Generosidade...

v Ensine a outros o que você sabe: não importa se é a receita de um cachecol, do maravilhoso prato de família, aquela dica infalível para sair do aperto... Quando a gente é mesquinho, vive pequeno! Seja generoso, mesmo se o segredo compartilhado é parte do seu sustento, afinal, sempre vai ter quem prefere comprar pronto e - com certeza - sempre vai ter quem precisa da sua dica para por o pão de cada dia na mesa. Viva grande!

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Blusinha Pin Up Comportada





Parece que escapou de um poster do Norman Rockwell -  evocando feminilidade e glamour, mas, ainda assim, doce, familiar e bem comportada... 

Só falta um batom vermelho, esmalte combinando, uma saia preta justa, meia de risca atrás e um sapato alto e ela bem que poderia ter saído de uma máquina do tempo ou de um daqueles filmes de Hollywood onde as mulheres eram inacreditavelmente deslumbrantes.

E tudo isso com menos de R$10,00 (O QUÊ? DE NOVO? MENOS DE 10 CONTOS POR UMA BLUSINHA LINDA?).

Pois é... 

Se estivesse na vitrine de uma dessas lojas chiques, você desembolsaria uns 400 reais por ela (mais provavelmente o dobro disso, por causa do crochezinho...). Mas olha: é só um metro de tricoline de algodão branco com bolinhas pretas (R$8,90 - mas eu gastei só 65 cm...), uma sobrinha de linha Esterlina preta, 6 botõezinhos de 20 centavos cada. Mais nada. Quer dizer: mais o molde da batinha de sempre do Cortanto e Costurando (que você baixa grátis AQUI - obrigada, Fada Madrinha!) e a paciência de fazer no crochê o barradinho que vai debruar a barra e o arremate dos braços, mais 7 meios-motivos (feitos em separado, um a um) que vão compor a golinha (mas tudo isso você faz rapidinho, pois é bem básico, extremamente fácil...). De resto, só o capricho de fazer tudo bem alinhavado antes de costurar, de fazer um bom acabamento, fazendo à mão tudo o que puder, em pontinhos pequenos, quase invisíveis...

Vai me dizer que você não tem uma Pin Up gritando prá sair de dentro de você? Solta a menina! Dá essa blusinha de presente prá ela...

Boa diversão!

Ah! Se você não é manequim 42/44 é só entrar no site Cortando e Costurando e comprar o molde no seu tamanho: custa menos que um pastel e um caldo de cana na feira... (sério, é muuuito barato mesmo!)

Dicas: 
(I) Para essa blusinha tamanho 40/42 eu fiz, usando a Esterlina mais fininha (que parece a Cléa 1000), 2 metros do barradinho simples, que prendi entre o direito da blusa e o direito do arremate. Costurei rente, virei e pronto. Preguei primeiro na barra, o que sobrou eu cortei com a tesoura, desfiei e dei nós para não "escorrer" o barrado. Mas você pode fazer barradinhos individuais;


(II) Fiz sete motivos pela metade - desses que você acha aos montes em revistas e na internet. Escolhe o que mais te agradar ou copia o meu.  É este aqui, juntamente com o barradinho:

(III) Fiz 4 fitinhas de crochê: 2 delas são 100 pontos altos (prendi nas pences das costas) e 2 delas são 70 pontos altos (prendi nas pences das frentes). Não fiz todas iguais porque eu queria que os lacinhos ficassem na frente e não nas laterais. Deixa a blusa mais acinturada, bem mais feminina.  

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Um vestido prá mim


Acabei um, mas Sua Majestade (prá variar...), não gostou. Ficou com cara de viúva da montanha e - apesar de algumas pessoas dizerem que sou mais bonita que a Mônica Belucci (minha mãe, por exemplo...) - devo dizer que não ficou muito do meu gosto também... Usei um outro vestido que tenho como molde e fiz em jérsey preto,  gastei 1,50 m. Comprei o tecido na Penha mesmo, paguei R$11,00 o metro, mas, com esse preço, compraria uns 3, 4 metros lá na 25 de Março. 

