Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

terça-feira, 31 de julho de 2012

Voltei!!!

Suspendam as buscas! Tragam de volta os cachorros! Podem apagar as velas acesas pro meu anjo da guarda (ou deixem, que pode ter alguma serventia...)! Podem torrar em lãs e linhas o dinheiro da recompensa!

Voltei descansada e com uns tricôs maravilhosos prá mostrar - mas falta fazer os gráficos, e o tempo não anda sendo muito generoso comigo (todo mundo voltou a estudar, trabalhar, e eu é que arco com a cobertura -lavar, passar, limpar, fazer comida...).

Obrigada pelos recadinhos, assim que der vou responder todos no próprio local em que vocês comentaram.

Se você está aparecendo aqui pela primeira vez - seja bem vindo! Por quê demorou tanto, colega??? Você perdeu tanta coisa boa... Agora vai ter que correr atrás do prejuízo, xeretando nos marcadores aí do lado (te garanto que você vai gostar...).


Repara só nessa blusinha linda que eu fiz prá minha Naninha: romântica, feminina, com rendas e lacinhos como uma linda princesa merece. Agora é só vestir e ir atrás do seu Mr. Darcy, deixando todo Orgulho e Preconceito de lado.




Tem receita (obviamente...) e tem até um vídeo, comigo (EU MESMA!!!) ao vivo e à cores ensinando como é que faz a saia.



Eis meu vídeo:






Ah, mas tem uns poréns:

Primeiro: essas mãos cheias de manchinhas senis não são minhas - são umas sobressalentes que eu peguei emprestadas enquanto minhas mãos maravilhosas, de comercial de esmalte, estão no conserto...

Segundo: essa voz meio fanhosa é culpa da caixa de som do seu computador - MANDA CONSERTAR!!!. Minha voz é tão encantadora e cristalina que faria Adele se esconder nos cafundós da Inglaterra, fazendo voto de silêncio pro resto da vida.

Terceiro: a cachorrinha é minha mesmo. Não me dá sossego. Se eu estou costurando, tricotando, cozinhando - ela tá pedindo colo. Quando eu sento no sofá prá fazer um crochê ou costurar uma blusa ela chega correndo, dá umas patadinhas na minha barriga,olha bem nos meus olhos e não para até eu levantar a camiseta prá ela se esconder por dentro da minha roupa - obscena essa criatura...


Quarto: Tem que assistir com um olho aberto e o outro fechado, que é prá não ver as eventuais bagunças do meu "mafuá"... Foi filmado no meu "quarto das bagunças", com minhas máquinas, meu panos, lãs, linhas, livros... Meus filhos dizem que, se acontecer um apocalipse nuclear, só vão sobreviver as baratas e eu - dentro daquele quarto. Mas é como eu sempre digo: não se pode impor ordem no caos da minha genialidade (hi hi hi). É na minha bagunça que eu me acho.


Agora espia só essa dica:

Quando eu fiz essa blusa, peguei metade da saia, depois de ela estar feita inteira, coloquei os pontos dela na máquina com o avesso virado prá mim e daí teci a frente. Fiz a mesma coisa nas costas e na manga. Assim não precisa costurar depois - e, além de poupar meu tempo, evita ter nós...

Agora, APRENDA COM OS MEUS ERROS: Faça o corpo da blusa um pouco maior (umas 20 carreiras), que a blusa vai ficar mais na cintura - acho que vai ficar melhor.

Então compra as lãs e faz, faz, faaaaaz!!! que fica linda e diferente (você nunca viu uma assim, viu?). Faz de uma cor só, muda a renda prá outra que você achar mais bonita... Faz de três cores na saia... Inventa, que Deus te deu imaginação prá você usar. Não precisa ter frontura - prá você que achava que precisava dela prá ser feliz - como é bom estar enganada nessa hora, né?!!! 

Não tem máquina? Fica triste não! Faz todinha de crochê, usando só ponto alto em tudo, super delicada feita com essa lã fininha. Depois arremata tudo com um biquinho lindo de crochê (só que, neste caso, tem que fazer toda aberta atrás, porque o crochê não é muito elástico). O que não pode é ficar parada, se queixando do que não tem - sem aproveitar o que tem... 

Tem gente que se queixa que a vida só lhe dá limões. Enquanto isso, tem gente que também recebe limão - e aproveita prá fazer limonada (a maioria de nós é assim, graças a Deus - aproveita o que tem e se vira...). Só que tem gente que pega os limões da vida e faz torta de limão, pudim de limão, geléia, musse, biscoitinhos, sorvete, tempera a salada com ele, põe no molho alho e óleo do macarrão...  

E você, que tipo de pessoa você é? O que você faz com os limões que a vida te dá?  

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Última blusa antes das férias



Blusa de gatinhos (parece cenário de videogame antigo...). 
Não é chegada em gatos? Faz de cachorrinhos... 
Ou de coelhinhos...
Ou menininhas...
A receita é a mesma desta blusa AQUI, só que com gola normal. 

