Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Potes de cerâmica DE ALGODÃO???!!!



Pois é, dá-se um jeito de aproveitar tudo - o que não pode é perder nada... Numa dessas minhas compras na Aslan eu comprei um rolo de cordão (a um preço inacreditável!), com 50 metros, da marca São José (é só olhar aqui).

Bom, acontece que, quando você compra sem "provar" o produto, às vezes ele não é bem do jeito que você queria. Por isso, se você costuma comprar esse tipo de coisa no armarinho perto da sua casa, e tem um determinado tipo que você prefere, pergunte para a atendente se você pode ver quem é o fabricante (e o máximo de especificações possíveis) antes de se aventurar a comprar 50 metros de algo que você não conhece. Não sei quanto aos outros produtos da marca que eu comprei, mas esse cordão em especial eu achei um pouco duro demais, engomado demais - não ficava bom passado como cinto embutido num casaco de moleton que eu fiz pro meu bebê.

Daí fiquei com o produto aberto, parado e aguardando uma destinação útil. Até que minha Naninha - o Grilo Falante da minha vida, minha voz da razão e consciência lógica de plantão - sugeriu que eu fizesse um cesto com ele, usando cola quente. Genial!

"Qué sabê como faiz?"

É assim: Escolhe o pote (plástico ou vidro) que você quer uar como base da forma do pote e - com o auxílio da pistola de cola quente - comece enrolando o cordão pelo fundo do pote, fazendo um caracol, e vá cobrindo o pote todo com o cordão. Quando tiver chegado na altura que você quer, corte o cordão. Se quiser fazer tampa. comece dando uns dois nós no cordão (para fazer o puxador, o lugarzinho onde você vai segurar para destampar o pote) e depois vai enrolando em caracol do mesmo jeito. Se o pote que você está usando como modelo não tem tampa, improvise: serve tampa de panela... Quando a tampa estiver pronta, enrole uma volta de cordão do lado de dentro da tampa para fazer o encaixe dela com o lado de dentro do pote (para a tampa não ficar caindo e encaixar direitinho).

Depois de pronto, pinte com tinta acrílica, fazendo os desenhos que quiser (dá prá ver que eu fiz flores em tons bem vivos), esconda inevitáveis irregularidades com os pontinhos brancos que, além de serem incríveis para esconder os errinhos, dão mais vida à peça). Daí, passe termolina leitosa por dentro (para impermeabilizar) e verniz ou termolina por fora (para proteger) Ah, não se assuste: termolina é assim branquela mesmo, parece mingau ralinho de maizena ou cola de farinha, mas depois que seca fica incolor e tem a vantagem de ser solúvel em água e não ter um cheiro que faça mal à saúde.

Gostou dos potes mas não quer gastar dinheiro comprando o cordão? Faz de jornal, colega! Pega o pote, faz uma cola de farinha ou dilui cola branca em partes iguais com água (tipo meio a meio) e vai colando camada sobre camada sobre o pote que você quer copiar - chama papel machê e é uma das maiores invenções para artesanato - Deus sabe quantos trabalhos de escola eu já ajudei meus filhos a fazer com isso...) É melhor você forrar o pote com filme de PVC antes se for usar jornal - fica mais fácil para "desenformar" depois. Quanto mais camadas de jornal você fizer, mais força e resistência você dará à peça. Depois, faça uma camada com papel higiênico branquinho ou papel guardanapo, se quiser passe uma camadinha fina de massa fina de parede, espere secar, lixe com uma lixa fininha e depois é só dar asas à imaginação criando a estampa do seu pote.

Ah, um aviso: se você usar cola branca diluída em água o jornal solta a tinta, então suas mãos vão ficar manchadas (mas não esquenta, "fia", sai com água e sabão!) Se usar cola de farinha isso não acontece. Sabe, uma vez meu filhote participou de um peça de teatro na escola onde tinha que ter uma vaca morta no meio do palco e eu fiz um bezerro, em tamanho natural, com as tripas aparecendo e tudo, muito sangue, etc. um nojo! e eu usei papel machê - ficou incrível, a professora pediu prá ela...

Bom, espero que vocês tenham gostado... Estes eu levei para minha médica no sábado, como presente de Páscoa, junto com o chocolate. Sei que ela vai achar um jeito legal de dar utilidade a eles, colocando gaze, agulhas de acupuntura, etc. Essa minha médica, Dra. Neusa, é uma das pessoas que impedem um meteoro de arrasar a terra (tipo aquelas duas ou três pessoas boas que teriam impedido Sodoma e Gomorra de virar história se existissem...), junto com meus filhos e a minha irmã Cida - que é uma chata com o maior coração do mundo... Cada vez que eu penso na minha "Doctorine" tenho vontade de fazer um presente...



2 comentários:

  1. Amei!!!
    Eu tenho algo parecido aqui em casa e vou tentar fazer um pote para mim.
    Obrigada, beijocas.

    ResponderExcluir
  2. Que bom (ou, como diz minha Lola, ^.^)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...