Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Continuando...

Antes de pregar a gola vamos dar uma adiantada nas mangas. Pega o corte que foi feito prá ser a abertura do punho:

Essa abertura divide a manga, nesse pedaço, em duas partes - uma mais estreita e outra mais larga. Tem que fazer uma barrinha bem fina do lado mais estreito, virando prá dentro uns 3 mm duas vezes e alinhavando, bem assim:

Vira uma vez...

Vira a segunda vez e alinhava - TEM  que alinhavar pois é muito estreito, não adianta por alfinete.

Faz isso nas duas mangas, que agora é hora de colocar a "flecha".
  
Com o lado direito da flecha (o que tem entretela dentro) virado pro lado direito da camisa e posicionado sobre o outro lado daquela abertura (o lado no qual não fez a bainha estreita...)

Alinhava...

Passa uma costura...

Desvira - repare que agora o lado que tá prá cima é o lado avesso da flecha (que é o lado que devia ficar prá dentro...)

Então vamos mandar ele prá dentro: Vai virando...

Ele vai mostrando a carinha prá gente...

Quando você olha do lado avesso, vê isso...

Tem essas duas partes da flecha te incomodando: a parte que tá com o alinhavo branco, que foi onde começou a pregar a flecha (e que tem que sumir prá dentro dela...) e a beirada que tem que virar prá dentro prá arrematar.

Então faça isso: dobre essa partinha 1/2 cm prá dentro...

Até o final...

Passe um alinhavo...

E costure a flecha inteira na máquina, tomando cuidado prá não prender aquela outra parte da abertura na qual você fez a bainha fininha - por enquanto ela fica assim, solta mesmo.

Terminou de costurar a flecha...

Olha como ela fica bonitinha, bem certinha...

Agora: bem nesse lugar que meu dedo tá apontando você tem que fazer um reforço, que parece uma cabaninha, prá prender as duas partes da abertura da manga bem nesse lugar - que é prá não rasgar a manga quando a gente abre...

Eu uso um ponto zig zag bem fininho: passo uma linha reta  mais ou menos na ponta da flecha, um centímetro e meio mais ou menos prá baixo e depois acompanho a costura que eu já tinha feito anteriormente, reforçando ela.

Ficam assim as duas pontas das mangas do lado direito - ainda sem os punhos, que eu só coloco depois das mangas estarem fechadas.

Assim fica do avesso. Não é nada que alguém vá dizer "Nossa, que coisa maravilhosa!!!" mas eu garanto que a camisa não se desmancha com o uso e, prá alguém com artrite nos polegares, tá bom demais da conta.

Agora sabe o que a gente vai fazer? Pregar a gola!!!
Eu meço o meio exato da abertura das costas e faço um pique.

Vejam mais de longe, prá ter uma perspectiva melhor...

Faço um pique também na metade da gola

Encaixo os dois piques e começo a alinhavar, começando do centro e indo prás bordas. Reparem na foto: estou alinhavando o lado direito do avesso da gola no lado direito das costas da camisa - parece complicado, mas é só reparar na foto mesmo e ver onde é que tá a entretela...

Vou alinhavando tudo dos dois lados, mas paro uns 7 cm antes de chegar no final em ambos.

Tá vendo? Eu ainda dou uma reforçada na ponta do meu alinhavo, que é prá ele não soltar e desmanchar o trabalho que me custou muito a fazer. Faço isso porque antes de tudo tenho que fazer os arremates das frentes.

Tem vários jeitos de fazer esses arremates. Nas camisas masculinas o arremate é interno no lado do abotoamento e externo no lado que tem casas. Como é uma camisa rústica de flanela eu resolvi fazer arremate externo dos dois lados. Pego as duas tiras de arremate (que nada mais são que tiras que imitam as beiradas das frentes, medindo mais ou menos 6 cm) e alinhavo elas nas frentes respectivas: a frente das tiras encontrando o avesso das frentes da camisa.

Explicando melhor: pega a tira do lado esquerdo da camisa...

Coloco ela debaixo da frente esquerda, bem posicionada...

E alinhavo. Faço igualzinho do outro lado.

Só de alinhavar já dá prá saber como é que vai ficar do lado direito - olha só... Passo uma costura reta:

Viro o arremate pro lado direito...

E você pode dar uma passada à ferro nessa hora ou...

Alinhavar - como eu...

