Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

"Lancheira II - A Missão"



Missão de carregar a comidinha da velha bem protegida, prá bambina almoçar lembrando de mim - e comendo comida sadia...

Na faculdade as amigas falaram: "Tua mãe não ficou triste, por você ter deixado de lado a outra bolsinha da marmita e ter comprado essa?"

No que a Naninha respondeu: "Esta aqui foi minha mama que fez, também!"

E ninguém acreditava, ela teve que esvaziar, deixar todo mundo xeretar, um horror!

Bom, mas chega de conversa mole - vamos aos fatos:

Um frasco de alvejante sem cloro de cinco litros - desde o momento em que pus os olhos nele, eu sabia o que ia fazer...

Tira o rótulo, corta, lava - tem um cheirinho bom...

Checa que a marmita cabe: perfeito!



O molde faz com jornal mesmo: Um círculo que você desenha copiando o fundo, uma tira retangular no tamanho que forre toda a lateral:

Os tecidos custaram 9 reais: 3 retalhos combinando, medindo 30 x 70 cm cada, daqueles rolinhos prá patchwork. Achei tão lindos!

Corta o tecido do contorno do pote - com uma boa sobra, porque vai levar plumante, precisa de espaço. A mesma coisa o círculo do forro. 

É tudo no método chutativo mesmo: deixa os espaços da costura, sem drama:

Antes de mais nada, faça o bolso de fora: bem cheio de mulherzices, prá colocar o bilhete único e as canetas da minha bonequinha...

No tecido xadrez duplo, com plumante no meio, costurei nas laterais, prendendo o plumante dentro:




Daí enfeitei com uma faixa do tecido que vai ser o forro, um pedacinho de gripure, sianinha preta:



Calma lá... Não parece grande coisa, mas vai ficar bom, vocês vão ver...

Costura a lateral e testa se encaixa  (tem que vestir justinho, sem sobra). Sobra tem que ter embaixo (prá costurar a parte circular) e em cima (prá por o zíper):

Não falei que ia ficar bonitinho?

Corta e costura o círculo de baixo: Não sei "porquê cargas dágua" eu inventei de por um viés vermelho que eu tinha dando sopa - mais sarna prá eu me coçar...


Recheei o viés com plumante (prá ele não ficar todo dismilinguido), mas não adiantou muita coisa... Mas, se interessa saber, fiz assim:




Daí alinhava o viés na parte redonda, bem na beirada, antes de alinhavar a parte cilíndrica:



Costura com amor e carinho que fica assim:


Agora vamos à tampa da bolsa: se eu tivesse outro frasco igual, cortava curtinho prá casar com a parte de baixo. Não tem tu, vai tu mesmo, meu caro EVA:



Não ficou bonitinha a tampinha?


Agora, antes de qualquer coisa: alças. Duas. 

Uma de mão, bem em cima da tampa:




Costura uma tira  com plumante recheando...

Desvira e passa o cordão grosso por dentro (preso na ponta da agulha de crochê com fita crepe...) prá dar sustentação.


 Daí vira as pontinhas prá frente e dá umas boas costuradas na tampa da bolsa, prá ficar firme:


Não ficou linda?


Agora a alça de usar no ombro: um pedaço de fita grossa de gorgurão (que eu tinha guardada há tanto tempo que nem lembro mais...): costura dos dois lados e, prá enfeitar e dar uma reforçada, dois quadradinhos do tecido xadrez:


Agora a parte "meléca" da coisa: pregar o zíper. O zíper que eu comprei desapareceu misteriosamente no mesmo dia em que comecei a fazer a bolsa - acho que tinha Saci solto naquele dia. Prá eu não ficar triste, meu moleque me disse prá depenar a mochila dele da faculdade (garoto lindo, maravilhoso, cheiro de pão quentinho: usou a mesma mochila nos cinco anos, toda remendada por mim quando acontecia algum rasguinho... O zíper é lindo. Ainda sobraram outros!).

Não tem jeito: tem que alinhavar. Prende o zíper com alfinete no contorno da boca da bolsa, se ele for grandão corta: tem que deixar um pedaço da bolsa sem zíper, prá segurar a tampa.Costura um pedaço de tecido prá ligar o começo e o fim do zíper:



TUDO TEM QUE ALINHAVAR, nada de ir fazendo no olhômetro que dá em cáca. Ah,  e prá costurar o zíper, tem que tirar o plástico de dentro da bolsa...

