Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Como eu fiz...


A ideia era fazer uma roupa nova pros edredons mais velhinhos da casa - na verdade fazer a primeira de várias! Coisa mais genial poder trocar as roupinhas dos edredons toda semana, deixando-as limpinhas, com cheirinho de amaciante - ahhh.

Mas aí, depois de muito pesquisar na net, eu mudei de ideia. Gente que gastou um bom dinheiro comprando capas prontas se dizendo arrependidas: o edredom ficava dançando dentro da capa, formando um bololô num canto, deixando a cama com cara de destruída - não, definitivamente não!

Esses edredons eram os mais antigos: as crianças eram bem pequenas e tínhamos cobertores - mas não edredons. Eu inventei de passear de carro até Ibitinga - terra do bordado - onde uma colega de trabalho minha tinha ido recentemente e trazido montões de coisas prá casa dela - e prá vender também...

E lá fomos nós, de carro, num dia quente, com a garrafa térmica de 3 litros cheia de chá de frutas vermelhas gelado e um pote grande cheio de batatas assadas no microondas e passadas na manteiga. No caminho, um mistério: "Cuidado com os treminhões" - "O que será isso, meu Jesus Cristinho?" Acabamos não vendo nenhum, mas as placas de aviso continuaram aparecendo, esparsamente, durante todo o caminho...

Um galpão enorme cheio de barracas, sem ventilação nenhuma, com lanchonete a vender salgados e refrigerantes caríssimos... Nunca mais. No final nem valeu  a pena: comprei um edredon de casal e 3 de solteiro, uma cortina pro meu quarto, umas toalhas de mesa e uns panos de prato - tudo coisas que eu teria comprado a preço melhor e com tanta variedade quanto na 25 de março. 

Mas a cortina ainda está aí - parece que nunca vou me ver livre dela... - e os edredons... Bom, de tanto uso acabaram ficando ralinhos. Minha ideia era fazer capas prá eles e levar pro sítio, mas depois da pesquisa mudei: resolvi fazer um novo forro.

Fui no Varejão Chaves de Guarulhos que, prá minha sorte, tinha acabado de receber muitos tecidos de lençol lindos! Comprei estampados de flores prá fazer o lado da frente e branco de bolinhas miudinhas prá fazer o avesso e pronto! Ficaram ótimos!

Mais que isso: ficaram excelentes. Nada que mereça parar na capa da Casa Cláudia - até porque eu fiz tudo na raça, alinhavando tudo sentada no chão, com o corpo todo dolorido. Mas não fazem feio não! Primeiro porque eu que escolhi a estampa - coisa que, quando você compra o edredom pronto não consegue... - segundo porque o tecido que escolhi é 100 % algodão de qualidade, super macio. Terceiro: como não removi o forro antigo, o edredom ficou mais pesado e muito mais quente. Aguentou frio de 1º Celsius bravamente! Levei pro sítio com a intenção de deixar lá e acabei trazendo de volta: todo mundo se apaixonou por eles e não quiseram se separar...
Ó, quer uma ideia maravilhosa? Junta todos aqueles retalhos que você tem e faz um dos lados todinho em patchwork - igual minha mãe fazia, quando eu era pequena... Nem precisa fazer aqueles desenhos lindos se você não souber (eu não sei), só junta os retalhos fazendo tiras, depois junta as tiras e usa...

Só você vai ter um assim no mundo...

(Ah, descobri depois que treminhões são uns caminhões grandes cuja caçamba atrás é aberta, prá carregar lenha. Só não descobri porque a gente tem que ter cuidado com eles...)

21 comentários:

  1. Rosa, Rosa sempre nos premiando com suas dicas e histórias.Quero mt fazer capas para meus edredons, mas cadê tempo? Amada, na minha postagem do cachecol de curvas,não fui gentil não, apenas falei o que sinto no meu coração. Tu és uma pessoa maravilhosa e despreendida, sempre nos ensinado coisas lindas e mostrando experiências de vida, está plantando mt amizade, então só pode mesmo receber mt carinho.
    Bjus!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Liege querida, eu sei que é bondade sua, sim... Obrigada por tanta gentileza e carinho. Beijos!

      Excluir
  2. Rosa, acho que avisam para ficarmos atentos aos treminhões pois eles são compridossss...rsrsrsr...

    Você é criativa, prática, econômica...te admiro muito!!

