Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

terça-feira, 7 de abril de 2015

Matelassada...




De um jeito fácil e que custa pouquinho...

Primeiro: sou uma negação em matéria de patchwork... O máximo de emendação de retalhos que eu faço é o velho emenda-quadradinhos, tudo feito no olhômetro... Quando eu era pequena todas as roupas velhas eram aproveitadas prá se fazer cobertas de retalhos emendados - e só quando a roupa já não tinha serventia (por não caber mais no tamanho ou por estar com partes roídas de tão gastas...). 

Mas fico com os olhos brilhando quando vejo as artes da Ana Cosentino, por exemplo... Outro dia, no Blog da Helena (Minha Primeira Costura) ela comentava que tava sem empregada prá fazer as faxinas e sugeria que bem poderia trocar aulas de costura pelo serviço... 

Aproveitando essa ideia, se a Ana Cosentino morasse perto de casa... Eu bem que ia sugerir se ela não queria fazer umas trocas de bolsas por serviço, ou por tricô, ou por meus mundialmente famosos dotes culinários... Ai, ai...

Mas me virei bem de novo - mesmo sem ter todo o talento dela. Não uni retalhos, mas dei uma matelassada básica na última bolsa que fiz prá minha Naninha...



Fiz maior que esta última AQUI, que foi feita de corino. 



Desta vez usei três tipos de tecido: Jacquard de decoração (usado prá fazer cortinas e almofadas) preto prá ser o pano base da bolsa, brim preto pro forro e um pedaço de popeline estampada prá fazer o detalhe do bolso.

Do lado de fora eu matelassei tudinho - prá grudar os tecidos na manta acrílica e, além de ficar bonitinho, dar mais resistência à peça.

Prá fazer é bem fácil - espia só num outro tipo de tecido:


Você usa nossa velha amiga: fita crepe.

Eu sei que existe pé de máquina prá fazer esse tipo de trabalho - mas eu não tenho. Toda vez que eu saio de casa eu me prometo passar na loja de máquinas prá comprar, mas sempre acabo sofrendo de amnésia quando atravesso a porta - um horror ficar velha... Mas eu não me desespero - me viro! E você, que também sempre esquece de comprar o tal pesinho, vai se virar também:

Vai colando pedaços da fita por sobre toda a parte que vai ser matelassada, com uma distância de uns 3 mm entre cada fita - e passa uma costura nesse meinho. Depois que matelassou tudo num sentido, arranca com cuidado as fitas e cola no outro sentido, prá fazer os losangos - a cola dura umas quatro coladas...

Fiz isso no jacquard preto e na popeline, daí montei a bolsa como ensina a Paula Piai no blog Juju Teteia - só que esta segunda bolsa eu fiz maior do que ela ensina, prá caber mais coisas.

A Naninha adorou e as amigas também queriam uma - pena que a mãezinha dela não aguenta nem com a própria carcaça prá poder pegar encomendas...




Fiz bolsos internos - um com zíper de um lado e três que ficam somente abertos, prá encaixar celular, carteira, etc. 

Prá dar sustentação na bolsa eu fiz um fundo removível - e não negando jamais meu título mundial de "Rainha do Improviso" eu usei uma capa de caderno velha e a parte reta de uma embalagem plástica de desinfetante:




Ficou bem firme, ninguém jamais vai saber da minha "gambiarra"...

Do lado de fora, além do bolso ter zíper, coloquei um enfeite de flor que eu pintei com esmalte de unha:




E - por falar em esmalte e inspirada pela Nina, do blog O Meu Pensamento Viaja - dei uma resgatada na vaidade perdida e pintei as unhas:



Não é lindinho esse esmalte? E o nome combina comigo: "Amor de Mãe"...


Mesmo o ato de pintar as unhas tem que ser divertido, igual brincar - eu, pelo menos, me divirto sempre que posso...

7 comentários:

  1. Rosa, querida, que bom que te inspirei e tratou das unhas que, por sinal, ficaram um espetáculo de lindas!

    Tenho entre mãos uma bolsa para oferecer a uma amiga e adorei o truque da fita colante para guiar o pesponto. O fundo da bolsa também foi uma dica importante!
    obrigada, querida.

    A páscoa foi boa, lá no sítio? Oxalá!
    Grande beijinho da Nina

    ResponderExcluir
  2. Rosa, suas unhas ficaram lindas! Você merece se cuidar sempre.
    A bolsa ficou show, você sempre criativa...
    Bjs e ótima semana

    ResponderExcluir
  3. Sobre o corpete... não pense que aqui em casa é diferente. Só na praia mesmo que elas usam, ou em casa, se tiver um dia muuuiiiittoooo quente. Mas, são uma delícia de se fazer.
    Não sou forte, sou apenas paulistana. Preciso passar em determinados lugares todos os dias, ver coisas que não acho certa, e manter na mente que não vou consertar o mundo. Como sempre digo, mal consigo dar conta dos meus problemas...
    A vida é intrigante, quanto mais penso, mais aumento minhas perguntas kkk
    Ah, e vê se para de se chamar de velha... seus pés e mãos te desmentem rsrs
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. que bolsa linda amiga .... amei ... parabens ... bjinhos obrigado querida pelo carinho la no meu cantinho ......seu blog é lindo ja estou te seguindo tbm ..Deus abençõe

