Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Primeira tentativa

Uma amiga do Face me pediu ajuda: viu uma blusa na internet e queria muito fazer o tal ponto - e Ahhh, como eu entendo essa vontade de aprender um ponto e ter dificuldade de achar a receitinha!!!



Lindo, não é? Espia o avesso - até ele é lindo:



E fica tão levinho, tão delicado - já pensou uma blusa de verão com ele, uma saída de praia (é prá isso que a tal amiga minha quer o ponto...)? Um xale???


A blusa da qual ela queria o ponto eu não posso mostrar - não é minha, a criadora teve o trabalho de desenvolver o ponto e está no seu pleno direito de não querer ensinar (afinal, foi o tempo e a criatividade dela que foram gastos na criação da peça...).

Mas de olhar a blusa e quebrar a cabeça, cheguei num resultado prévio e - como esse trabalho e criatividade foram meus... - posso mostrar como ficou a minha primeira tentativa de fazer o ponto, sem medo de ofender a ninguém...

Bom, aqui tá o pap da primeira tentativa:

Iniciei a amostra com 64 pontos laçados na máquina. Teci 4 carreiras e coloquei os pesinhos.

Prá facilitar o entendimento, chamei o desenho do ponto de "olho de ciclope" - é, eu assisti muitos filmes da Universal na sessão da tarde, quando era menina... É que os furinhos parecem um olhinho com duas sobrancelhas, uma de cada lado. Escolhi um lugar pro furinho central - a primeira agulha à direita do zero. Entre cada olhinho eu deixei 21 agulhas de distância. Tira o ponto dessas agulhas e empurra elas prá fora do trabalho.

Taí: três buraquinhos, com 21 agulhas de distância entre eles - e as respectivas agulhas estão lá atrás, descansando.

Teci duas carreiras - e no lugar da agulha vazia ficaram dois fiozinhos.

Hora de aumentar o buraquinho: peguei as duas agulhas que ficam ao lado da vazia e fiz ficarem vazias também, transportando os pontos delas um prá direita e um prá esquerda. Agora são três agulhas descansando prá cada "olho".

Teci duas carreiras - os fios das agulhas paradas ficaram maiores - mas ainda não tem "olho" nenhum aí. 

Prá fazer o olho eu fiz em duas etapas. Primeira etapa: devolver pontos prás duas últimas agulhas que eu esvaziei. Peguei um ponto da carreira anterior de cada uma das agulhas mais próximas e, com o transportador de 1 ponto, passei prás duas agulhas.

Agora tem que ir fazendo sumir aquelas alças: prás mesmas agulhas que acabaram de receber os pontos da carreira anterior eu mando "um bocadinho" de alças, usando o transportador...

Bem assim, tá vendo? Clica na foto que ela fica maior.

Agora do outro lado.

Empurra as duas agulhas prá frente, prá ter certeza de que vão tecer e engolir as duas alças (é porque tem muita coisa nas agulhas, melhor prevenir...)

Tece duas carreiras e agora aquelas agulhas já estão perfeitas - só falta encher a do meio.

E encher a do meio é fácil: é só colocar as duas alcinhas nela.

Usando o transportador de um...

Põe ela bem prá frente...

e então tece duas carreiras - taí o olhinho...

Agora é hora de fazer as sobrancelhinhas. Contei 7 pontos de distância do centro (não conta nem o ponto central do olhinho e nem o ponto inicial das sobrancelhas). Tira o ponto da sobrancelha da direita e transporta ele prá primeira agulha da esquerda. Tira o ponto da sobrancelha da esquerda e transporta ele prá primeira agulha da direita. é bem simples: transporta os dois pontos em direção ao olho.

Não esquece de tirar as agulhas do trabalho - senão vão ficar mini-olhinhos e o que você quer é uma canaleta inclinada, cheia de fios no meio. Tece duas carreiras.

Hora de fazer a sobrancelha ficar mais larga, da mesma forma que fez o buraquinho do olho ficar maior. Transporta pros lados os pontos das duas agulhas mais próximas das agulhas iniciais - cada sobrancelha tem 3 agulhas vagas. 

É bem assim, tá vendo? Três agulhas vazias, empurradas lá prá trás. 

Tece duas carreiras e já começam a aparecer as hastes, os fiozinhos do meio das sobrancelhas.

Hora de inclinar as sobrancelhas, usando o transportador. As duas agulhas mais próximas do olho inicial tem que mudar de lugar: transporta elas em direção ao centro. 

Essa agulha ficou vazia - e agora temos 4 (só que não pode, a largura da sobrancelha é de apenas 3...)

Então, prá voltar a ter largura de três, pega um ponto da carreira anterior do lado oposto da sobrancelha e, com o transportador, coloca ela no lado oposto da agulha que acabou de esvaziar, prá preencher essa e manter a largura de 3 vazias. Deu prá entender?

Vai fazendo sempre assim: transportando prá mais perto do centro, onde fica o olhinho, e preenchendo a agulha do outro lado com um pontinho da carreira anterior. A cada vez tece duas carreiras.

A sobrancelha vai se formando, inclinada e com largura sempre de 3 agulhas.

Quando tiver apenas 3 agulhas entre as duas sobrancelhas é hora de parar e começar a afinar a sobrancelha, formando um biquinho. 

Nunca mexe na distância de três agulhas entre as sobrancelhas, mas pega um pontinho da carreira anterior de cada lado de fora delas e preenche uma das agulhas vazias - agora a largura é de apenas duas agulhas vazias.

