Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Assim que se torce!

Primeiro a Fernanda - com um cachecol amarelo que fiz prá ela, nem me lembro quando:




Não ficou lindo? E ela não é linda? Toda magrela - já fui assim um dia, jovem e magra... Hoje tenho tantos anos e tantos quilos na bagagem - ai, ai... É a vida, a fila anda, tudo passa, não é mesmo?

Bom, o cachecol foi feito com lã Cristal, usando o mesmo ponto desta blusa AQUI : 70 pontos, regulagem 8, até dar um metro e quarenta (não me lembro quantas carreiras foram...). Linda essa cor, foi feito bem antes da Copa, só porque a Fernanda gosta de amarelo - mas agora tá calhando direitinho, não tá?

Agora a roupinha da minha pequena:



Espirrinho de cachorra, torcendo pelo Brasil - menos nas horas de fogos, daí ela corre prá onde eu tô, pede prá subir no meu colo, dá umas patadinhas na minha barriga prá entrar dentro da camiseta, prá se esconder com a mamãe... Medrosa e linda - e a única uniformizada aqui de casa... Se alguém tiver um cachorrinho assim, minúsculo, e quiser a receita, me avisem no comentário que eu acrescento na postagem, tá bom?


-"E eu nem sei o gosto dos camarões - mas eles não deram nem pro cheiro, mamãezinha..."

Sei lá... Acho que, pela fortuna que os jogadores brasileiros ganham, era prá fazerem pelo menos cem gols cada um por partida - mas essa é a minha opinião e eu não entendo nada de futebol...

Então, Copas à parte, como ela é friorenta, a blusinha veio bem a calhar - mas mesmo assim, olha só o que ela faz:



Se deita no sofá, num travesseiro velho que eu tenho prá apoiar as costas quando faço tricô - que é mais firme que almofadas... - e pede prá ser coberta com a blusa verde velha de estimação (uma blusa que tem história, é a favorita de todo mundo aqui em casa, tem mais de vinte anos - mas ela tomou posse..). Fica quentinha e solta um cheirinho de Doritos que todo mundo em casa aprecia demais...

-"Dá até soninho, mamãe, essa quenturinha toda..."


Eu sei, amô... você fica lindinha de amarelo e vai continuar torcendo, não vai? E mostrando a linguinha pros outros times, que assim, quem sabe, o Brasil ganha...


E atendendo a um pedido, aqui está a receitinha. Usei uma sobra de lã, a blusinha pesa umas 50 g... É muito fácil de fazer, se a pessoa não tiver frontura pode fazer barra doble que também fica linda.

Ah, caso a pessoa tiver um cachorrinho maior, é só medir a circunferência da barriguinha, pouco antes de começar as perninhas de trás, e adequar a receita: Faça um molde de papel, apoie sobre um tricô já feito e calcule quantos pontos e carreiras vai precisar. A única parte mais chatinha de fazer é o decote, mas até pode fazer reto. Não tem cavas, só uma diminuiçãozinha prá dar o afunilado do corpinho.



2 comentários:

  1. Ai que fofa! Também queria dar uma cheiradinha nesse 'doritos' hehehe. Me deu vontade de fazer roupinhas pros meus também. Mas tem que ser costura, pra sair mais rápido, á tempo de usar nessa copa ainda! Acho que vou aproveitar umas camisetas de copas antigas que estão guardadas.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa ideia essa de usar as camisetas velhas! Aposto que os teus bichinhos vão ficar lindos e quentinhos - e ajudar a trazer boa sorte também!

      Beijos, Luci querida!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...