Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

As rimas da felicidade


Primeira de todas as rimas: . Não acredito que seja por acaso que felicidade começa com fé - acho mesmo que é impossível ser feliz de verdade sem acreditar em algo, especialmente acreditar que existe um Pai tomando conta da gente... Meu marido é um especialista em fé - eu às vezes dou uma fraquejada, mas ele me segura - tenho muita sorte...


Boa vontade - rima o final e combina bem demais, igual arroz com feijão ou macarronada com queijo. Sem boa vontade as coisas empacam: boa vontade prá abrir mão de nosso tempo e ajudar quem a gente ama - e até quem a gente não conhece, nunca viu na vida. Dar lugar prá outra pessoa sentar no transporte público, deixar alguém apressado te ultrapassar no trânsito sem fazer drama... Boa vontade prá desculpar e perdoar. O meu moleque, por exemplo: sempre que anda de transporte público ele fica de pé, mesmo tendo lugar vago. Ele sempre diz que vai acabar entrando alguém que precisa se sentar mais do que ele... Coisa linda esse meu garoto...


Perseverança - a gente tem que lutar prá chegar lá (onde quer que isso seja...). Quem desiste fácil, ao menor empecilho, nunca conquista nada, nunca consegue ser feliz. Tudo o que vale a pena conquistar precisa ser trabalhado, ter muito tempo e esforço investido, afinal do céu só cai chuva e cocô de passarinho. Minha Nana é craque em perseverança: estudou cursinho por anos a fio até entrar na Faculdade de Medicina. Acorda de madrugada de segunda a sexta, enfrenta metrô, trem da CPTM e ônibus ida e volta prá poder estudar - daí chega em casa, toma um banho, se alimenta e estuda até dez e meia, onze horas da noite e também nos finais de semana - sem se queixar, porque faz o que ama... Bendita seja...


Amor no coração - a base de tudo. Já viu gente egoísta ser feliz de verdade? Eu nunca... Paulo de Tarso dizia que não somos nada sem amor: podemos possuir todos os dons do mundo, falar todas as línguas, produzir até milagres mas, se não tivermos amor, não somos nada. Esse é o departamento da minha Lola - feita de puro amor. Todos os meus filhos são amorosos e bons, mas a Lola foi feita prá amar... Ela sempre sabe o que dizer, como dizer, o que fazer prá fazer alguém feliz. Ela é como o Amor descrito por Paulo: paciente, bondosa, não se ensoberbece nem suspeita mal de ninguém... Sempre perdoa tudo e todos, minha linda princesa...

E chega a minha vez de rimar com felicidade - pois eu também tenho cá minha virtude: simplicidade. Acho que a grande maioria das pessoas não é feliz porque complica a própria vida com buscas absurdas, metas sem sentido no plano geral das próprias vidas... Simplicidade, prá mim, é fundamental...

Por exemplo:


Tintas de cabelo que acabei de comprar por menos de 10 reais cada - comprei 5. Vai dar uma clareada no meu cabelo - porque só tinha essa cor ou preto retinto ou acaju e eu preferi essa cor... Bom demais... Por menos de cinquenta reais vou esconder os cabelos brancos por quase quatro meses.




Sapatilhas Moleca da coleção Vintage, compradas a menos de 20 reais na loja Peg Pague na Penha - as estampas novas tão saindo por 80 reais nas lojas, essas da coleção passada são mais bonitas e paguei baratinho... Adoro, não machucam meus pés e ficam bonitinhas...

Meus birotes - que cabelo solto não dá comigo. 



Olha só minha cabecinha velha de costas, embirotadinha:


Essa presilha a Nana pagou só 1 real no brechó da faculdade, no qual toda renda reverte pro hospital do câncer infantil. É usado - meu filho diz que foi arrancado da cabeleira de uma defunta... - mas eu adorei e uso, me acho linda com ele usando uma blusa vermelha...


Borboletinha que comprei numa loja baratinha de bijuterias - paguei 3,99...


Esse outro eu paguei mais caro: 6,99 e é só prá ocasiões especiais, pois brilha demais. No final do ano eu uso prá visitar os parentes no Natal...


E meus grampinhos com strass na ponta - comprados por 2 reais a dúzia no site da China. A foto não saiu lá essas coisas porque essa fui eu que bati sozinha, mas dá prá ver que ficam bonitos no cabelo....

