Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Corte e Costura para iniciantes

Sabe, acho que é muito importante, na vida, a gente se arriscar. Não em tudo, não sempre, mas assumir riscos faz parte do crescimento. Até uma criança precisa dar uns passos sem o amparo dos pais prá poder aprender a andar. A mesma coisa vale em tudo na vida, especialmente (eu acho) em qualquer atividade manual. Se a gente não se arriscar, não "meter a mão na massa", nunca vai fazer um pão, costurar uma bainha, pintar uma florzinha em um pano de prato. 
Costurar é assim: no começo, dá medo. Usar a tesoura em um pedaço de tecido e estragar tudo. Costurar onde não devia. Quebrar a agulha no movimento da máquina. Ainda hoje, quando testo uma receita nova, vou com cuidado, pisando em ovos, seja um bolo, uma blusa, um ponto novo de crochê. Mas depois de uns minutos, ganho segurança e ZÁS! Lá vai a Rosinha véia de guerra fazer bonito (ou quebrar a cara, mas se recuperando que é uma beleza, corajosa eu...).

Mas, no meu caso, até não posso me queixar. Cresci embalada pelo som da máquina de costura da minha mãe, pedalada muitas vezes até as 3, 4 horas da madrugada... (Ai, se eu tivesse uma máquina do tempo, voltava atrás e prestava atenção, aprendia a costurar de verdade, tirar medidas, fazer moldes, criar modelos... Tinha a melhor professora do mundo bem ali - mas achava que tinha todo o tempo do mundo prá aprender... Perdia tempo com tanta bobagem que não me vale prá nada hoje... Hoje? Ah,  meu tempo é escasso,  e a saúde da professora já não permite estar do meu lado, me ensinando... Bom, mas não adianta nada ficar "chorando minhas pitangas", até que eu me viro bem (mas, às vezes, vejo um vestido lindo em um filme, uma blusa linda em alguém que encontro na rua e me entristeço por não ter a mínima ideia de como fazer... Ê, choradeira!).

Então, nessas horas, sacudo a poeira, me ocupo com algo em que sou boa (só prá alimentar o ego e me lembrar meu valor) e - porque não? - me inspiro nas outras almas criativas e batalhadoras que estão pelo mundo afora. Gente que se arrisca, inventa e me surpreende - como essa menina indiana dos vídeos abaixo. Coisas geniais, incrivelmente fáceis de fazer e com resultados de cair o queixo (especialmente prá costureiras iniciantes, mas que chacoalham também quem já deu a volta ao mundo tecendo moda - tenho certeza).

ATENÇÃO: AS IMAGENS A SEGUIR SÃO PASSÍVEIS DE CAUSAR SURPRESA E INSPIRAÇÃO EM GRAU MÁXIMO, APESAR DE SUA SIMPLICIDADE. ASSISTIR COM A MENTE AREJADA É FUNDAMENTAL. 

Neste vídeo a menina faz um colete (acho que é viscolycra, viscoelastano), que se pode usar de várias maneiras:


Aqui ela inventa uma saia preta, discreta e muito elegante (só não gostei do elástico da cintura...):


Veja que blusa incrível, cheia de babados no peito - e é facílima de fazer:


E aqui ela faz um vestido lindo:


Adorei tudo. Se fosse adolescente, com certeza iria fazer todos os modelos.

Se quiserem, chequem mais criações dessa garota AQUI - criativa e generosa, pois divide suas sabedorias com a gente... 

Boas inspirações!

7 comentários:

  1. Rosa,
    Boa noite!
    Amei sua "sacada" em relação a generosidade desta moça.
    Mas a sua não fica atrás em nada!
    Abraço fraterno, Deus te proteja!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, que Deus te proteja também! Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Rosa, adoro ler suas colocações, vc é tão natural, tão espontânea e acolhedora que me faz sentir engrandecida, até parece que te conheço, rs, quem sabe não é? rs
    Lendo sua história me lembrei da minha mãe costurando e eu sentada no chão só prá ver a correia da roda da máquina de costura e o tecido caindo, ai-ai que saudades.... bjoka e abraço bem fraterno

    ResponderExcluir
  4. Se você tem alguma amiga balzaquiana, que parece a Chiquinha do Chaves e que tá sempre cantarolando baixinho enquanto faz o que gosta, cuidado que pode ser eu. Ai, que legal: nós duas temos boas recordações de nossas mães associadas à costura... Será que a gente também vai gerar essas memórias lindas naqueles que nós amamos? Tomara... Beijos!

    ResponderExcluir
  5. amoça em questão não é indiana , ela é do Paraguay , aqui perto do Brasil .O nome dela é Gianni L . muito bons os videos dela .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom saber, ela é linda e muito criativa. Beijos e obrigada!

      Excluir
  6. Oii
    lindoo o seu cantinhoo
    estou fabricando peças em MDF
    quando puder faça me uma visita
    Meu contato!@#$%

    www.lucrearte.com/atacado
    MDF
    Porta Joias
    Caixas
    Porta Retrato
    Lembrancinhas
    Porta Maquiagem
    Maquina de Flocar

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...