Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

terça-feira, 28 de abril de 2015

Fácil demais!!!




Esse tecido foi comprado no Varejão Chaves, prá fazer mais uma camisa levinha prás minhas filhas. Paguei 2 reais, era apenas um retalho...

Mais caro acabou sendo o forro: como "no meio do caminho" a Lola disse que achava ele lindo prá fazer uma saia de Pin Up, não dava prá fazer saia dele sem forrar - pois era transparente... Daí, na loja de tecidos ModaModa, do lado do Shopping Penha, comprei o tecido de forro mais baratinho que tinha - 5 reais... - e no armarinho comprei um pedaço de entretela das antigas, não colante e bem grossinha.

Cortei o tecido ao meio (de ourela a ourela), ficando com 2 panos. Usei um pano e meio prá fazer o rodado da saia, um pano apenas prá fazer o forro (menos rodado, senão achei que a saia ia ficar um paraquedas...) e, do outro meio pano de bolinhas, fiz o cós. 

Super simples de fazer, só unindo em círculo o tecido principal e o forro, franzindo ambos os tecidos separadamente na largura que estabeleci para o cós da cintura, alinhavei os dois juntos e preguei no cós.

Fiz bainha à máquina bem fininha no forro e à mão do lado de fora, bem caprichadinha como minha mãe me ensinou. O forro eu fiz 3 cm mais curto que a saia de fora e pronto! Uma saia linda de Pin Up!

Essa que tá usando a saia na foto é a Naninha, que pediu emprestada a saia da irmã prá ir dançar com o namorado - e falou que ficou o máximo, pois a saia rodava, levinha, acompanhando os movimentos dela... 

Se você quer fazer uma igual prá você ou prá bambina ou prá freguesa, saiba que é um ótimo projeto prá uma iniciante: algo que você não se mata tentando fazer, que dá um bom resultado, que não precisa ser fera no Corte e Costura prá arrasar e se sentir orgulhosa de seus talentos.

Ah, e eu achei um vídeo ótimo explicando como faz:



E - só prá arrematar - espiem o cabelo verde da minha Nana... Não ficou lindo? Adorei essa cor, já saiu mais da metade da tinta e ainda tá lindo demais. 

Acredita que um professor da faculdade veio implicar com ela? Disse que tinha que conversar com ela sobre "esse cabelo verde" e os de outras cores que ela vive pintando (azul, rosa...), que (como ela tem que ir toda semana estudar casos no Hospital Psiquiátrico...) os pacientes não podiam ver esse tipo de cabelo pois podiam surtar! Que - além disso - os pacientes do hospital regular onde ela vai no outro dia também acabariam duvidando da seriedade dela como profissional da medicina por causa dessas cores de cabelo... 

Ela ficou chateada, achando que no final da aula o professor ia intimá-la a cortar as pontas ou tingir... Mas aí, no decorrer da aula, ela (invocada) respondia todas as questões que ele propunha prá classe (ainda mais que nos dias normais, só por causa da invocação...), tudo certinho... Ele então disse: "Olha, acho que esse teu cabelo até que é uma boa... Talvez mais gente devesse pintar o cabelo assim também...".

He, he, he... Como se cor de cabelo fosse indicativo de inteligência... 

7 comentários:

  1. EHEH!
    Eu acho o máximo a cor do cabelo!
    Ela está um belo manequim!!!
    Bj amigo

    ResponderExcluir
  2. O cabelinho está muito lindo e a menina não deve dar importância a esse tipo de comentário.
    A saia ficou um amor, muito linda. Acho que até eu seria (talvez ...) capaz de a costurar.

    Já me inscrevi no site chinês e realmente encontrei artigos bem tentadores.

    De repente, lembrei do filme "O diabo veste Prada" - A verdade, Rosinha, é que há artigos caros, muito caros, mas de tão boa qualidade que merecem o investimento.
    Tudo não - que não posso - mas uma coisinha ou outra eu compro.
    Beijinhos querida. Tenha um dia feliz.
    Nina

    ResponderExcluir
  3. Rosa, não acredito que o homem foi implicar com o cabelo dela...
    Que falta de respeito! O que é que ele tem a ver com isso?

    A saia é linda!
    Bom feriado e espero que esteja melhorando
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Rosa

    Que charme essa roupa! simples, elegante e muito bem feito.
    Sobre o cabelo da Nana...o professor não tem que dar palpite e seeu estivesse no lugar dela não mudaria o modo de ser pois não afeta em nada a capacidade dela de aluna e de profissional.
    O professor tem que analisar outras coisas nos alunos e não a cor ou corte do cabelo, se tem ou não tatuagem, se usa roupa de bolinhas ou listrada e etc.

    Bjs e até mais "ver".

    ResponderExcluir
  5. A saia ficou showw, e a filha deu uma aula sobre preconceito para o professor. Nota 10 em tudo!!
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá, Rosa.
    Amei a sua postagem, 10.
    Desejos de um bom fim de semana.
    Te espero lá no meu blogue. Abraços

    ResponderExcluir
  7. Notei o cabelo, logo! Sabes que a minha filha é doida pra pintar hahaha
    Ah, eu acho lindo o cabelo da tua filha, e ainda bem que o professor repensou o seu preconceito. O povo tem que parar de enquadrar hahaha
    Rosa, querida, que saia bela... e que pernocas lindas tem a tua menina!
    Abandonei as costuras, mas morro de vontade de voltar. Realmente, fiquei sem tempo. E como sou metódica pra costurar, não posso costurar com um tempo curto.

    bjs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...