    Quando meus edredons ficavam bem usadinhos, eu cortava, alinhavava e presenteava minhas cadelinhas. Mas, ao longo dos anos, foram morrendo...estou com 3 que possuem um guarda-roupa lotado!!rsrsrsr...então agora, eu dou para os catadores de papéis que ficam na praça próxima de casa...e eles usam...fico feliz!!

    Adorei sua sugestão e você tem razão ... ficará exclusivo!

    beijinhos,

    Lígia e =ˆˆ=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem mesmo as ideias mais caridosas e cheias de bom senso, Ligia querida. Você é insuperável.

      Beijos.

      Excluir
  3. Nossa! Que máximo! Adorei a idéia! Ai! Como eu queria saber costurar! Eu tenho máquina em casa mas n sei fazer nada!! Só tricô mesmo! rsrsrsr
    Sua idéia foi genial e o resultado é fantástico! Parabéns!
    Beijos!
    Sam

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O melhor prá se aprender a costurar é pegar a máquina, enfiar linha na agulha, pegar uns trapos e fazer experiências, prá perder o medo. Experimenta...

      Beijos e obrigada, querida Samantha.

      Excluir
  4. Que bacana, adorei o Edredom ficou lindo com essa estampa floral!
    Boa ideia renovar é sempre bem vindo!
    Bjs e terça pra você...
    Cris...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Cristiane querida. Beijos e uma linda quarta feira prá você.

      Excluir
  5. Oi Rosa, a capa ficou linda!

    Deixa eu ver se entendi direito ( não sou tão arteira quanto você...rsrsrs), porque gostei da idéia, principalmente da parte deles ficarem mais quentes! Não é uma capa, mas um novo revestimento, certo?
    Na hora de lavar, vai como está para a máquina, não é?
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, como ele fica mais grosso e pesado tem um inconveniente: lavar só em máquina que aguenta o peso. A minha é uma Eletrolux que aguenta 12 quilos, então eu lavo o edredom de casal com uns dois lençóis prá contrabalançar e dois edredons de solteiro de cada vez. Só em máquinas pequenas é que tem que tomar cuidado. Beijos, Doutora querida!

      Excluir
  6. Rosa, sempre que ia a Itápolis, cidade da família do marido, dava um pulinho em Ibitinga, mas nunca consegui comprar nada ali. As coisas bonitas eram caras, preferia comprar nas lojas bonitas, as baratas, porcarias. Voltava de mão vazia. Quanto às capas de edredons eu as uso faz tempo e não abro mãos delas porque as troco todo final de semana, já que não temos o hábito aqui em casa de colocar lençol por baixo do cobertor ou edredom. Faço as minhas não muito folgadas - elas ficam quase justas ao edredom. Gosto muito, uso zíper para fechar, mas vi estive num hotel que eles usavam como fronhas, com aquelas abas bem largonas. A maneira como você fez deve ficar mais encorpada mesmo, mas presa, como um novo edredom. Qualquer dia tento fazer assim. Ando sumida, ando cansada, ondo ocupada, ando na estrada - agora no ar porque descobri passagens Gol baratíssimas. Ou seja, semana sim, semana não viro paulistana, almoço na feira, sou mãe, sou coruja. Sou eu. Qualquer dia vou tomar metrô e descer na estação (Carrão, Tatuapé?) Qualquer dia bato à sua porta.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que tal se você fizesse uma postagem ensinando a fazer a tua capa? Um montão de gente ia adorar...

      Ah, imagino o teu coração se dividindo entre as duas cidades, se multiplicando prás duas filhas e o teu marildo. Ainda bem que você é forte e pau prá toda obra - minha saúde não aguentava...

      A estação de metrô mais perto da minha casa é a Penha - quem sabe um dia...

      Beijão, Helena querida!

      Excluir
    2. Rosa, quando criei o blog fiz inúmeros paps, inclusive dessa capa. Depois que comecei a dar aulas, achei ético retirar a maioria dos paps com respeito às alunas que vêm de tão longe, que pagam para ter aulas aqui, inclusive dessas capas, pois já tive aluna que reclamou dizendo assim: "ah, engraçado, eu venho de tão longe, pago pelas aulas e você ensina as mesmas coisas de graça para pessoas que você nunca viu na vida?" Fiquei sem jeito. Mas também já tive seguidora do blog me cobrando, me xingando porque resolvi retirar os paps, me chamando de mesquinha, mercenária porque há pessoas de tão bom coração na net que ensinam tudo o que sabem, de graça. O que você acha?
      Beijos

