 p.a. (neles incluindo as respectivas correntinhas que os acompanham), depois arrematar 1 p.a. cada duas carreiras até dar 6 pontos altos a menos do lado que está arrematando. Na carreira 66 fazer as diminuições para o pescoço arrematando 6 p.a., 2 p.a., 2 p.a., e de 1 em 1 até sobrarem somente 3 p.a. nos ombros. Parar de fazer na carreira 80. Fazer o outro lado idêntico, com as diminuições invertidas.
Costas: 140 correntinhas + quatro corr. para virar, proceder da mesma forma sem fazer o pescoço.
Mangas: 68 corr. + 4 para virar, aumenta 1 p.a. de cada lado a cada 3 carreiras. Na carreira 52, arremate de cada lado, a cada duas carreiras, 3 p.a., 2 p.a., depois de 1 em 1 até sobrarem 38 p.a.
Montagem do xadrez: Fazer correntinhas de cada uma das cores e introduzí-las com agulha de tapeçaria nos espaços que ficaram entre cada ponto alto do trabalho, formando os desenhos conforme o diagrama. As correntinhas devem ser feitas por metros e metros, e cortadas quando atingem o tamanho necessário a cada listra. Costure na barra e depois costure no ombro e comece na barra novamente, fazendo a introdução de forma intercalada. Depois que todo o xadrez for feito, costure o casaco, faça com a cor escolhida um barrado na cintura em ponto baixo ou em ponto alto relevo, pegando ora por trás ora pela frente da alça do ponto alto da carreira anterior. No acabamento da frente, intercalar casas. Pregar os botões.
Observações importantes!!!!
#1 - Para um bom caimento, faça um molde do tamanho do casaco, copiando de alguma blusa que você já tenha e aí faça a quantidade de correntinhas de acordo com o seu manequim. CONTUDO, essa blusa, quando feito o xadrez, diminui de tamanho tanto na largura quanto no comprimento (por causa do relevo que fica). Assim, não se assuste se ela encolher e antes disso, se prepare treinando numa amostra.
#2 - Eu fiz um bolso embutido, que também é muito fácil: Na frente, após ter crochetado 16 carreiras, deixe 5 pontos altos sem fazer na borda próxima à costura com as costas, durante 16 carreiras. Depois acrescente esses pontos de volta no lugar, e, quando costurar o casaco, deixe esse espaço aberto, faça um bolso de tecido na cor mais predominante (aquela que você escolheu para fazer os barrados) e faça um barrado na borda exterior do bolso também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...