Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

terça-feira, 25 de junho de 2013

Pesos e Medidas

Mais um motivo prá perder o sono - como se eu já não dormisse tão pouquinho...

Semana passada fui comprar lã no armarinho perto de casa - não vou dizer o nome pois não quero que a dona me processe por calúnia, afinal é a palavra dela contra a minha, não gravei nada...

Mais de trinta anos freguesa dessa loja - acreditam? O primeiro cobertor de tricô que eu fiz pro meu irmão, de crochê, ele era menino, comprei os novelos de saldo lá (verde piscina e verde bandeira, todo de quadrados...).

É lá que eu compro linha, agulha, botão,  lã de novelo e - desde que ganhei a máquina, em 1995 - lã fina por peso. Sempre adorei, tem cor que não acaba mais... Na maioria dos lugares a gente tem que comprar o cone todo, 500 g no mínimo - lá não: eles enrolam 100 g. Uma maravilha. 

A primeira vez que comprei questionei se eles descontavam o peso do cone de papelão e a moça me disse que descontava 20 g - é o correto, não é? Quando você compra Cristal vem 250 g de lã, não conta o peso do cone. Você pega uma receita: nela manda comprar 450 g de lã, você vai lá e compra 450 g de lã. Ponto. PONTO?

Como eu ia dizendo, semana passada fui lá comprar 100 g de verde musgo, 100 g de vinho, prá fazer um cachecol. Antigamente a loja era super movimentada: tinha 6 funcionárias atendendo (e não davam conta!), mais dois garotos que pegavam lãs no estoque, no andar de cima sempre gente aprendendo tricô (então elas tinham professora também...). De um tempo prá cá as funcionárias que eu conhecia foram indo embora, uma a uma. Agora só tem duas - as mais cheias de má vontade, as mais mal humoradas e de mal com a vida que se possa imaginar. Parece que um Dementador sugou a alegria de viver das coitadas... E a dona da loja, que é a mesma de sempre, educada - mas com aquele jeito de olhar prá você como se você tivesse pisado em cocô antes de entrar na loja - jeito dela, fazer o quê...

A funcionária enrolou minhas lãs com a maior cara feia, a dona disse que, se eu não passasse a trazer cones de papelão de casa, ela não ia mais vender lã, porque não tinha cones disponíveis. Eu falei prá ela que ia ajuntar todos os que eu tinha com restinhos de lã em casa e ia trazer prá ela.

Fui embora, cheguei em casa e fui cuidar da vida - isso era terça feira. Na sexta feira peguei o meu enrolador de lã e fui re-enrolar as lãs, porque do jeito que elas vem, enroladas dois fios juntos, sempre enrosca no passador de fio, não sei por quê.

Quando acabei de enrolar notei que cada um dos novelos tinha um tamanho. Pensei "Tomara que a menina tenha errado prá mais, não prá menos, senão não vai dar prá fazer o que eu quero. Como é que eu vou achar de qual cone ela tirou prá enrolar o meu tantinho?".

Peguei a balancinha da cozinha e fui checar o peso. Lembra que eu comprei 100 g de cada? O novelo vinho pesava 40 g e o verde 48 g!!!

Liguei prá loja. Comecei a conversar com a moça (que era a nora da dona, por sinal), toda cheia de dedos, perguntando se "será que a balança delas não tava desregulada...", no que ela começou a se justificar, dizendo que o INMETRO tinha estado lá naquela semana mesmo e  que a divergência no peso tinha a ver com o fato de que elas não descontavam o peso do cone. Eu falei: "Como é que é? Mas a funcionária sempre me disse que descontavam!!!" Aí ela se embaralhou, chamou a dona e sabe o que ela me disse:

-"A senhora está totalmente enganada. A gente nunca descontou o peso do cone e todas as nossas freguesas sabem disso. Eu não posso levar prejuízo, minha senhora! Tem a energia elétrica que eu gasto prá enrolar, tem o cone, tem o tempo da funcionária que fica enrolando. Eu não posso levar prejuízo!".

"E a minha receita, como é que fica? Quanto pesa o cone? A primeira moça me disse 20 gramas, a de agora disse quarenta - porque eu comprei 100 g e não levei nem 50!!! Além do mais, devia ter um cartaz perto da lã, avisando prá comprar a mais, já que não desconta o cone!"... 