 É gostoso de usar, bem fresquinho e gelado, mas está faltando alguma coisa... Esse negócio de preto nem sempre dá certo, quer dizer, a gente quer parecer mais magra, mas acaba com cara de velha de luto que tingiu a roupa numa bacia de alumínio no fundo do quintal... Vou bordar umas florzinhas, pregar umas pedrinhas - sei lá - vou fazer alguma coisa prá ver se agrada "Aquele-Que-é-Difícil-de-Agradar" e a mim também.

Não vou escanear o molde por 2 motivos: primeiro, acho que é um trabalho meio perdido - duvido que alguém vá querer fazer um vestido igual; segundo, tem um molde quase igual no site Modelitus (bem AQUI - molde nº 175 e custa R$10,00 em qualquer manequim). Nunca comprei nada deles, mas já mandei email prá saber como funciona e é assim: você manda um email prá eles com seus dados - CPF, RG, nome, etc - diz quais são os moldes que quer comprar e diz seu CEP, daí eles mandam um email de volta dizendo quanto fica o frete, você deposita na conta deles e recebe o molde em casa, feito de papel cartão reforçado. O bom é que eles tem uma porção de moldes, de todos os tipos de roupas. O frete é meio caro se você comprar um molde só, mas se levar mais moldes aí compensa (tipo, prá mim, um vestido de 10 reais ficava 17 com frete, se levasse 2 vestidos no total de 20 reais, com frete ficava 28 e por aí vai). Se alguém já comprou ou vai comprar depois me diz como foi.
Então, é isso. 

Bom final de semana, bons trabalhos!

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Mais uma idéia



Linha Anne Mescla = 2 novelos;
Máquina de tricô = sem frontura; regulagem 8 e 1/2;
Agulha de crochê adequada ao fio.

Uma blusinha despretensiosa, que você faz rapidinho tendo máquina de tricô. O charme: um rendado feito na barra com o transportador e um distante canelado que você faz colocando fora do trabalho (como quando se faz "barra doble") algumas agulhas a espaços regulares. Usei os marcadores numéricos da máquina para me guiar. Por fim, uma carreira de ponto baixo no decote e nas mangas e um biquinho mais elaborado no barrado. A receita você pode usar qualquer uma que você tenha ou pega uma minha AQUI. Manequim 42/44. Custo: R$14,00. 
DICA: esse tipo de canelado sempre dá um bonito efeito e tem uma vantagem: "areja" mais a malha, pois ficam essas "canaletas" por onde o ar pode circular mais livremente. Se você mora no Nordeste (aliás, eu te odeio - como eu queria estar no teu lugar...) pode usar blusas de linha sem derreter.
Boa diversão!

terça-feira, 25 de outubro de 2011

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Pra enfrentar o calor


Hoje amanheceu com um sol danado: mesmo com o horário de verão, o dia começou quente. Num dia como hoje, nada de mangas, nem de modelagem apertada... Nada de tecidos pesados, nem de cores escuras. Celebre a primavera com cara de verão exibindo no corpo a leveza da viscose, em uma camisa que remete a feminilidade e romantismo através da padronagem de flores bem delicadas (rosas!) sobre um fundo creme - deliciosa!
O MOLDE está no meu álbum Picasa - é só imprimir as folhas, escolher o seu manequim, copiar em papel transparente, passar para o papel pardo fazendo as alterações para que fique boa sem mangas (diminuindo um pouco a largura dos ombros e subindo a cava logo abaixo do braço) e pronto! Fácil de fazer, gostosa de usar. E muito barata: a minha eu fiz com um retalho de viscose perdido no meio das minhas bagunças (é só reparar que eu fiz um recorte, tanto no peito como nas costas - não por beleza, mas porque tinha pouco pano...). Com 60 cm de tecido, se você é manequim 40/42 você faz essa camisa, do mesmo jeito que eu fiz.
Aliás, tomara que vocês tenham sorte de encontrar viscose com uma estampa bonita: essaí tem mais de 10 anos, comprada por uma ninharia no Varejão Chaves, em Guarulhos. Já procurei e só achei tricolines com estampas delicadas; viscose, só com desenhos enormes, psicodélicos, um tremendo mau gosto... Ainda bem que tenho mais alguns retalhos assim, delicados como eu gosto. 
Boas costuras!