Agora faz o mesmo com a tampa, costurando o zíper ao mesmo tempo que une a parte de baixo com a de cima:






Agora faz o forro: usa o mesmo molde de fora, só que corta um tantinho menor (tipo meio centímetro), costura:


Encaixa - vê como já vai parecendo bolsa:

 Infelizmente, agora, é na mão mesmo: por causa do plástico, não dá prá costurar na máquina. Mas, como o tecido é estampado, os pontinhos nem aparecem:



Encaixa o pedacinho de pano que combina com aquele que une os dois extremos do zíper, do lado de fora:



Aqui como ficou, já com a tampa forradinha (feita do mesmo jeito):


 E TCHARAM! Como a bolsa ficou linda (feia ficou minha bagunça...)!


Daí coloca a marmita (no fundo...), uma lata de suquinho, um vidrinho de biscoitos (prá fominha da tarde...), o celular...


Os bilhetes do transporte público (a tadinha pega metrô às 05:20 da manhã, mais trem, mais ônibus - e chega às 07:15 na faculdade. volta prá casa á noitinha - minha futura médica (olhinhos velhos brilhando de orgulho!!!):

Ela segurando pela alça de mão:



E com um chaveirinho-relógio, romântico e muito lindo, prá ela saber sempre a hora de voltar prá mim...


Agora me digam uma coisa: não é tão difícil, não é mesmo? Não é como se fosse uma operação de cérebro: é só encapar o pote.  

E por falar em pote, pode usar qualquer pote que você queira, até pote de sorvete. O bom do pote é que dá estrutura e firmeza na bolsa. E se você não é boa em pregar zíper, é só fazer o forro mais alto, costurar uma tira em volta e passar um cordão prá amarrar, bem assim:


Vai ficar fechadinha e linda do mesmo jeito...

Ah, uma coisa importante: você não quer sua lancheira/marmiteira toda encardida, cheia de pó ou gordura, sujeira de metrô, etc, não é? Também não quer a cor desbotando e ela com aquela cara cansaaaaada, acertei? Então passa Termolina Leitosa ou Goma Laca por fora e por dentro com pincel (umas duas demãos tá bom). Vai dar uma impermeabilizada e assim a buniteza dura mais. Mas não se esquece de por um pedaço de plástico por dentro do bolso - senão ele cola. Termolina e goma laca também servem prá fazer bainha sem costura, então cola mesmo.

Boas costurinhas!!!


30 comentários:

  1. Que coisa mais linda essa lancheira,me apaixonei.
    o pap está muito bem detalhado, vou me desafiar a fazer assim que arranjar o pote..rsrsr.
    Obrigada por ensinar essa maravilha.
    Parabéns!
    Um cherooo!
    Káren

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho certeza que você consegue, você é muito talentosa.

      Obrigada por ter gostado e ter deixado comentário, minha querida Karen.

      Beijos!

      Excluir
  2. Linda, perfeita, maravilhosa... E vc muito generosa por compartilhar conosco o pap. Eu carrego marmita para o trabalho e queria fazer algo bonito para carregar a marmita. Agora achei, vou tentar fazer.
    Obrigada, tenha uma abençoada semana.
    Bjs.

    Jussara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que vai ter serventia prá você, Jussara querida! Quero ver depois de feita a sua lancheira, lá no teu blog! Um beijão!

      Excluir
  3. Noooossa, parece fácil vendo VOCÊ fazer, mas é um tanto difícil e trabalhosa, pelo menos prá mim, que não tenho habilidade nessas artes. Mas que ficou um luxo, ahh ficou!! Sua bambina deve mesmo ter muito orgulho de mostrar e contar prás amigas que foi a mamis que fez. Aceita encomendas??? rsrsrs
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas não é difícil, Luci querida! é só encapar o pote! Com paciência e o teu talento natural, sei que você consegue e ainda faz melhor... Beijos e obrigada!

      Excluir
  4. Rosa

    Como disse em postagem anterior até parece mentira dizer que tem um pote reciclado de alvejante na bolsa mas ficou ótima e útil. Achei trabalhoso todo o processo que é preciso muita paciência, principalmente aquela parte de costurar plumante ao viés. Que saco isso, hein? precisa mesmo de plumante?

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisa de plumante mesmo, senão fica meio murcho. O plumante esconde o recipiente plástico que é a base da bolsa. E não é difícil: Cada vez que você corta o tecido, alfineta sobre o plumante, passa um zig zag bem largo (no 4) prá prender o pano no plumante e vai costurando normalmente. Só tem que cortar um pouco maiorzinho, porque o plumante faz volume... Você consegue!