    ResponderExcluir
  5. Rosa...as bolsas estão lindas e dão tanto jeito!
    As unhas estão maravilhosas (eu não gosto de me ver de unhas pintadas)!
    Bj amigo

    ResponderExcluir
  6. Rosa querida

    Como sempre fazendo coisas lindas, de bom gosto. Trabalho perfeito.
    Hummm...chocolate já é bom demais (adoro!!) e ainda de maracujá!! Que tentação!! maracujá é uma das minhas frutas favoritas e quando estava grávida eu comia maracujá à beça pois na casa de meus pais havia um pé de maracujá. Eu e o baby que estava gerando nos deliciávamos.

    Rosa, tanto faz ser chocolate genérico ou junto com outros sabores. Chocolate é sempre bom e os homens não entendem muito bem essa fissura feminina mas pelo menos sempre lembram de nos presentear com essa maravilha: Chocolate!! nhã...nhã...nhã...

    Mas, apesar de eu gostar muito de chocolate (embora não seja chocólatra), este ano não curti essa gostosura.
    Desde semana passada, inclusive durante a Páscoa, tenho estado desanimada até para costurar mas sei que é temporário.
    O motivo é o maridão estar adoentado e nem sequer curtimos a Páscoa como todos os outros anos fazemos. Desde semana passada ele tem estado abatido, pouco apetite, mal estar, tonturas e teve febre alta. Foi diagnosticado com dengue. Nesse tempo tenho resolvido uma série de coisas sozinha no trabalho e em casa. É cansativo fazer sózinha o que estou acostumada com a ajuda dele e vendo-o tão prostrado, fico muito triste mas não deixo ele perceber.

    Os médicos dizem que não remédio para dengue, infelizmente. Mas pelo menos há procedimentos que devem ser tomados à risca como fazer repouso, beber muitos liquidos, evitar alguns alimentos e tomar analgésico (não pode ser AAS) enquanto sentir dores no corpo e tiver febre. E assim temos feito.

    Hoje, ele está bem melhor, inclusive dorme melhor a uns 2 dias, sem ficar gemendo de dor. Mesmo com remédio, ele disse que a dor incomoda. Esta semana começou sem febre, dores diminuindo, porém continua sem apetite, diz que tudo que põe na boca está amargo. O médico disse que é assim mesmo mas que depois passam essas sensações. As manchas avermelhadas e que coçam estão diminuindo.

    Rosa, que dureza é essa dengue, viu? Se o maridão ou um dos nossos filhos não estão bem, eu também fico apática. Esta semana ainda tenho que levar o nosso trabalho à frente. Quanto as costuras....não tive ânimo nenhum. Mas não posso entregar os pontos então procuro levantar a cabeça e seguir em frente fazendo o que consigo resolver. Como disse o Chico Xavier...tudo passa!! e eu digo...já está passando.

    Mas, mudando de assunto para algo que gosto muito...unhas pintadas.
    As suas ficaram lindas com essas bolinhas. Seus pés são joviais e bonitos. E temos que ter um pouco de vaidade sim, sem futilidades, é verdade! acho que pintar as unhas é uma das formas de carinho consigo própria e há cores tão lindas de esmaltes!! apliquês tão femininos. Esse "Amor de Mãe" achei demais bonito!!

    Bjs e boa semana.

    ResponderExcluir
  7. Nosssaaa eu já estava desistindo em comentar aqui.
    Desde o dia que você postou, que não abre a caixa de comentários.
    Tentei de tudo...mudei de computador, fui par o MacBook e...nada...
    Rosa, rosinha, eu já estava indo comentar lá no Face, pois agora você é minha amiga lá tb.
    Tentei hoje umas 3 vezes ...esqueci...e...de repente...abriuuuuuu....
    Ai, ai, esse blogger...dando dor de cabeça..rsrsrs...

    Rosa, minha mãe fazia colchas e mantas com todos os retalhos das roupas velhas...depois de muito usadas, ela cortava e costurava...na mão...nada se perdia, depois, fazia o matelassê .

    Sua bolsa matelassada ficou linda e a cor...divina...amo azul!

    Como você é criativa, Rosa...adorei sua gambiarra!!! kkkkk

    A outra tb ficou legal...

    Rosa, esta semana, minha linda manicure passou nas unhas dos pés esse esmalte...achei bonitinho...nem vi a marca e o nome...ela disse que está em alta...eu aprovei pois nos pés só uso tons claros.

    A Nina é uma querida e eu fico boba com o ânimo dela...faz tudo com tanta alegria...adoro!!

    Rosa, rosinha, tenha uma bonita tarde!

    Hoje vou tentar costurar um conjunto de cozinha para uma amiga que vai casar...bemmmm...se ficar bom eu vou dar como presente de chá de cozinha....hehehe...

    Sou meio cabeçuda para as costuras...vamos ver o que eu consigo...o conjunto já vem desenhado ....é só cortar e costurar...vamos ver o que sai....kkkkkk

    beijinhos,

    Lígia e =ˆ.ˆ=

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...