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Viciadas em artesanato e suas famílias:

(No meu caso, deveriam ser três crianças assustadas e um marido muito mais estiloso...)

Camisa sem mangas


Feita do mesmo jeitinho que o chemisiê, é só pegar o molde grátis da batinha no site Cortando e Costurando, ou um molde de camisa no meu álbum Picasa, bem AQUI, fazer as modificações no molde conforme eu ensinei AQUI e pronto! Uma camisa leve, fresquinha, pronta prá Primavera, pro Verão... A da Naninha tem as amarrações laterais para dar um acinturado, mas você pode passar um lastex ou pode deixar solta - é ao gosto da freguesa. E a da Naninha tem essa estampa cheia de morangos, flores e borboletas - um ar de professorinha de maternal, não é? Mas ficou linda! Tricoline, 100 % algodão, comprado da última vez que eu fui na 25 de Março, lá na Niazi Chohfi, por R$8,90 o metro (meleca, subiu o preço...). Mas, afinal, é uma camisa linda por esse preço, não dá prá reclamar. 
Faça logo a sua: de florzinha, de bichinho, de bolinhas, xadrez, listrada... Faz uma de cada e sai de casa, a cada dia, mais bonita e bem arrumada - com o preço de UMA camisa comprada em loja você compra pano e faz CINCO!
Agora, se você é milionária e compra suas roupinhas na Daslu, essa camisa aí em cima, 100% algodão, sai por R$460,00... (GÁSP! Engasguei...) 
Aprende a costurar, mulher! Com o preço dela você faz MAIS DE 50 (CINQUENTA!!!) camisas... (Ai, ai, quase derreteu meus olhos...). 
Ah, é... Mas aí não tem etiqueta chique...
Então tá... Continua comprando lá... 
Se bem que, na matemática, quem faz - além do prazer de produzir - ainda fica com um montão de coisas a mais, prá poder variar - e, com o dinheiro que sobra, ainda pode fazer caridade, embelezar a alma... 
Ah, e por falar em costuras: o Vila Mulher está promovendo um Concurso prá você ganhar uma máquina de costura Singer (o regulamento tá AQUI), com mais pontos que a minha Janome 2008. É só entrar aqui e saber como participar. (Eu só não vou por dois motivos: primeiro, já tenho máquina e ganância é feio. Segundo: mesmo se eu não tivesse máquina, não participava, pois a primeira fase é por voto popular, eu só ia ter 5 votos - incluindo o meu... Mas você, que é cheia de amizades, tá beleza, é só fazer o artesanato e correr pro abraço...).
 Boas costuras!

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Patch crochê





Todo mundo, com certeza, já viu uma - mas essa é a minha. Ou melhor, da Nana. Se fosse tricô acho que ficava mais prá irlandês, mas é um patchwork, um mix de pontos parecendo retalhos. É fácil, bonita, nem preciso dizer que é baratinha de fazer (porque tudo que eu faço é assim mesmo...). Com 1 novelo e meio de Anne você faz essa beleza, manequim 40/42 (pode aproveitar e fazer com sobras de linhas de cores que combinem - aí, além de variar o ponto, varia a cor... Inova, muié!!! De uma só cor ou colorida, não fica um efeito lindo?)
Dica da Rosa: se você vai fazer prá uma bambina assim, como a minha Naninha, que é magrinha, tá beleza usar assim mesmo (embora ela mesma só use com algo por baixo, tipo um top). Mas se você é uma mulher de peito, como eu e minha Lola, ou se tem um pouco mais de carninha no corpinho, segue o meu conselho e só usa com uma regatinha ou um top por baixo. Na Marisa tem um corselet branco, rendado, que ia ficar uma loucura por baixo dessas blusinhas abertinhas de crochê. Ou então este preto, ou este...  Tá, custa em torno de 50 contos e só tem em alguns manequins, mas, fazendo a blusa você já não economizou prá caramba? Gasta no corselet, que, afinal, é mais difícil de fazer (mas não impossível, segundo minhas teorias científicas...) e pode ser usado sob outras produções rendadas, adicionando beleza e sensualidade. A verdade é: a vulgaridade mata a beleza, é coisa de gente sem noção - eu, pelo menos, penso assim, mas cada um é cada um, não me cabe julgar ninguém...
Boa diversão!