Depois de alinhavar a ponta eu viro prá dentro 1 cm e alinhavo novamente. Passo duas costuras retas prá prender bem o arremate, na medida de uns 3 mm de cada lado. Faço isso nas duas frentes.

Agora sim eu posso terminar de alinhavar a gola no lugar.

Faço isso dos dois lados...

e vou prá máquina...

Passo uma costura reta, sem pressa, do começo...

Até o final da gola - na largura de um pé de máquina.

Essa costura tem que chegar o mais perto possível da costura que fez a gola em si - clica na foto prá ver mais de perto.

A gola já tá meio caminho andado. Só falta agora fechar ela...

Tá vendo esse monte de alinhavo? tem que ficar escondido, nem precisa tirar porque ele não aparece depois de fechada a gola.  Ajeita ela direitinha na mesa...

E com capricho vai virando uma barrinha prá dentro, pouco mais de 1/2 cm e, enquanto faz isso, vai alinhavando.

Taí: alinhavada e quase pronta.

Começando no meio da gola, nessa parte recém alinhavada, vai passando uma costura, contornando toda essa parte baixa da gola - uma costura com a largura de 3mm de distância das beiradas.

Eu uso largura 2 e 1/2 prá fazer quase tudo...

Clica na foto e vê como eu fiz o contorno...

Agora faz a mesma coisa, o mesmo contorno, em volta da parte de cima da gola, só que um pouquinho mais largo, pois fica mais bonito. Pode ser 1/2 cm.

Faltando só tirar os alinhavos, taí a gola prontinha...

E do avesso também. 
 Agora vamos costurar as mangas. 

Lembra o pique que eu dei quando dobrei a manga ao meio?

Uso ele como base prá pregar a manga - aqui alfinetada antes de alinhavar (pensou que eu ia me guiar só pelos alfinetes, não foi? Te enganei!)

Antes eu fiz assim: com o giz de alfaiate eu dobrei o corpo da blusa ao meio e marquei o centro (que não é onde começa nem onde termina a pala, é mais ou meio no centro dela, pois as costas são maiores que a frente...)

Olha o meu dedo apontando pro risco de giz que marcou o centro...

Alfinetei, alinhavei - do centro prá um lado e do centro pro outro...

E passei uma costura reta, largura de um pé de máquina.

Nessa hora faça devagar e com cuidado prá não prender nenhuma parte da blusa meio franzida por baixo...

Terminou de costurar use a tesoura prá aparar eventuais desfiados...

E passe um zig zag largo e estreito por toda extensão dessa costura, que assim o acabamento não desfia de jeito nenhum.

Tá vendo só? nem precisa overloque.

Fica assim do avesso.

E do direito eu faço assim: sentindo com a mão por debaixo eu vou alinhavando toda aquela costura prá parte de dentro da blusa, tanto na frente quanto nas costas, deixando nada de tecido interno prá parte das mangas - fica mais bonito.

Depois desse alinhavo eu faço ma costura rebatida.

Como eu fiz na pala e nos ombros também...

Fica assim por dentro...
 Agora vamos fechar a blusa...

Prá me guiar eu começo das axilas. Prendo um pontinho na junção das costuras e alinhavo toda a extensão da manga.

E - no final da manga - a desagradável surpresa: uma diferença de quase 1/2 cm. tudo bem, perfeito só Deus. É só dar uma aparadinha aí que tá beleza. Alinhava do outro lado, da axila até a barra...

Costura na máquina, apara as rebarbinhas e passa um zig zag.

Vira pro lado direito, alinhava todas as costuras pro lado de trás da camisa e passa a costura rebatida. Parece impossível, mas comece da barra da camisa e vá seguindo reto até chegar na ponta da manga - você consegue principalmente por causa daquela abertura que tem a flecha, é só ir fazendo devagarinho prá não prender nenhum pano da camisa por engano...

E não é que já tá com cara de camisa? Mas tem que aparar um pouco nas costas, que cortei mais comprido por causa de não querer aquele arredondado original da camisa do Marildo - e também tem que dar uma passadinha á ferro, que assim tá com cara de mastigada.

Hora de pregar o punho. Começa a alinhavar numa ponta, dá uma parada e prende bem prá não escapar. Alinhava do lado oposto e também para. Ajeita bem as preguinhas - igual tinha na manga original - e só então termina de alinhavar tudo.

É direito do punho (que tem entretela) com direito da camisa - passa uma costura na largura de um pé de máquina.

Desvira...