E ela ainda teve a coragem de me dizer que não tinha nada que ver com isso. 

Fiquei possuída! Eu posso arcar com o prejuízo (quantos prejuízos eu já arquei, não é mesmo, nesses mais de 30 anos, comprando de uma mulher dessa estirpe...) mas E QUEM NÃO PODE? Logo veio na minha mente a senhora aposentada, de dinheirinho contado, vindo comprar lã prá fazer um presente pros netinhos... Aquela tricoteira de profissão vindo comprar lã prá fazer um enxoval de recém nascido prá vender e fazer a feira...

E ela ainda cobra a lã mais caro que em tudo que é lugar - só ia nela porque era perto -  comodidade, sabe como é... Eu e tantas outras...

Entrei no site do Procon e fiz uma denúncia - nem sei no que vai dar. 

Mas sei no que está dando a usura dessa mulher: agora eu entendo porque a loja tá "ruim das pernas", com poucos funcionários - e esses poucos eternamente mal humorados. Quando ela joga em cima da clientela todo o prejuízo (real ou fictício - porque "me engana que eu gosto" que ela tá vendendo a preço de custo - tá tendo lucro, sim senhora!) a loja tá decaindo aos poucos. A falta de generosidade e de respeito, a ganância absurda da dona é que está medindo seu próprio fracasso.

Fiquei muito triste de denunciar. Na minha cabeça, penso assim: "O mal pune o mal". Do mesmo jeito que os criminosos sexuais pagam caro por seus crimes, sofrendo esses crimes na própria carne, na cadeia, infligidos a eles por seus semelhantes, acredito que cá fora, no mundo, toda pessoa que anda errado, cedo ou tarde, encontra o pago. O mal pune o mal. E é muito duro se sentir no lugar desse mal, tendo que arcar com o fardo de uma denúncia - é muito duro. 

Por isso perdi o sono, da sexta pro sábado.

Mas prefiro assim a perder o sono toda santa noite, imaginando o tanto de gente que vai sendo diariamente lesada por essa mulher - minha vontade era ficar parada na porta da loja, alertando as freguesas - tamanha a minha revolta. Deus queira que ela se emende - odiaria ver aquelas meninas mal humoradas perdendo o emprego...

E olha que, no interior do cone, ainda diz que o produto deve ser pesado na presença do consumidor - adiante de quê, hein?

Posso não ser lá muita coisa, mas pelo menos uma freguesa assídua ela perdeu...

Ah, e só prá constar: o cone pesa 30 g.

30 comentários:

  1. Fez muito bem em denunciar!
    Essa é a atitude correta e depois, o que não faltam são lojas de lãs!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Nina querida, infelizmente a gente vai vivendo e se escaldando com gente assim - e só nos resta denunciar. Vou atrás de outra loja, fazer o quê...
      Beijos.

      Excluir
  2. ain Rosa eles roubam descaradamente e a gente ainda tem que aguentar mal humor e tudo...aqui Graças à Deus n tem isso, os vendedores são ensinados a serem educados com os clientes, e tratarem mto bem, porque aqui qq coisa dá processo...e tbm erros assim absurdos n tem.imagine qtas pessoas já foram lesadas...

    Mas n se preoucupa porque ela só está colhendo aquilo que ela plantou...infelizmente está cega...e o todos vêem...um comercio indo mal, e n sabe porque pode n ter justiça na terra ainda mas tem a divina.