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Vestido (chemisiê)



É muito fácil fazer, de uma camisa, um vestido. Ainda mais se for um vestido-camisa, ou chemisiê. É só pegar o molde de camisa no meu álbum, fazer as transformações que eu explico no esqueminha que eu fiz no Paint e mandar brasa! Não tem desculpa: compra um paninho barato, uma chita,  pega um lençol velho ou dá uma de Noviça Rebelde, meio Encantada, passa a mão naquela cortina velha e experimenta fazer, só prá perder o medo. É bem provável que vá ficar tão bom que você vai acabar usando ele prá ir comprar pão na padaria, só prá não desperdiçar...
Esse da foto eu fiz prá Naninha, mas a Lola é que modelou prá mim. O tecido é de algodão, cor de doce de leite, com uns desenhos pintados em preto, paguei R$6,99 um pedaço de quase 8 metros no Varejão Chaves, em Guarulhos - ou seja, o vestido levou 1,20 m, saiu por menos de 2 reais (mas aí eu coloquei uma rendinha gripure na barra, só prá dar aquele ar de lingerie aparecendo por debaixo da roupa - não ficou bonito?). Somando o gripure e os botões não chegou a R$4,00 (a magia de saber comprar e fazer a gente mesma...). Nesse eu ainda não coloquei as tirinhas prá amarrar, então não está tão acinturado quanto vai ficar, mas já dá prá ver que ficou bonito, gostoso de usar, bem fresquinho.
Vamulá!!! Tá esperando o que prá me desbancar como Rainha das Pechinchas?
Ah, antes que eu me esqueça: se você gosta de tricô à máquina, dá uma passada no blog da Nilma: ela postou uma revista de tricô à máquina japonesa, com fotos lindas e tudo com receitas e gráficos que tá uma belezura (e dá prá entender direitinho)... E não se esqueçam de comentar: quem dá de presente algo tão bacana bem merece uns elogios, né?
Boas costurinhas!

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Baby-looks e Gatinhas

Às vezes, nas coisas mais simples se consegue enxergar mais a beleza. Isso me faz lembrar um livro da Agatha Christie que eu li quando era menina, onde a heroína, uma mulher lindíssima mas já bem passada dos 30, tinha que competir com uma rival bem malvada - e muito mais jovem... Então, numa festa, ao invés de ir como sempre ia, com um vestido super elaborado, maquiagem marcante e cheia de jóias, ela usou um simples vestido branco, lânguido e esvoaçante, um penteado despretensioso emoldurando um rosto discretamente maquiado, acima de um pescoço nu, onde nenhuma jóia se via... Roubou todos os olhares, deixou no chinelo a rival que, no desespero de parecer melhor do que ela, acabou pecando pelo exagero. Na vida, muitas coisas são assim: às vezes, menos é mais. Ser minimalista é uma virtude...
Prá vocês que tem em casa uma camisetinha básica, com cara de nada, e que querem dar um charme nela sem que ela fique com cara de brega aqui vai a idéia: um risco básico de um gatinho, que você pode preencher com tinta glitter de bisnaga ou com strass auto-adesivo e ferro quente de passar roupa. Pode ser qualquer cor de camiseta, mas minhas preferidas são branca e preta. Use o carbono para transferir o risco para a camiseta, proteja o meio da mesma com um plástico ou papelão (se for pintar...).

Cuidados: Se escolher a tinta glitter, lave a camiseta sempre à mão, não torça nem esfregue. Recolha do varal e dobre com cuidado, sem nunca dobrar o desenho, pois, com o uso contínuo de sabão, o glitter tende a ressecar e craquelar - então guarde com cuidado. Passe a ferro sempre do avesso.
Aqui vão mais alguns desenhos, bem básicos. 



Salve no seu computador, clique com o botão direito do seu mouse e peça para abrir no Paint. Selecione o desenho que você quiser, recorte, cole em outra tela de Paint e mexa no tamanho, até ficar do jeitinho que você quer. Faz prá filhinha com o logo da Barbie, se essa é a praia dela, mas eu adoro gatinhos e borboletas. Mesmo se você não é mais uma menina, tem uns gatinhos discretos que ficam bem prá qualquer uma, pois, até mesmo uma bela balzáquia como eu veste uma camisetinha - de vez em quando...
Boa diversão! 