Dá prá ver? Duas agulhas vazias de um lado, duas do outro e três agulhas cheias no meio, entre elas. Tece duas carreiras.

Faz de novo: pega um pontinho da carreira anterior de cada lado de fora das sobrancelhas e preenche, deixando a sobrancelha com apenas uma agulha vazia de largura. Tece duas carreiras.

E faz isso uma última vez nessas sobrancelhas, fechando elas. Clica na foto que você vai ver que as duas últimas agulhas foram preenchidas por pontos da carreira anterior.

Daí começa a fazer novos olhinhos, intercalados nos espaços do meio.

Não está perfeito: acho que a distância entre os olhos deveria ser de 19 agulhas (e não 21, como eu fiz...). 

Também tem outra coisa: acho que as sobrancelhas deveriam começar na mesma altura que os olhinhos, assim ficariam mais perto deles (e se pareceria mais com o ponto da blusa original...).

Mas até que tá bom, prá um começo. E ficou um ponto lindo também, mesmo sendo diferente daquele que o inspirou.

E aí, diz prá mim: gostou? Então dá um Google + prá Dona Rosa, que ela fica feliz...



13 comentários:

  1. Rosa

    Mas você hein? Danada, esperta, um gênio.
    Que bonito esse motivo e realmente fica show em blusa ou saída de praia.

    Parabéns.

    Bjs e bom fds

    ResponderExcluir
  2. Rosa mulher sabia que podia contar contigo aveeeeeeeeeeeeeeeeeee, que gênio tu é muito inteligente,obergada de coração Deus te abençoe

    ResponderExcluir
  3. Rosa querida, vc é muito arteira!
    Vc com essa máquina maravilhosa, não faria mais pontos em agulhas tradicionais rsrsrsrs
    Trabalho lindo! Parabéns.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Puxa... mas que olho bom tem esta Rosa!!!
    Não vi a blusa inspiradora mas o que criaste ficou lindo, acho que será perfeito para uma saída de praia.
    Super bacana seu gesto... empregar seu tempo e sua inteligência para ajudar uma amiga a realizar um projeto.

    Beijo e bom fim de semana,

    Parabéns e bom final de semana,


    ResponderExcluir
  5. Rosa...o ponto é mesmo lindo!!!
    Que bom é ajudar quando alguém precisa!!!
    Eu domino pouco o tricot!!!
    Bj amigo

    ResponderExcluir
  6. Rosa, rosinha!!!!

    Fiquei aqui literalmente de boca aberta!!!!

    Meu Deus! Como você é habilidosa - e tão generosa!!

    Fiquei olhando seu pap...fico apavorada só de ver os dentes dessa máquina...desculpe a curiosidade e me corrija, se eu estiver errada...essa máquina é a Lanofix?

    Lembro que minha prima do Paraná tinha uma e certa vez ela fez uma blusinha para mim.

    O trabalho final é lindo...adorei!!

    E tenho certeza que sua amiga está dando pulinhos de felicidades!

    Querida, acho que estou um pouco ausente do seu blog.

    Não estou dando conta das visitas...e vc nem sabe...mamys e eu conversamos e resolvemos fazer logo mais umas coisinhas aqui em casa, para aproveitar o pedreiro...........help.....mais dias pela frente me aguardam com poeira, poeira...tudo fora do lugar...snfiii!!

    Desejo uma semana bem bonita para você!

    beijinhos, Lígia e =^.^=

    ResponderExcluir
  7. Querida
    Costumamos dizer que amigos de verdade são os que estão ao seu lado em momentos dificeis...Mas nem todos os amigos estão do nosso lado, como desejamos. Podem está em sintonia com nossos pensamentos e morando em nossos corações . Amigos virtuais são assim, separados por uma telinha, na maioria das vezes de lugares bem distantes, mas próximos de nós , unidos por um sentimento de amizade tão real como os que já nos abraçaram a apertaram a nossa mão. Obrigada amiga por fazer parte da minha vida.
    Grata pela visita e comentários nas minhas postagens, seja sempre bem vinda.
    Abraços, uma noite abençoada e um amanhecer feliz.
    Lourdes Duarte.

    Parabéns sua arte é divina!!

    ResponderExcluir
  8. Rosinha é claro que gostei, só a perseverança é de elogiar, muito
    complicado esse trabalho, mas o resultado vale a pena, beijos amiga

    ResponderExcluir
  9. Oi Rosa, fico sempre namorando suas artes. Me encanta muito ver sua criatividade, o cuidado com que vc prepara cada peça. Esse trabalho exige um pouco mais de persistência, mas tudo é possíivel, como vc mostra. Parabéns !
    Bjs,

    ResponderExcluir
  10. Rosa, quero aproveitar o dia de hj e cumprimenta la ... Parabéns vc é mesmo uma Mestra e é um privilégio aprender com vc seus ensinamentos para mim são jóias, obrigada pelo seu tempo, sua dedicação e sua generosidade. Que pessoa linda é vc ! Mais uma vez, obrigada. Bjs
    Roseli

    ResponderExcluir
  11. Rosa querida, passei só para dar um oi e saber se está tudo bem por aí.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. um show... e a generosidade essa não tem preço...
    Ana

    ResponderExcluir
  13. Rosa, sou tua fã. És tão inteligente, tão habilidosa, e tão prestativa.
    Lindo o ponto! Pensei numa saída de praia, justamente.

    bjs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...