E faz igual fez na gola: empurra prá dentro esses panos que tem os alinhavos, dobra uma barrinha de 1/2 cm prá dentro e alinhava. 

Agora você tem duas opções: simplesmente costura pelo lado direito e torce prá costura prender essa parte interna - ou faz como eu:

Costura o lado de dentro do punho com pontinhos invisíveis.

E só então, pelo lado direito e na largura de 1/2 cm (mais ou menos) passe uma costura contornando todo o punho

Taí os dois punhos feitos.

Agora ajeite a camisa bem esticadinha na mesa - e repare como as estampas dos dois lados coincidem (desconsiderando os arremates de abotoamento). Corte eventuais errinhos no comprimento...

Passe um overloque ou um zig zag em toda a barra da blusa.

Fica bom, não fica?

Daí dobre um cantinho da barra prá dentro...

E vá dobrando toda a barra na medida dessa pontinha, alinhavando enquanto faz isso.

DICA: Faça o alinhavo no centro dessa futura barra, com linha contrastante - assim quando você for costurar a barra do lado direito esse fio tracejado vai ser seu guia (é só costurar mais prá cima dele 1mm e a barra vai ficar bem presa e bonita.
  
Quando tá chegando do outro lado da camisa volte a posicioná-la sobre a mesa, prá checar se tudo tá indo nos conformes - se os dois lados ainda estão casadinhos.

Dobre a pontinha igualzinho e siga até o fim com o alinhavo.

Taí a barra toda alinhavada...

E - do lado direito - costure ela 1 ou 2 mm prá cima. Tire o alinhavo e a bainha tá feita.

Marcando as casas: você pode usar um giz de alfaiate, pode alinhavar miudinho no lugar que a casa vai ficar - tanto faz, desde que você enxergue na hora de fazer as casas. Nesse ponto da gola, se for camisa sem gorro, faz uma casa.

As outras casas marque acompanhando a vira de abotoamento da camisa usada como molde.

Marque todas...

Clique na foto prá ver todas elas bem marcadinhas.

Marque também as casas dos punhos...

E - como esta camisa vai ter um capuz removível - marque também as casas da gola, 5 no total, duas na ponta, uma no meio e as outras duas em lugares equidistantes destas.

Máquina moderna é boa demais, pois tem caseador automático. Se não tiver uma máquina assim, não fique triste: minha mãe sustentou 6 filhos e fez milhões de casas de botões usando uma máquina Singer que nem zig zag tinha... Use o zig zag da tua prá fazer as casas: depois de riscado o tamanho dela, faça um zig largo numa das extremidades, siga descendo num zig estreitinho, faça outro zig largo na base e suba novamente com o estreitinho. é só usar o zig sempre bem apertadinho, quanto maior a quantidade de pontos, mais bem feitinha é a casa.

No meu caseador automático eu uso quase no "0"

E o comprimento da casa eu uso 4 e meio. Minha máquina é uma Janome 2008.

A casa fica assim...

Eu faço uma depois da outra, deixo prá cortar a linha no final, depois que fiz tudo.

Daí faço igual nas casas dos punhos e nas da gola.
Agora chegou a hora de fazer o capuz removível. Pode usar a própria flanela, pode usar moletom, pode usar algodão de camiseta. Se você tiver em casa um blusão com capuz, copie o molde (contorno e tamanho). Se não tiver, faça assim:

Pegue um pedaço de papel - jornal serve) e coloque na mesa. Posicione o meio da gola numa das extremidades do jornal - que assim já te poupa de cortar aí. Só no olhômetro mesmo você já imagina o tamanho e o formato que o capuz vai ter e então desenha ele no jornal.

Na parte de baixo do capuz dá uma leve subidinha no lugar que vai ser o centro da nuca - os capuzes sempre são assim, vocês já devem ter reparado. Recorte esse molde e posicione-o sobre o tecido e daí copie o contorno com o giz.

O contorno de giz é prá você se basear na hora de costurar - é opcional, se você já tá acostumada.

Corte duas vezes com o tecido dobrado - pois o capuz é forrado. Pode usar dois tecidos diferentes que também fica bacana.

Pode costurar no overloque. Eu costuro no ponto elástico da minha máquina - que permite esticar sem romper o ponto. Se você não tem costure no zig zag mesmo que vai cumprir o mesmo papel - o ponto elástico é só um recurso à mais, mas não é condição imprescindível prá esse negócio sair.

Costure acompanhando o contorno externo do futuro capuz, bem assim:

Direito com direito, faça isso nos dois jogos.