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Preparem seus babadores!




É isso mesmo: essa é prá deixar todo mundo babando... Primeiro, obviamente, porque é linda; segundo, porque custou muuuito pouco e terceiro (mas não menos importante...) porque é super-fácil de fazer!

Sabe aquela lingerie que você pega na mão, que é macia, fresquinha, derretida: essa linha é assim; algodão com viscose, toda crespinha... Uma delícia!

Cada novelo saiu por R$1,99, então a blusa toda custou R$6,00 (O QUÊ??? 6 REAIS?!!!). Você tá enxergando direito sim, não é alucinação... Se você entrar A-GO-RA no site da Aslan, compra ela por R$2,09 o novelo (no site é uns centavinhos mais caro que ao vivo e a cores lá na loja da rua 25 de março, mas ninguém vai à bancarrota por causa disso... Tá, tá, tá - vai ter a taxa de entrega, mas, e daí? Ainda assim vai valer a pena...) e, com as mesmas 6 merrécas que eu você pode ter a sua...

E o ponto então? Mamão com açúcar... Tricô do avesso, meia do direito, uns ajuradinhos para dar um charme, depois acaba tudo com um biquinho simples de crochê - cerejinha no topo do sundae. 

A cor que eu usei foi a marrom, 3601, mas tem outras prá vocês babarem... Comprem todas que puderem, vocês não vão se arrepender. Comprem antes que eu compre tudo, porque é uma linha linda, macia, que (por ser crespinha) dispensa pontos trabalhados, rende bastante e a blusa fica pronta num instante. e ainda derrete no corpo como lingerie... Pena que não tem nem branca nem preta... Comprem! Comprem! Depois não vão dizer que não avisei...

Ah, não tô ganhando nadica de nada com a propaganda (bem que eu gostaria que o pessoal da Aslan visse o meu blog, amasse meus trabalhos e me desse linhas e mais linhas de brinde! Alôôôôô, Aslan, tem alguém na "linha"?...).

Bons tricótis!

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Mais uma renda


Qual a mulher que não se sente atraente e sedutora em uma renda preta? Seja em uma lingerie bonita, que a gente só mostra pro amor da vida da gente ou numa blusa de crochê ou tricô, rendada, delicada, que brinca de mostrar e esconder (é, eu não nasci velha, o tempo é que não dá trégua...). 
Taí prá vocês mais uma inspiração: não tem como arrumar desculpa, pois o ponto é muito simples, o gráfico taí, até iniciante consegue tirar de letra.

Só tem um porém: DISCERNIMENTO. Veja bem: aqui em casa, tenho duas mocinhas (lindas!!! - dito pela Presidenta Mundial Fundadora do Clube das Mães Corujas), mas, apesar de usarem o mesmo manequim em quase tudo (40/42), em uma coisa elas são bem diferentes... A Lola, Minha Deusa da Beleza Eterna, tem busto tamanho 46 (mas, como tem costas estreitas, usa blusas 42 sem problemas); já a Naninha, Minha Princesa das Fadas, tem busto 42. Assim sendo, enquanto a Nana pode usar blusas rendadas sem problema (embora goste de usar um top ou uma regatinha cavada por baixo, normalmente...), a Lolita, NEM PENSAR!!! Se não tomar cuidado, nela fica quase indecente usar uma renda sem uma blusinha de proteção por baixo... Opinião minha: nada massacra mais a beleza do que a vulgaridade; você pode estar super-produzida, bem maquiada, impecável, mas se as pessoas não conseguem conversar com você te olhando nos olhos, se ficam só prestando atenção no que aparece no seu decote ou por baixo da renda, ninguém vai lembrar que você estava bem vestida, que você é inteligente, talentosa, uma pessoa agradável... Todo mundo só vai falar que você estava mostrando tudo, desesperada por atenção,  "jogando as pérolas para os porcos". É bíblico e é a pura verdade...
Então, pessoal, discernimento é a chave de tudo na vida.
Usem e abusem de rendas - que são lindas e maravilhosas - aproveitem para fazer blusinhas e vestidos lindíssimos bem vazados e poéticos, mas usem um top, uma blusinha "segunda pele", uma "combinação" (como no tempo da minha mãe...) ou uma blusinha de alcinha bem delicada por baixo. Afinal, nós, mulheres prendadas e de excelentíssimo bom gosto não ganhamos nada mostrando o corpinho prá todo mundo, a vida não é folha do meio da Playboy...
A receitinha é a mesma destas outras aqui e aqui, manequim 40/42. Custo: R$14,00.
Bons crochétis!!! 