    Ler capítulo 11 de Provérbios
    1 BALANÇA enganosa é abominação para o SENHOR, mas o peso justo é o seu prazer.
    2 Em vindo a soberba, virá também a afronta; mas com os humildes está a sabedoria.
    3 A sinceridade dos íntegros os guiará, mas a perversidade dos aleivosos os destruirá.
    4 De nada aproveitam as riquezas no dia da ira, mas a justiça livra da morte.
    5 A justiça do sincero endireitará o seu caminho, mas o perverso pela sua falsidade cairá.
    6 A justiça dos virtuosos os livrará, mas na sua perversidade serão apanhados os iníquos.
    7 Morrendo o homem perverso perece sua esperança, e acaba-se a expectação de riquezas.
    8 O justo é libertado da angústia, e vem o ímpio para o seu lugar.
    9 O hipócrita com a boca destrói o seu próximo, mas os justos se libertam pelo conhecimento.
    10 No bem dos justos exulta a cidade; e perecendo os ímpios, há júbilo.
    11 Pela bênção dos homens de bem a cidade se exalta, mas pela boca dos perversos é derrubada.
    12 O que despreza o seu próximo carece de entendimento, mas o homem entendido se mantém calado.
    13 O mexeriqueiro revela o segredo, mas o fiel de espírito o mantém em oculto.
    14 Não havendo sábios conselhos, o povo cai, mas na multidão de conselhos há segurança.
    15 Decerto sofrerá severamente aquele que fica por fiador do estranho, mas o que evita a fiança estará seguro.
    16 A mulher graciosa guarda a honra como os violentos guardam as riquezas.
    17 O homem bom cuida bem de si mesmo, mas o cruel prejudica o seu corpo.
    18 O ímpio faz obra falsa, mas para o que semeia justiça haverá galardão fiel.
    19 Como a justiça encaminha para a vida, assim o que segue o mal vai para a sua morte.
    20 Abominação ao SENHOR são os perversos de coração, mas os de caminho sincero são o seu deleite.
    21 Ainda que junte as mãos, o mau não ficará impune, mas a semente dos justos será liberada.
    22 Como jóia de ouro no focinho de uma porca, assim é a mulher formosa que não tem discrição.
    23 O desejo dos justos é tão somente para o bem, mas a esperança dos ímpios é criar contrariedades.
    24 Ao que distribui mais se lhe acrescenta, e ao que retém mais do que é justo, é para a sua perda.
    25 A alma generosa prosperará e aquele que atende também será atendido.
    26 Ao que retém o trigo o povo amaldiçoa, mas bênção haverá sobre a cabeça do que o vende.
    27 O que cedo busca o bem, busca favor, mas o que procura o mal, esse lhe sobrevirá.
    28 Aquele que confia nas suas riquezas cairá, mas os justos reverdecerão como a folhagem.
    29 O que perturba a sua casa herdará o vento, e o tolo será servo do sábio de coração.
    30 O fruto do justo é árvore de vida, e o que ganha almas é sábio.
    31 Eis que o justo recebe na terra a retribuição; quanto mais o ímpio e o pecador!



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certíssimo, Rose querida! As pessoas que pensam levar vantagem sobre as outras, cedo ou tarde, é que arcam com o verdadeiro prejuízo. Beijos e obrigada pelo lindo comentário!

      Excluir
  3. Acho que não preciso dizer mais nada, você disse tudo Rosa! Quem tudo quer , tudo perde, dizia minha mãe! Não se apoquente com isso, ela com certeza vai aprender a não enganar mais ninguém! bj e boa semana!
    Nina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vai enganar mais ninguém se o Procon fizer a parte dele - e estamos no Brasil, sabe como é... E nem duvido que, se o Procon for lá, ela negue tudo e continue agindo assim... Mas Deus tá vendo, não é mesmo? Beijos e obrigada.

      Excluir
  4. Fez muito bem em denunciar!! Onde já se viu? roubar desse jeito, mais da metade do que você pagou, não levou!! ainda se fosse só um pouquinho...rsrsrs. Mas agora bola prá frente, e vamos tricotar e costurar prá nem pensar mais nesse tipo de gente que só nos faz mal!! Ah, e da próxima vez que eu for comprar lãs e tecidos, vou lá no Bom Retiro.Vou fazer a festa, hein?! Brigada!!
    beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu é que agradeço, Luci querida! Você é sempre tão carinhosa comigo... Muito obrigada e uma linda quarta feira (mesmo fria e chuvosa como está...). Beijos.