Enquanto vocês se ocupam, eu vou dar uma descansada - tô realmente precisando...

Não sei o que anda acontecendo comigo: ultimamente, quando eu acordo, ainda estou com sono e lá prá meia noite, quando vou dormir, tô tãããão cansada... Ah, também tem a falta de apetite: ando meio sem fome, depois de comer um pratão de arroz com feijão... Espero que não seja nada grave...

E é isso: vou pro sítio, novamente numa expedição arqueológica, procurar as botas que o Judas perdeu... Duas semanas sem postagens, porque não tive tempo de programar.

Calma, calma... Duas semanas passam rápido! Enquanto isso, prá vocês que estão conhecendo o blog agora, aproveitem prá por as postagens em dia (especialmente as historinhas e os selinhos, que são muito lindos...).
Mas eu vou trazer novidades: tô levando um montão de lãs prá descansar carregando pedra...

Se tiverem perguntas, comentários, por favor: só vou responder quando eu voltar.

Se divirtam bastante, aproveitem a companhia dos filhos, do "marildo", que é isso que eu também vou fazer, se Deus quiser.

Boas férias prá todos nós.

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Vestido de malha pro inverno



Ai, que trabalho que me deu!!! Não fazer o vestido, mas tentar fazer um molde básico, que desse prá qualquer pessoa fazer (mesmo em um pedaço de papel pardo ou jornal), sem ter que imprimir nem nada... Bom, se você não fugiu da escola e sabe usar uma régua, acho que dá prá fazer tranquilo.
O custo do vestido foi menos de 28 reais (comprei 2 m de malha florida, mas sobrou - isso porque eu faço malabarismos na hora de cortar, viro, torço, e ZÁS!... Mas, se você ainda não tem prática, compra 2,20 metros, que, com o que sobrar, você faz um top). Peguei um retalhinho de malha fria preta prá fazer a pala. 
É um vestido sóbrio, nada de decote escandaloso que eu sou uma balzáquia de respeito. A modelo é a Nana, minha clone mais jovem e mais magra, então eu dei uma prendida atrás com alfinetes, só prá deixar mais na medida dela. "O quê, dona Rosa, tá engambelando a gente??? O vestido não fica desse jeito?" Fica. Só que, em mim, como eu estou mais preparada pra próxima Era do Gelo, o vestido não fica tão bonito quanto fica nela. Imagina se as modelos das passarelas fosse mulheres que já viraram o Cabo das Tormentas - e não magrelas jovens e esfomeadas... Mas ele pode ficar assim em você: é só, depois que você fizer o vestido, vestir em você, reparar na frente do espelho quanto tem que ajustar e costurar dos lados - não demais, porque senão ele não vai entrar na hora de vestir, hein?
Usei minha Janome 2008, tudo no ponto elástico "D". Moleza.
Aqui vai o jeito que eu costurei a pala:

SÓ QUE TEM QUE ALINHAVAR, tem que fazer com capricho... Costura não é difícil: é só prestar atenção e alinhavar tudo, sempre, que aí dá certo. 
Ah, e não esquece de cortar um arremate para a parte das costas, usando o mesmo molde. Assim, ó:
Coragem, mulher! Não é nenhuma operação de cérebro - se você errar, compra outro tecido e faz de novo, procurando não cometer o mesmo erro de novo - "Experiência é o nome que a vida dá aos nossos erros". 
O molde da manga é curto, mas é só encompridar até o tamanho que você quer.
Faz de malha fria como eu, faz de viscolycra, viscoelastano, faz de malha de veludo cristal. Até de moletom, se não for muito pesado e tiver uma boa elasticidade, dá prá fazer. 
Olha o molde aqui:

Faz, faz, faaaaaz, e sai toda linda, estilosa, podendo.

Boas costuras!!!

terça-feira, 3 de julho de 2012

Escova Progressiva feita em casa???





Eu e essa minha mania de fazer eu mesma... É assim: faz mais de dez anos que eu faço TODO DIA, prancha no cabelo da Lola. Vejam bem: o cabelo dela é aquele tipo de cabelo que, se secar sem escova, fica meio ondulado, arrepiado. É lindo ao natural, mas ela gosta BEEEEEM liso. Então, a capenga da mãe dela acorda cedo todo santo dia, seca o cabelo dela depois do banho e faz prancha. Ela merece. Mas já faz um tempo que ela quer me dar menos trabalho e foi conversar na cabeleireira prá fazer uma progressiva sem formol. A moça é boazinha, caprichosa e disse que ficava em torno de 200 reais (mas eu me borro de medo de químicas...). Aí ela tava quase fazendo, mas eu achei esse kit escova progressiva SEM FORMOL prá vender na Sumirê por R$23,90. Decidi experimentar no meu cabelo - cobaia pura. Só que, lendo a bula, a Lola quis que experimentasse nela (afinal, chegaram as férias da faculdade e do trabalho e, como eu, ela é corajosa...).
Nesta foto ela está sem pentear nem nada: secou o cabelo chacoalhando a cabeça e Zás! Ficou ótimo.
Quer fazer igual? É assim (os pentes e escovas não vieram com o kit):

 - Dentro vem estas 4 coisas:

1) shampoo; 2) o gloss que relaxa o cabelo; 3) o condicionador que restaura; 4) o óleo de argan.