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Uma bata que virou vestido


Hoje (de novo) fui bater perna na 25 de Março, judiar dos joelhos e do cartão de crédito de Sua Majestade. Comprei uns paninhos, babei quase o tempo todo e quase tive minha carteira furtada. Um absurdo: uma moça bonita, jovem como minhas filhas, abriu sem eu perceber minha bolsa e já estava com minha carteira já metade prá fora quando uma boa alma me alertou... O pior é que estava bem vestida, fez cara de que estava preocupada, procurando alguém ou alguma coisa, foi saindo de fininho e, quando eu chamei os vendedores, ela escorregou prá fora da loja e sumiu... Isso na Niazi Chohfi, loja enorme de tecidos, lotada de gente. Como é que pode: ao invés de trabalhar, a moça vai prá um lugar lotado de gente furtar o suado dinheirinho alheio. Que ódio! Mas, é como sua Majestade sempre diz: o mal pune o mal. Um dia ela vai topar pela frente alguém que não vai se importar com nada e vai receber o pago.
Bom, em homenagem aos tecidos que eu vi resolvi explicar mais ou menos como transformar uma batinha linda que tem o molde grátis no site Cortando e Costurando em um vestido. Já falei desse site inúmeras vezes prá vocês, mas, prá quem não prestou atenção, vou repetir: a dona Lúcia, proprietária do site, é uma fonte de inspiração e generosidade, uma fada madrinha das costureiras paraquedistas. Lá tem um monte de moldes grátis prá vocês imprimirem, tem passo a passo, tem vídeos, ensina a tirar suas medidas e fazer seu molde personalizado... Você ainda pode encomendar dela qualquer um dos moldes que ela disponibiliza grátis, mas que não te serve, no seu próprio tamanho, pagando um precinho absurdamente barato. Ela é maravilhosa e merece tudo de bom - começando por elogios.  Prá mostrar como eu transformei a bata em vestido eu fiz um esqueminha, você vê, compra um metrinho de tecido e arrisca fazer o vestido... A tricoline, hoje, lá na 25, tá custando R$8,90 o metro: melhor que isso só de presente. Mesmo se não dá prá você ir lá, perto da sua casa deve vender tecido e um metrinho não deve custar tanto assim: foi quanto eu gastei prá fazer... Vai! Garanto que não vai se arrepender. Ou então pega um lençol velho, já meio roído e faz como eu fiz na minha primeira postagem: esta belezura AQUI.

Mas lembrem-se: não sou costureira, não fiz curso nenhum, sou uma mera paraquedista - é tudo tentativa e erro (e alguns acertos também) e só passo as dicas por vontade de partilhar (tanto os erros quanto os acertos...).

Boas inspirações e cuidado com a bolsa se forem sair de casa: tem pilantra em toda parte, se multiplicam como pulgas!

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Twin-set de Prima-Verão!!!

Pois é: que calor danado... Mas tem como andar linda e charmosa, gastando pouco e sem morrer de tanto transpirar: aproveita essa receitinha que eu acabei de inventar, prá andar toda rendadinha por aí (sem vulgaridade, as "coisinhas" estão todas protegidas...). 
Eu usei Delicatessen da Aslan - delicada como o nome já diz, com um suave brilho. Pena que não tem mais prá vender, nem prá fazer remédio. O jeito é atacar de Anne (meu amor...): cada Delicatessen tem 350 metros, usei 5 novelos. Cada Anne tem 500 metros: fazendo as contas, você vai precisar de 4 novelos. Desvantagem: a minha, com Delicatessen, saiu por R$14,00 ("O quê??? 14 merrécas por esse conjuntinho lindo??? Dona Rosa, eu te odeio!"); fazendo com Anne, a R$7,00 cada novelo na Aslan, o seu conjuntinho vai sair por R$28,00 (ainda tá barato, não tá, por toda essa belezura?) E o ponto é moleza: só pontinho alto, correntinha, ponto baixíssimo - até iniciante tira de letra!