      Excluir
  5. Olá querida amiga, você fez muito bem em denunciar. Acho que chega de pessoas desonestas sempre levando vantagem por sobre os outros.
    Vou contar uma história que aconteceu comigo, não em matéria de compras e consumo, mas de veiculação de comerciais na TV. Em final de 2011, perto do Natal, foi veiculado um comercial da Red Bull onde aparecia uma cena de Jesus falando com um apóstolo e andando sobre a água. Sou católica praticante e mesmo que não fosse, senti-me ofendida, assim como acho que outras pessoas também se ofenderam. Não acho que seja necessário usar religião misturada com bebida ou qualquer outra coisa. Fiz uma denúncia ao CONAR, esperando não ser atendida. Puro engano meu, pois passados uns dois dias recebi um e-mail do CONAR informando-me que seriam tomadas providências. E assim foi, o comercial não foi mais veiculado e demorou muito até que outro fosse mostrado e desta vez com estória irreal. Depois disso o CONAR informava-me cada fase do processo que a empresa sofreu. Não acredito que devamos fazer denúncias infundadas, mas se quando acontece algo errado e nos omitimos, nunca conseguiremos com que as pessoas e as empresas ajam honestamente. Chega de nos sentirmos pressionados a não reclamarmos. Quem age errado tem que sofrer as consequências. Se fosse conosco, ninguém passaria a mão sobre nossa cabeça. Com certeza nossa cabeça iria rolar. Assim é minha amiga, mais uma vez, você agiu corretamente. Beijos, beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, ainda bem que eu não vi essa propaganda, acho que eu teria tido um troço! Que desrespeito! Esse pessoal de propaganda faz mesmo de tudo prá vender, não tem o menor escrúpulo. Parabéns pela iniciativa, você foi uma heroína! Obrigada pelo exemplo! Beijos!

      Excluir
  6. Sabe Querida Amiga, Deus é perfeito e acredito que estava na hora de mudança pra ti, e não pra ela sabe, acho que vc vai ter boas surpresas nestas andanças pela José Paulino novas amizades virão e tudo de bom vai acontecer acredite, as vezes sair um pouco do lugar comum ajuda na criatividade que vc tem de sobra
    BOA SORTE Nesta nova Etapa
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É que eu sou uma criatura de hábitos, sabe como é... Já conhecia cada canto da loja, ligava prá lá prá perguntar se tinha tal linha, zíper de tal tamanho... Agora quando passo em frente da loja bate uma tristeza... Mas deve ser hora da mudança mesmo, como você falou. Beijos e obrigada pelo comentário.

      Excluir
  7. oi d rosa aqui onde compro lã disseram que o cone pesa 40g, mas descontam apenas 20g, e quando se compra o fio industrial de kg ( como vem embalado pela industria) o valor é 2 reais mais barato, do que quando se pede para enrolar, eu como estou aprendendo prefiro o fio industrial peço sempre pra enrolar as moças da loja já ate sabem rsrsr. compro 1 kg e peço pra dividir em 3 cones, na minha maquina não enrosca não e sai mais barato que a cristal. o kg da cristal é 40 reais, o fio industrial o kg é 25 reais já acrescido os 2 reais a mais. sei que é longe da sua casa mas se algum dia quiser vir até a loja é na lã formosa, eles também tem bastante lãs em oferta e pelas minhas pesquisas o preço deles é o melhor que encontrei, sempre tem clientes na parte do saldão, eu sou uma delas. também entregam entra no site e dá uma olhadinha, mas o frete sai muito caro, pede pro seu esposo trazer a senhora, eu não dirijo que me leva também é meu esposo, já aproveita e faz um passeio, fica bem pertinho do shopping anália franco bjs. a mais uma coisinha de sábado eles não enrolam lã bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito boa a sua dica, Elisabete, já dei uma checada no site e adorei. Vou ver se meu filho me leva um dia desses, o patrão não gosta muito de se aventurar em lugares que não conhece, não confia no GPS... Beijos e obrigada!

      Excluir
    2. vem sim garanto que a senhora não vai se arrepender a loja é bem grande e o preço como disse é o mesmo lá do centro com a vantagem deles enrolarem a quantidade que queremos, (acima de 100g enrolam cristal o fio industrial a brisa)fui lá ontem de tarde e adivinha quem estava lá? vitoria quintal( a senhora com certeza deve conhece-la), nossa ela é fantástica como pessoa muito educada, super paciente, e uma ótima artesã, pena que estava com pressa, mas de vez em quando ela aparece por lá. vejo os videos e receitas dela pela net, são muito práticas, eu adoro .bjs.