      Beijos!

      Excluir
  5. AH!! Rosa...e parabéns pelo belo trabalho. Sua filha tem todo motivo de ficar orgulhosa com a marmiteira.

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. e linda mas eu nem me atrevo a fazer, tem que ter muita criatividade,habilidade, capricho e paciência. parabéns pelo belíssimo trabalho. bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Elisabete querida. Beijos!

      Excluir
  7. obrigada pela resposta da linha, ai mais as blusas que gostei do seu blog são feitas com a linha Anne ou Cléa, a Anne na minha maquina não vai de jeito nenhum , derruba os pontos, sera que e por que não tenho pratica, e o carro de verão, vejo muita gente falar nele ( vi o preço no site da lanofix nossa achei caríssimo $ 730 reais)compensa comprar. vou comprar a brisa e a Cléa vamos ver no que da. bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Anne é dura de trabalhar mesmo, nas duas, três carreiras iniciais. Depois a máquina deslancha - se eu fosse você, não desistia dela...

      Excluir
  8. Olá Rosa, adorei a sua criatividade.
    Menina, mas que linda ficou essa bolsa
    e o lanche fica muito bem protegido.
    Também quero fazer uma...
    Ameiiiii!!!
    Sempre que possivel, gosto de visitar o seu blog.
    Tem sempre novidades com economia. Muito legal!
    Parabéns, beijo
    Ivete

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ivete, é uma honra saber que você me dá atenção, com tanta coisa linda que você também faz. Beijos!

      Excluir
  9. Que lindo Rosa, adorei. A tua criatividade não tem limites, parabéns.
    Beijinho muito grande, continue a criar e obrigada por partilhar.
    http://miminhosdaidalia.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Idalia, fico muito feliz que você tenha gostado, ainda mais sendo você uma artesã tão talentosa. Beijos!

      Excluir
  10. Olá Rosa

    Tão bonita...e que requinte no acabamento!Parabéns!
    O pap está perfeito!

    Abraço
    Nélia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então eu vou no teu blog e vejo mais uma bolsa lindíssima de crochê - e você aqui elogiando a minha modesta lancheira... Obrigada mesmo, fiquei muito feliz do teu elogio. Beijos!

      Excluir
  11. Boas voltas a nós. Menina fiz a tua receita de bolo de aniversário lá em Goiânia e foi puro sucesso, que delicia! Que bolo! Hummm
    Tava mesmo precisando de por colírio natural nos olhos (lágrimas), bastou ler sua história do sítio... porque a vida é assim... estamos sempre à espera, tudo no seu tempo... Acho que o segredo é saber saborear o hoje independente de quando irá acontecer o que planejamos... E o amor e o carinho que você tem junto aos seus é uma benção.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou do bolo - é fácil, não é? Adoro coisas fáceis que ficam gostosas!

      Obrigada pelas boas vindas - beijão!

      Excluir
  12. Rosa, que trabalhão essa bolsa te deu!
    Nossa, essa bolsa tem que ser guardada com muito amor e carinho pela sua filha para mostrar até para seus netos a maravilhosa prova de amor que você lhe deu...
    Linda demais!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deu trabalho mesmo, porque é demorada, não porque seja difícil. É que são muitas etapas...

      Graças a Deus meus filhos amam tudo o que eu faço, por isso ainda é maior a alegria de faer.

      Beijos e obrigada!

      Excluir
  13. Parabéns, Rosa!

    Estou sem fala, novamente, tu tens esse poder rsrs

    Tenho que ver e rever para ter coragem de investir, dá muito trabalho, nossa!

    Mas ficou linda!!!

    Vou compartilhar no clubinho da costura, no facebook.

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você vai compartilhar - quanto mais pessoas souberem fazer, mais eu fico feliz.

      Beijos e obrigada!

      Excluir
  14. Olá Rosa na janela,
    Adorei ver tantas 'prendas'. Tbem sou mãe coruja, criei-os (três) vegetarianos e antes de ir pŕa festas eles já tinham 'lanchados' e só queriam brincar, daí dentes e saudáveis. Pena que meu dom é só cozinha! Convite: KI-Tutes Mãe Farinha,aprecie as fotos!.
    anitaoak.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os meus nunca provaram carne quando pequenos. Quando começaram a crescer, nunca proibimos, mas eles sempre preferiram não comer. Talvez por isso sejam tão calmos...
      Beijos e obrigada pela visita!

      Excluir
  15. parabéns você é muito talentosa.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...