Você fica com essas duas peças, cada uma delas um capuz por si só. Agora você vai colocar um capuz contra o outro, direito com direito...

E vai alinhavar os dois juntos, fazendo coincidirem as formas e a costura central.

Alfinete primeiro que ajuda. Marque com giz um pedaço prá deixar sem costurar, bem na parte de baixo do capuz.

Um pedaço assim é suficiente prá poder desvirar o capuz depois de pronto.

Alinhave...

Costure, reforçando bem o começo e o final.

E, pela abertura que deixou, desvire o capuz.

Dê uma boa ajeitada nele...

alinhave...

E então... Opa! minha secretária quis aparecer... Sabe que eu acabo costurando quase tudo com ela dentro da minha camiseta? Aliás minhas camisetas vivem todas afolosadas, enormes, desengonçadas, eu sou uma vergonha de velha maltrapilha por causa dessa criatura que pensa que é minha filhinha, que quer viver grudada no calorzinho da minha barriga...

Cabecinha de perinha...

Alinhava e costura toda a volta e também a costura central, pro capuz ficar bem arranjadinho.


Posiciona os dois bolsos nas duas frentes, ambos na mesma posição espelhada e costura - costura dupla, uma a 1 mm da borda e a outra pro lado de dentro, 4 mm de distância uma da outra - faça isso prá não ocorrerem desfiados dentro os bolsos, com o uso constante.

E está pronta a camisa. Hoje à noite eu vou ver se acho tempo de dar uma passadinha nela no ferro e daí vejo se uma das minhas meninas tiram foto com ela prá vocês verem como ficou.

Espero que vocês tenham gostado e que eu tenha conseguido ensinar alguma coisa prá vocês. Me desculpem se a aula não ficou profissional - afinal eu não sou nem costureira... Com certeza existem métodos corretos de se fazer uma camisa e, se tiverem oportunidade de fazer um curso e de aprender corretamente, aproveitem bem a oportunidade. Mas para aquelas que não tem tempo nem oportunidade de ir atrás de um curso, esse meu pap mostrou que dá prá fazer qualquer roupa se você se realmente se propor a isso:é questão de observação e prática.

Peguem uma roupa velha, seja uma blusa, um vestido, desmanchem com cuidado e usem como molde. Vale mesmo ir atrás de um bazar de caridade ou um brechó, comprar uma roupa usada e transformá-la na tua professora de Corte e Costura. Compre uma chita, usem um lençol velho e mãos à obra: a gente se sente tão bem quando se sente capaz... 

Eu acho que a felicidade depende muito de desafios e projetos. Eu nunca fico parada, mesmo quando estou triste, mesmo quando estou doente: ter projetos já fez eu me levantar da cama muitas vezes, quando tudo o que eu queria era um cantinho escuro prá me esconder...

É igual ao comercial da televisão (já viram?): coisa parada cria ferrugem, limo, teia de aranha e pó. 

Façam muitas coisas boas com o seu precioso tempo na terra, porque a gente não sabe quando vai voltar prá casa...


4 comentários:

  1. Uauuuu!
    Quanto detalhe!Ficou linda a camisa!
    Parabéns !
    Pra mim ( que não costuro) o PAP ficou ótimo e bem explicativo.
    Obrigada por compartilhar
    Bjusssss!!!!

    ResponderExcluir
  2. Rosa!!

    Espetacular seus PAPs!! Parabéns. Gostei demais das suas aulas "nos míííínimos detalhes". Se é p/ensinar...não tem enrolação com você que ensina MESMO!!

    Agora é pegar para praticar seguindo teus passos. Ainda não fui atrás de material. Este mês e o próximo serão ainda de mto trabalho por aqui. Mas já estou guardando esse projeto para executar assim que possível.

    Que linda sua filhota-cão...ôõô carinha de pidona, dona do teu colo rsrsrsrsr. Muito fofa com esses grandes olhos!

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Rosa, que beleza de passo-a-passo! Vou salvar nos favoritos, e com certeza usá-lo quando criar coragem de fazer camisas. Já fiz algumas, mas sempre acho difícil costurar as pontas do colarinho, que prendem na carcela dos botões, e as aberturas das mangas também. Parabéns!!
    bjss
    Luci

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente são partes que a gente pena em fazer... Tem que ter muita paciência, mas sei que você - como eu - não tem medo de um desafio, não é, Luci querida? Beijos!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...