      Excluir
  8. Oi colega, como ficamos indignadas com tantas mentiras e injustiça , imagina Deus que é perfeito. Isso um dia tudo vai mudar podes ter certeza . Enquanto não vem esta limpa geral na terra , nós temos que tirar a sujeira de baixo do tapete, e tu por denunciares algo ilícito estás fazendo isto e não é errado , tu estás muito certa porque temos orgãos e autoridades pra cumprirem seu papel, a tua parte tu fez então fica tranquila ok? Um abraço de coração e mil beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Rose Mary querida, pelas palavras de apoio. Você está certa, a gente tem que ter paciência com essas pessoas mesmo, denunciar sempre que possível, prá que não se alastre esse tipo de atitude. Beijos.

      Excluir
  9. Rosa, não perca sua noite de sono com isso.
    Não vejo a situação dessa maneira como você apresentou: O mal pune o mal. Porque não entendo que a sua denúncia seja um mal. Desde quando defender seus direitos e o de outros consumidores é um mal? Desde quando pedir justiça é um mal?
    Ela está cavando sua própria ruína, os clientes fugirão da sua loja até que feche. É como diz o ditado: Quem não tem competência, não se estabelece. Quem quer ter vantagem sempre acaba no prejuízo.
    Bjs querida, você vai encontrar lojas melhores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Doutora. Realmente pedir justiça não é um mal, você está certíssima. Mas um cantinho de mim sempre fica triste quando uma fonte de emprego se fecha - e eu não quero participar disso, não quero. Espero que a mulher se emende e que sua loja prospere e volte a ser como antes - cheia de funcionários e de clientes. Beijos.

      Excluir
  10. Rosa, conheci duas pessoas aqui que sempre¨erravam¨nas contas dos cliente, os dois tinham supermercados, na época que só tinham calculadoras manuais, um deles colocava um valor na máquina, não dava total quando começava a somar a conta do cliente e no final sempre ficava com alguns trocados a mais do cliente. Um dia uma amiga me disse que somava todas as notinhas em casa, e sempre achava diferença , ia reclamar e ele como quem não sabia de nada, acabava tendo de devolver o dinheiro.A outra dona de supermercado, alterava o valor na hora que voce ia pagar, e para mais é claro, bastava ela achar que voce estava comprando muito, então achava que o preço estava baixo, e quase sempre ela estava no caixa, então fazia isto. Sabe o que aconteceu? Os dois perderam tudo, tudo. O que adiantou? O dinheiro ganho com desonestidade, vai embora logo, logo. A justiça é feita, sempre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também conheci muita gente assim, inclusive parentes, acho que por isso fico mais triste ainda. O ser humano parece que custa a aprender, não é mesmo? Espero que a mulher se emende, corrija a própria atitude e que continue ganhando a vida honestamente - e sendo uma fonte de emprego também. Obrigada pelo comentário tão cheio de experiência de vida. Um beijo.

      Excluir
  11. Rosa, acho que você está certíssima em denunciar, em exigir os seus direitos. O que é certo é certo. E o que é combinado não é caro. Se houvesse um aviso de que o cone estava incluso no preço você talvez até tivesse pago. Porque não é roubo cobrar pelo cone, mas omitir esta informação é roubo. E, apesar de certa, se você perdeu seu sono, seu coração não estava de acordo com sua razão. Penso que isso aconteça por seu coração ser muito bom. É aquela coisa, ainda que pensemos que um assassino deva ser assassinado, não conseguiríamos ser o assassino a assassina-lo. Queremos a justiça, mas não queremos nos sentir no ataque...
    Fique em paz, Rosa, nem uma folha cai da árvore sem a “permissão de Deus”. Logo, se a tal mulher for à falência a culpa não será sua.
    Bjs
    Mara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penso exatamente assim: ela podia cobrar um preço pelo cone fechado e outro pelo que seria enrolado pela funcionária, acrescentando um valor pelo cone - ninguém reclamaria, até seria o justo. Mas fazer isso pelas costas, lesando os outros, é muito feio. Espero que ela se toque e se corrija. Beijos e obrigada pelo comentário carinhoso.