E é assim que é a vida: enquanto algumas pessoas entram em depressão porque não podem comprar tudo o que veem nas lojas, por que a bolsa não é de grife ou porque o carro não é do ano, eu aprendi - como Paulo - a me contentar com o que tenho. Receitinha caseira de felicidade...


Nesta vida complicada, tem que ser simples prá ser feliz...

10 comentários:

  1. Oi Rosa, que linda sua foto de costas, você tem uma cabeça tão delicada e longos cabelos castanhos...
    Belo post!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Rosa

    Extremamente sensíveis os teus textos, são a essência de tua alma e transmitem boa energia para mim.

    Mulher!!! Adorei te ver de costas!! parece uma menina!! lindo o teu cabelo mesmo que preso, os fios são grossos e brilhantes. Muito bonito. Também não há muitos cabelos brancos.

    Seus badulaques apreciei muitíssimo. Costumo comprar os meus em uma lojinha de R$ 2,99 pertinho do supermercado que faço compras. A dona da loja tem bom gosto e sempre traz coisas lindas seja em colares, brincos, presilhas, com preços acessíveis e por incrível que seja...de qualidade! Sou uma das consumidoras freqüentes na lojinha dela. Meu marido também gosta de lá pois ele encontra ferramentas simples que ele não acha em qq lugar. Na semana passada fomos passear em Itanhaém e na praça haviam tendas artesanato....comprei alguns brincos lindos, delicados, de borboletas, outros de corujas, outros de tartaruguinhas. Super delicados, femininos e paguei apenas R$ 4,00 em cada um. Adoro encontrar essas coisinhas.

    No meu cabelo, uso mais os tonalizantes, às vezes, tintura. Não gosto de colocar amônia nos meus cabelos. Evito mas às vezes eu uso. Gostei da tonalidade que você escolheu, é linda. Acho que ficaria bem em mim pois tb tenho a pele clarinha e não tenho muitos cabelos brancos.

    A carinha do cachorro....demais!! muito fofo! impossível não sorrir ao ver a imagem.

    Tenha ótimo dia.

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Rosa.
    Uma bela postagem, amei a leitura. A simplicidade é uma virtude, muitos deixam o poder aquisitivo subir a cabeça. Um feliz dia. Obs. Precisei apagar a postagem anterior, coisa de família. Mas muito obrigada pelo carinho. Forte abraço.

    ResponderExcluir
  4. oi Rosa! Muito bom! Felicidade é aquilo que nos faz sorrir! bjs Nina

    ResponderExcluir
  5. Ah Rosa, criando coragem de aparecer hein! Lindos seus cabelos, amiga! Brilhantes, luminosos como você. também uso essa marca de tintura, mas uso misturando as cores louro médio com a cor chocolate. Mas eu tenho bastante cabelos brancos, pelo menos imagino que sim rsrsrs pois uso tintura há tanto tempo que não faço ideia de como eles estariam ao natural. Também tenho os fios longos, e estou quase sempre com eles presos, até mesmo pelo calor que sinto.
    E uma família com todas essas qualidades, só pode mesmo ser muito feliz!!
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Rosa começo pelos seus cabelos que ficaram lindos com esses belos adereços! Suas escolhas para nos sentirmos felizes foram brilhantes! Os sapatos são bem giros! Bj amigo

    ResponderExcluir
  7. Lindo texto. Nossa, que surpresa! Sempre a vi com cabelos loiros e curtos! Mostre o seu rosto. Me mande uma fotinha para o meu e-mail! Beijos, minha amiga.

    ResponderExcluir
  8. As rimas da felicidade gostei muito, gostava de ver se ficou bem a
    cor de cabelo, beijo Rosinha fofa

    ResponderExcluir
  9. Queria tanto ver a moça embirotadinha...
    Amei seu coque e todos os seus adereços...
    Amo o simples.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Dona Rosa, abandonei meu bloguito mas não abandonei vc. Uma vez, numa visita que me fez, vc me disse que apesar do sorriso da foto eu tinha um quê de triste, uma nuvem no semblante. Como poderia vc, descrever-me ao ver apenas uma foto tão fugazmente? Pois venho dizer-te que a sombra se apossou do meu ser aos poucos e aqui faz morada até hj. eu cheguei a pensar que tinha perdido toda a fé. Mas eis que a esperança se renova e como vc diz, temos um pai que não nos abandona. Estou na luta, Embirotadinha, e suas palavras renovam sempre o meu dia. Aqui, nesse pedaço quente do Rio de Janeiro há um sopro de amor por vc, por Marildo, por Nana, Lola e Ike. E pelos seus bichinhos tb.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...