Repara que na frente eu mantive os 3 pontinhos altos, fiz as diminuições no lado de dentro: assim fica uma barrinha, que ajuda a frente  ficar mais firme e bonita...


Depois, faz como eu: compra um botão bem bonito ( minha Naninha que comprou esse prá mim...) e vai passear com o "marildo", chique e classuda como você merece!

Duas coisas: o gráfico taí, mas, se vocês repararem, a minha blusa de cima ficou meio diferente... É que eu me distraí e pulei uma carreira, então tive que fazer "faltando pedaço" até o fim, bem na parte que fica rendadinha... Mas, fazer o quê, ficou bonita assim mesmo... Segundo: não tem máquina de tricô prá fazer a regatinha? Chora não, Amô: faz todinha de ponto alto que fica linda assim mesmo...
Essa é manequim 46 (É, é minha mesmo...). Mas ficou linda na Nana, que é manequim 40/42. 
Tá esperando o que prá fazer a sua? Fica pronta num instante!
Bons trabalhos!

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Coisinhas bonitas

Como hoje eu estou "entregue à rapadura", aqui vão algumas idéias belíssimas, efetuadas por uma crocheteira maravilhosa que também tem a sorte de se chamar Rosa: a mestra peruana do site Tejiendo Peru. Lá vocês podem conferir pontos maravilhosos, tanto de crochê quanto de tricô, aprender assistindo vídeos como estes abaixo. As figuras copiei do site, trocando as legendas para português. São uma excelente forma de utilizar sobras de lãs e linhas, com possibilidades infinitas: enfeitar chinelos, presilhas de cabelo, almofadas, roupas. É só soltar a imaginação... Vai me dizer que você não tem em casa uns restinhos de lã ou linha que você pensava que não dava prá fazer nada: agora dá!

Boa diversão!

Bons crochétis!!!!

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Simplicidade e beleza


Além de custar muito pouco: usando 2 novelos de Cléa, de cores que combinem (no meu caso, são 2 tons de lilás), gastando menos de R$15,00 você faz mais uma blusinha simpática, rapidinho, e acrescenta mais esse charme ao seu guarda-roupa. É prática, dá prá fazer numa porção de cores, dá prá inventar na hora de fazer o rendadinho da barra... Você nunca vai fazer 2 iguais: usando 2 cores diferentes de linhas, ficam essas listras, o efeito é sempre inédito... Se você tem máquina, pode usar o carro verão ou pode fazer no "muque", como eu, usando o transportador. NÃO PRECISA TER FRONTURA!!! Então, se você está em dúvida se vale a pena comprar uma máquina se não tem dindim prá comprar o pente, eu te respondo, gritando: VALE, SIM!!! Dá prá fazer um montão dessas, num piscar de olhos, uma de cada cor... Dá prá terceirizar o crochê (que tal você e uma cara colega fazerem juntas, uma faz a parte da máquina, outra a parte do crochê e depois abrirem uma sociedade, hein?!!). "Vamulá", que é hora de trabalhar, produzir coisas boas, ganhar dinheiro prá sair do aperto, prá dar coisas boas pros filhotes, prá correr atrás dos sonhos...
Tá aqui o gráfico: é moleza ou não é?

Bons trabalhos!
Ah, antes que eu me esqueça: não ganho nada de ninguém prá fazer propaganda: tem o banner da Línea Itália aí do lado por causa da parceria com blogueiras, mas, até agora, só me mandaram linha uma vez; da Aslan, eu falo bem porque sempre compro lá e acho que vale a pena, assim como do Bazar Horizonte; as linhas Anne e Cléa são as minhas favoritas do coração, porque são baratas, são de algodão e tem muitas cores... 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...