      Excluir
  12. é de indignar mesmo a gente ainda ta pagando e é como se não pagasse como se eles estivessem fazendo um favor de atender aqui perto de casa é a mesma coisa do mau atendimento
    mas fazer o que né não vamos nos abalar por isso eles que no fim não são felizes...

    bjão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também penso assim: gente que anda errado na vida, que faz o mal, no fundo não é feliz. Beijos e obrigada!

      Excluir
  13. Rosa, acho correto denunciar e ligar para a loja como você fez. Não quero crer mais na máxima do mal pune o mal. Dia desses, lendo a Bíblia caiu bem uma parte em que o Senhor falava sobre a misericórdia. Daí, entendi que no seguimento de Jesus vivemos em outra perspectiva: a da benção sobre justos e injustos. Estou no processo de entender que na lei, que podemos chamar de carma pra quem gosta de chamar assim, tudo que se faz se paga. Em Jesus, o mal é vencido pelo bem. E isso chega até nós que também precisamos de misericórdia e estamos longe da perfeição. Se a lógica do mal ser pago com o mal valer pra nós também, estamos lascados ;) pois a todo momento cometemos injustiças que nem percebemos. Estou falando isso pra ti porque sei que você é mais espiritual e a lógica do Cristo é uma lógica de loucos como diria São Paulo ;) Agora...eu penso que a dona da loja demonstrou que não quer ter clientes e loja a muito tempo. Se a filha não mudar o modo de lidar com os outros, em breve a loja por si só, vai deixar de existir. Qdo vejo verdadeiros empresários eu fico boba ;) eles te tratam de forma que vc se senti especial e querida ;) é como os nossos governantes que agora terão que aprender a governar pelo bem do povo...algo que eles deveriam saber fazer a muito tempo...então, se possível não se cobre por ter ficado legitimamente chateada mas deixe passar porque somos humanos e em processo ainda ;) tenho a mesma tendência que tu ;) Deus é bom para com todos e que o bem vença sempre! bjssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Li uma vez algo assim num livro, vou até procurar prá ver se eu acho: "Ainda bem que Deus, quando nos julga, usa de misericórdia, porque se ele usasse apenas justiça, estaríamos todos condenados". Que Deus ajude essa mulher a se emendar, não é mesmo? Principalmente pro bem dela. Beijos e obrigada pela sabedoria!

      Excluir
  14. Rosa

    Revoltante o que essa loja faz com as clientes. Engana e ainda acha que está certa a atitude de lesar o consumidor e ainda fala de que não quer ter prejuízo? AHhhhh que vá catar coquinho essa dona de loja arrogante que está declinando cada vez mais pois está colhendo o que plantou.

    Você fez muito bem em denunciar para o Procon e espero que tomem providências.

    Uma vez, acho que a uns 2 anos atrás, fui numa loja de aviamentos na Penha e não gostei do atendimento-balcão, nunca mais voltei, será que essa loja não é aquela que fica numa conhecidíssima avenida da Penha, quase próxima ao cemitério, cujo nome de loja começa com T? seria essa?

    Rosa, vc conhece o Depósito Alvorada que fica na Pe.João? Me disseram que vende muitas lãs e linhas.

    Bjs
    Fatinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita, Fatinha! É essa loja mesmo, nem sabia que alguém mais conhecia! E sou freguesa do Depósito Alvorada também - só é ruim porque lá não vende botões, zíperes, renda, etc.

      Excluir
    2. Oba!! mais uma opção de loja. Agradeço sua resposta e quanto aquela que começa com "T" já estava excluída da minha listinha pois como também trabalho com vendas não aceito vendedores de mau-humor, atendendo mal os clientes.

      Botões, zíperes é um problema em várias lojas, não tem variedade seja de tamanhos e/ou cores. Gosto de ir na região do Brás e do Bom Retiro para achar essas coisinhas mas não é sempre que posso ir a esses bairros. Recentemente fui atrás de um zíper 15cm na cor lilás cor mediana, procurei em várias lojas e a costura ficou parada mas acabei encontrando em uma pequena loja de aviamentos, bem antiga no centro de Guarulhos e agora poderei finalizar a saia básica que estou fazendo e que depois postarei no meu blog. Fiz até modelagem, sob medida, sem "colar" de molde de revista!!

      Bjs
      Fatinha

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...