Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Inspirações!!!

Estes são chamados "hoodies" - capuz, igual ao do Robin Hood... Lindos, não tem frio que vença eles... Muito fáceis de fazer: São cachecóis bem largos, às vezes curtos, que você puxa sobre a cabeça quando quer protegê-la, geralmente feitos em pontos bem simples e usando lã grossa:
Ponto alto de crochê e duas cores de lã...

Cordões de tricô, costurado em ponto de malha (prá não aparecer a costura. ) Experimenta fazer assim: Agulha 10, usando 2 novelos de lã família ao mesmo tempo, 64 pontos, 128 carreiras. Monta com fio de cor diferente, arremata com fio de cor diferente, depois costura com agulha de tapeçaria no ponto de malha...

Este precisa de agulha mais grossa: acho que agulha 20, 4 fios de lã família, barra 1 x 1. uns 80 pontos e depois de umas 25, 30 carreiras arremata costura prá fazer cachecol infinito e enrola na cabeça e no pescoço

Ponto alto, duas correntinhas...

Ponto alto, uma correntinha...

Ponto alto

Ponto alto

Ponto alto

Ponto alto em relevo

Tricô com agulha grossa

Tricô com agulha grossa

Tricô com agulha grossa


Ponto alto: mais estreito, mais longo e costurado num dos cantos, fechando um pedaço do cachecol prá fazer o capuz

Ponto baixíssimo em crochê com agulha super grossa ou com o dedo, usando também lã grossa

Mesma coisa: ponto baixíssimo em crochê com agulha super grossa ou com o dedo, usando também lã grossa

Lã grossa, cordões de tricô...

Ponto baixíssimo de crochê

Ponto alto

Barra sanfonada em tricô 1 x 1 - Lindo!!!


Ponto baixo em crochê

Ponto baixo em crochê

Ponto baixo em crochê

Este eu achei simplesmente um arraso: você faz uma correntinha de - pelo menos - 1,40m. Daí faz 3 carreiras de ponto alto de cada cor, parecendo um arco-íris.

Esse parece uma touca e um cachecol separados, mas não é: você começa a touca - lã grossa, agulha idem. Quando ela tá no tamanho que você quer você costura só a parte que vai do topo da cabeça  até a metade da touca. Monta pontos numa das laterais, tece metade do cachecol e termina com o pingente de 1/2 pompom grande. Faz a mesma coisa do outro lado. Fica um Cache-gorro...

Esse eu achei de uma delicadeza... Você tece todo o cachecol em barra 1 x 1. Começa com poucos pontos (uns 12 só) e vai aumentando aos poucos, tipo um ponto de cada lado a cada 8 carreiras, até atingir o dobro ou o triplo da largura, a seu gosto. Depois faz o caminho inverso, diminuindo na mesma proporção até voltar a ter os 12 pontos iniciais e arremata. Para o acabamento você faz as folhas. São feitas em ponto tricô dos dois lados, com aumentos e diminuições para dar o formato: começa com 2 pontos, vai aumentando 1 ponto de cada lado a cada 1 carreira, tece 4 carreiras sem aumento e aí diminui. Só que, na hora de diminuir, você elimina os pontos que aumentou tricotando três pontos juntos no centro, a cada carreira tecida, até ter de novo somente 2 pontos.  Faz correntinhas de crochê desiguais em tamanho e prega as folhas nelas - e prende as correntinhas nas pontas do cachecol...

Prá acabar os cachecóis um lindo Esquenta-pescoço, uma falsa gola cacharrel tão linda que você não precisa  - nem deve - esconder dentro de um casaco. Faz uma barra sanfonada em tricô que caiba no teu pescoço - baseada na quantidade de pontos de uma blusa de gola alta que você já tenha...-. Numa das beiradas faça as casas, tricotando 2 pontos juntos e dando uma laçada. Depois de pronta, faça no crochê as argolas do enfeite: comece fazendo cinco correntinhas, um ponto baixíssimo - repete até o final. Na outra volta faça 6 pontos baixíssimos em cada argola da carreira anterior. Na outra carreira faça 6 correntinhas e um ponto baixíssimo, desencontrando das argolas anteriores e em cada uma delas depois você faz 7 pontos baixíssimos. Vai fazendo assim, aumentando gradativamente a quantidade de correntinhas de cada argola e também de pontos baixíssimos, prá dar esse caimento que acompanha o formato dos ombros e pronto! Lin-da.

