Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Enquanto isso, no Dia dos Pais...


Um montão de gente lotando os shoppings, comprando camisas polos, gravatas e sei lá mais o que as pessoas compram pros seus pais - e eu aqui em casa, com a máquina de costura e a de overlock atrapalhando a mesa da cozinha, terminando um presente supimpa gastando uma merréca!

Um retalho de 1,5 m de um tecido de algodão bem fininho e delicado, super macio, que é cor de jeans com listrinhas brancas (embora a foto não mostre...)com fio tinto (sem avesso nem direito no pano...), que paguei apenas 4 reais no Varejão Chaves - que rendeu 3 shorts pro "Marildo" usar em casa, descontraído, prá assistir TV na sala ou prá dormir, usando uma regatinha hering:


Mais sete cuecas 100% algodão, feitas com muito amor por minhas mãozinhas velhas, usando retalho da Ronã Malhas - cada cueca saiu por menos de vinte centavos cada uma (preço do tecido, não estou contando o preço da linha nem do elástico, mas custaram baratinho também, pois compro na 25 de março...):

 (As cuecas tem passo a passo nesta postagem AQUI...)


Aliás, por falar na Ronã Malhas: a Fatinha, do Blog Costurar e Renovar fez uma postagem sobre essa loja da qual sou freguesa há muitos e muitos anos (bem AQUI). Graças a ela agora sei que mudou o endereço e logo vou lá conhecer e fazer minhas modestas comprinhas. 

A primeira vez que fui lá foi por recomendação de uma amiga do trabalho, chamada Rose. Era inverno e ela vinha pro trabalho usando uns vestidos bem básicos, de moletom grosso, parecendo regatas, cada dia um de cor diferente. Usava por baixo uma meia grossa de lã, botas e uma blusa cacharrel. Ficava muito linda e ela me disse que comprava o tecido e mandava fazer lá na Ronã, que tinha muitas costureiras e, dependendo do dia, você comprava o pano, encomendava a costura e daí uma hora e pouquinho ia lá pegar a peça pronta.

Naquele tempo eu não tinha tutu prá mandar fazer prá mim - então ficava só na vontade... Comprava moletom prá fazer prás crianças, fazia algo prá mim - sempre gostei do preço, da variedade de malhas e do atendimento...

E a Fatinha me disse que, quando foi tirar as fotos da loja prá por na postagem o gerente perguntou se ela era a "Rosa" - acredita? Me senti famosa!!! Ele disse que gosta do meu blog, o que me deixou super feliz...

Sempre faço tanta coisa boa com os paninhos que trago de lá, sejam retalhinhos ou comprados por quilo ou metro... Como esta blusinha (que tem passo a passo nesta postagem AQUI):


Ou estas roupinhas prá cachorro desta postagem AQUI:


E calcinhas? Quem acompanha o blog já aprendeu a fazer calcinhas comigo, nesta postagem AQUI - super fácil. Todas feitas com retalhinhos comprados na Ronã...



Ah, ainda tem este vestido azul lindo: minha Nana foi num casamento usando ele - e custou pouco mais de cinco reais (os botões foram mais caros que o vestido em si...). Não tem passo a passo dele, pois fiz copiando um vestido que eu tinha - aliás, fiz esse vestido prá mim, mas a Naninha pegou prá ela...



Pois é... Teve até uma vez que eu fiz milagre: com 23 reais eu fiz coisa prá caramba: vestido, camisetas, calcinhas e cuecas de monte... Tá duvidando? Então dá uma olhada nesta postagem AQUI...

Mas, quando eu voltar lá, não vou dizer a ele quem eu sou - ia ficar muito encabulada... Prefiro a tranquilidade do anonimato mesmo... Vai que ele pensa que eu tô querendo tirar vantagem, pedir desconto - eu ia ficar morta de vergonha...

Bom, graças a um lugar como esse é que eu posso fazer muita coisa linda, gastando pouquinho, me sentindo feliz e bem-aventurada por dar ao dinheiro o seu devido valor...

E o Marildo e seu presente do Dia dos Pais? Ele ganhou outros, dos filhos - mas os olhos dele brilharam com um orgulho danado, pois ele bem sabe que eu faço coisa de monte gastando muito pouco...

Agora faz assim: liga prá lá (11/2087-3353) e pergunta se tem o que você precisa. Daí coloca o endereço (Av. Doutor Timóteo Penteado, 1973 - Guarulhos) no GPS e tóca prá lá no domingo, comer pastel e comprar paninhos prá fazer um montão de coisas legais!

8 comentários:

  1. Rosa...como gostaria de ter a sua habilidade para a costura...mas
    além da falta de tempo para treinar...a máquina velhinha do meu pai (que era alfaiate) está precisando de um conserto!
    Mas sem dúvida que faz belos trabalhos...e com amor...o que engrandece a sua criatividade!
    Bj amigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, mas já tá com o talento no sangue! Tenho certeza de que, se quiser, aprende rapidinho...

      Beijos, Maria da Graça querida, e muito obrigada!

      Excluir
  2. Oi, estou retribuindo sua visita, amei o seu blog, super leve, divertido. Tenho màquina de costura ( herdada, jà bem velhinha....rsrs, tenho overlook, saiu as linhas to tentando colocar, não to vendo direito né... ) bem, não sei costurar muito bem...rsrs...pós cirurgia, e pós operatório, vou me empenhar para aprender, prometo. Queridona, vou seguir seu blog, jà que gosto das costurinhas também. Beijokas, Rê!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando você melhorar dos olhos tem uns vídeos muito bons no Youtube que ensinam a colocar os fios na overloque...Espero que melhores logo. Beijos e obrigada!

      Excluir
  3. Rosinha querida, queria eu ... mas é longe!
    porém, comprando paninhos por aqui, está decidido, vou arregaçar as mangas e meter a mão na massa.
    Beijinhos, querida.
    Suas roupas, além de inacreditavelmente baratas, estão muito lindas. Gosto de todas, até das cuecas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Nina querida! Sei que você também consegue fazer suas "magias" com pouco dinheiro.
      Beijos!

      Excluir
  4. Rosa

    É o que costumo dizer... " - Presente bom é aquele que é útil e necessário, não é o preço que faz um presente ser melhor que o outro".

    Roupas íntimas são sempre necessárias em qualquer idade.
    Ficaram ótimas as cuecas como tudo que você faz pois é feito com amor.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É assim também que o Marildo pensa, adora receber o que precisa e aprecia... Sem importar o preço.

      Beijos, Fatinha querida!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...