1º) Lavar bem o cabelo com o shampoo e enxaguar bem. Não passar nenhum creme ou condicionador.

2º) Secar o cabelo no secador, até estar quase seco (60 a 70 % seco somente);

3º) Dividir o cabelo em 4 partes e prender com piranhas;

4º) Com a ajuda de um pente fino e de uma escova de tingir cabelo (que não vem com o kit) ir passando o produto 2 em toda a extensão do cabelo, sem deixar ele muito empapado. Pentear com o pentinho. A Lola ficou sentada numa cadeira, eu fiz em uma metade da cabeça dela, a Naninha fez na outra, prá andar mais rápido. Repare que o produto é tão suave que nenhuma de nós usou luva (foi nas mãos nuas mesmo) e não irritou nossa pele (nem a da Lola).

5º) Deixar descansar 20 minutos, NÃO MAIS DO QUE ISSSO!!!

6º) Fazer escova e prancha no cabelo do jeito que ele está. ESSA É A PARTE MAIS DIFÍCIL: o creme endurece o cabelo, fica colento. Não consegui fazer escova, fui secando o cabelo penteando ele com um pente de cerdas largas. Parece que não seca nunca, fica meio pegajoso. Chegou uma hora eu achei que já estava seco o suficiente e parei. Fui para o próximo passo: pranchar o cabelo.

7º) Vá dividindo o cabelo em mechas pequenas e passe a prancha nele, de 6 a 9 vezes em cada mecha. Normalmente eu só passo uma vez, mas desta vez segui a bula do produto. Passe devagar, sempre descendo da raiz para as pontas. Já vi cabeleireiras fazerem prancha subindo e descendo no comprimento do cabelo: ISSO É CRIME. O cabelo é cheio de escamas, se você sobe com a prancha você abre elas, daí o cabelo vira uma porcaria. É só da raiz atá as pontas. O produto parece aderir ao fio, o cabelo fica numas fitas largas e meio endurecidas, mas é normal.

8º) Pranchou todo o cabelo, espera 15 minutos o cabelo esfriar por completo, enxágua ele com bastante água prá retirar o produto (é difícil, gruda mesmo no cabelo, mas não é impossível, a Lola fez...). 

9º) Passa no cabelo enxaguado o produto 3, que é condicionador. Massageia todo o cabelo, espera 5 minutos, enxágua de novo.

10º) Seca o cabelo normalmente ou com o secador. Daí, põe gotas do produto 4, o óleo de argan nas palmas das mãos, espalha em todo o cabelo e prancha de novo, uma última vez. 

Fiz ontem à noite no cabelo da Lolinha: hoje de manhã ela acordou, lavou o cabelo normalmente, secou sozinha com o secador, chacoalhando a cabeleira e eu bati a foto, sem pentear nem nada: Show!
Não sei quanto tempo vai durar mas saiu por 12 reais (o kit dá prá duas vezes no cabelo do comprimento dela...).
É isso aí: mãe Bombril, mil e uma utilidades, "pau prá toda obra"... Ah, também sou eu que faço depilação com cera quente nelas (meninas sortudas as minhas...).

Agasalho leve


Eu podia novamente escrever uma linda história de amor, mas esta é tão parecida com a anterior, que seu final feliz já está implícito. 
Toda feita com restos (literalmente RESTOS) de linha cristal: vários cones brancos, de partidas diferentes, mais um pouco de lilás e rosa. SEM FRONTURA, assim descomplica. Pode usar com camisetinha por baixo, se o dia tá mais fresquinho, ou sozinha, pois a linha é leve. 

As listras tem uma sequência, se vocês quiserem fazer igual aqui está:

Branca = B, Rosa = R, Lilás =  L.

CORPO DA BLUSA: 16B, 6R, 4B, 8L, 6B, 16R, 4B, 6L, 10B, 6R, 4B, 8L, 14B, 6R, 8B, 6L, 12B, 8R, 8B, 8L, 8B, 10R, 14B, 6L, 10B,, 10B, 10R.

MANGA: 16B, 8L, 12B, 12R, 8B, 10L, 106B, 12L, 4B, 10R.

NÃO PRECISA SEGUIR MINHA SEQUÊNCIA DE CORES, É SÓ PRO CASO DE ALGUÉM QUERER SABER...

Agora, a receitinha:
E agora, algo bonitinho do 9gag:
E Tcharaaaam: prestem atenção no próximo post. É sobre a minha aventura selvagem nos inóspitos territórios da escova progressiva (que eu mesma fiz na Lola...).




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...