Touca de ponto alto: simples, fácil e muito chique! Até sem a flor fica linda.

Beenie de tricô, feita no ponto tricô no avesso e no direito. Prima de segundo grau da boina, é fofa, molona, fica pendurada - uma delícia de usar, parece touquinha de dormir...

Beenie de crochê, só ponto alto - fácil!

Mais uma linda touca feita em ponto alto, lã grossa (fica pronta rapidinho - enfeitada com uma flor de crochê facílima de fazer - é só entrar no youtube que tá cheio de vídeos ensinando...).
Todas essas peças lindas foram tiradas DAQUI. Se vocês derem uma checada no link, verão que custam super caro - e todas são facílimas de fazer, muito rápidas. 

Na vida é assim mesmo: quem não sabe fazer, paga caro... Por isso que eu acho que a gente tem que aprender e se virar, que dinheiro não cai do céu!

E - aproveitando a oportunidade - quer aprender comigo um boné de crochê, super lindo e fácil?



A receita tá AQUI

Bons crochétis!!!


12 comentários:

  1. Querida amiga, que lindos trabalhos! Muito fáceis de serem feitos, o único senão é que nosso inverno é inconstante. Um dia de frio intenso e acabou. Tem agasalhos que não conseguem sair do armário, porque não tem como usá-los, principalmente os que foram comprados fora do país, onde o inverno é mais rigoroso. Eu acho simplesmente chique todos os modelos que você mostrou aqui. Dá um charme todo especial à qualquer vestimenta. Tenho um neckwarm que minha filha me presenteou, feito por ela com fio bem grosso, que não consigo usar, pois nos dias que saio de casa não está frio o suficiente, fico frustrada! Mas não tem nada não, um dia conseguirei usar meu aquecedores de pescoço. Beijos criativos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço a Deus por não fazer tanto frio assim! Ainda me lembro de quando eu era pequena e não tinha cobertor prá todo mundo - e assim é prá muita gente... Mas, uma hora dessas, você faz uma bela viagem e usa o seu aquecedor de pescoço, minha querida, se Deus quiser.

      Beijos e obrigada.

      Excluir
  2. Obrigada Rosa, minha filha adora tudo isso, vou fazer! bjs

    ResponderExcluir
  3. Ai, pena que não faz tantos dias frios prá gente usar essas coisas lindas, né? ainda mais agora que sinto um calorão danado, principalmente no pescoço!!rsrsrs Mas mesmo assim vale á pena fazer um prá usar de vez em quando que seja. E prá presentear alguém também!
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prá presentear é um achado: faz um montão deles, rapidinho, que o Natal logo taí...

      Beijos, querida Luci!

      Excluir
  4. Nossa, Rosa que variedade de trabalhos lindos!
    Adorei os Hoodies, a gola de crochê também é show.
    E parecem fáceis e rápidos de fazer.
    Bjs querida e ótima semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também adorei, Doutora querida, e quero fazer uns prá mim - muito embora minhas filhas digam que vou ficar parecendo uma velha (como se o tempo já não estivesse tratando disso...).

      Beijos e obrigada!

      Excluir
  5. Rosa, se eu tivesse mais tempo livre, juro, iria aprender tricotar só para fazer esses cachecóis tipo chapéu. Achei um charme, ideal para a garoa paulistana!
    Obs.: minha filha caçula me viu olhando seu blog onde havia uma foto da sua filha. Ela pergunta: "mãe, o que a foto da Ciça tá fazendo aí nesse blog?"
    Risos.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É... Bem que os alemães tem uma lenda de que todos nós temos um duplo, em algum lugar do mundo... Mas a minha Lola é assim tão parecida com a Ciça? Fiquei curiosa...

      Você devia aprender a tricotar, Helena. É tão fácil, você ia tirar de letra e ficar viciada, como eu...

      Beijos e obrigada!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...