      Excluir
    3. Helena querida, acho que a gente tem que fazer sempre o que o coração manda. Nunca vamos conseguir agradar a todos, por mais que a gente tente... Tuas alunas tem uma certa razão por estarem pagando, mas elas não pagam somente pelos paps: pagam pela tua companhia, pela tua inspiração, pela tua mão guiando a delas e a tua gentileza espantando o medo da máquina de costura. Aposto que muitas internautas adorariam ter esse privilégio, mas não podem pois moram longe ou, às vezes, não podem pagar... O certo mesmo é contentar à você, fazer o que te faz feliz, o que você acha certo e justo, sem se importar com o que vão falar... Quem ensina de graça o que sabe não é melhor do que quem cobra pelo conhecimento adquirido a custa de estudo e prática - se fosse assim, as consultas médicas seriam gratuitas, os pedreiros construiriam de graça, as costureiras fariam de graça as roupas... Se te chamarem de mesquinha deixa prá lá, afinal "Opinião é como bunda (perdão pela palavra, mas o ditado é assim mesmo...), cada um tem a sua..."

      Beijos!

      Excluir
  7. Ótima dica.
    Amei essa estampa.
    Linda semana para todos aí.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Rosangela querida. Prá você também! Beijo.

      Excluir
  8. Rosa

    Como viajo todo mês a trabalho por essas estradas paulistas e mineiras, enocntro muito os treminhões e o cuidado que devemos ter com eles é quanto a cruzarem a estrada ao sairem dos canaviais. Por serem longos demoram a sair do cruzamento.

    Mas os treminhões a gente encontra mais nas rodovias que beiram os canaviais e bem no Oeste paulista, principalmente na Anhanguera, a caminho de Uberaba/MG.

    Sobre seu edredon, ficou lindo e novo. Gosto muito das suas idéias e do amor com que fazes as coisas serem tão especiais.

    Bjs, ótima semana.
    Fatinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, Fatinha querida, acho que se você fizesse faria muito mais bonito e caprichado, então teu elogio me inspira muito. Obrigada mesmo.

      Beijo!

      Excluir
  9. Rosa querida, amei o ededron, ficou realmente lindo.
    Pena que tenho duas mãos esquerdas quando o assunto é costura, mas confesso que deu uma vontade enorme de tentar fazer.
    Quanto ao treminhão, quando vou a Pirassununga vejo muitos deles na estrada, e são mesmo como você disse, com a caçamba aberta, mas o nome vem exatamente por serem 3 caçambas juntas, ficam parecendo uma minhoca gigante, e são de fato perigosos pois eles carregam canas que vão para as usinas, e elas caem aos montes na estrada. Vou aproveitar esse comentário e agradecer a receita do pão de queijo com provolone, nossa, deve ser delicioso, e eu , como boa mineira que sou morro de paixão pelo pão de queijo, vou fazer com certeza.Ah, e obrigada também pela receita do bolo de coco, fiquei babando de vontade, e pelas batatas com pimentão ( amo batata e pimentão) ah, melhor já agradecer por todas as receitas, por todas as histórias, pelas dicas, mas agradecer principalmente por você existir,e eu ter tido a alegria de conhecer seu blog,brigaduuuuuuuu!!!!
    Posso abusar e te perguntar uma coisa? Meu marido é apaixonado por empadas, mas ele sente uma saudade danada das empadas antigas, que a gente abria a massa com o rolo, forrava as forminhas, recheava, e cobria com outra camada de massa, aquelas antigas, de massa macia e fina,sem ser massa podre, será que você teria uma receita dessa empada ?
    Beijos
    Wandinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caracas, agora que vi que escrevi errado a palavra edredon....desculpe, tô rindo de mim, pois ao ler e tentar falar, acabou virando um trava línguas...palavrinha danada essa né? kkkkkk

      Excluir
    2. Ai, Wandinha - eu também escrevo edredom errado (que seria de mim se não fosse o corretor ortográfico!). Mas não esquenta: esse nosso idioma é cheio de armadilhas, é difícil escapar de todas elas... Quanto à empada com massa de abrir eu faço uma, mas é no microondas - serve? Fica muito levinha e gostosa, com a massa pouco gordurosa e fininha. Se servir me avisa, eu procuro a receita e mando, é só me dar teu email (ou esperar eu fazer e postar no blog, como você preferir...).

      Beijos e obrigada por todos os elogios - muita bondade tua, minha linda...

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...